Apresenta  o aula 01 GP AULAV3 (1)

Apresenta o aula 01 GP AULAV3 (1)

Disciplina:<strong>gppe</strong>2 materiais1 seguidores
Pré-visualização6 páginas
*

GESTÃO DE PESSOAS
Professora Rita Souza
Administração e Recursos Humanos

*

Já faz algum tempo que a área de Recursos Humanos passou de um simples departamento de pessoal para um agente de transformações na organização, provocando mudanças e oferecendo sustentação na implementação das mesmas.

Para isso, as empresas contam com ferramentas de gestão capazes de fomentar resultados satisfatórios.
A empresa que opta pela vanguarda em gestão de pessoas certamente obterá resultados benéficos a sua saúde organizacional, aumentando a produtividade, garantindo a sobrevivência do negócio e propiciando satisfação aos empregados.
GESTÃO DE PESSOAS

*

O que é Gestão de Pessoas:

O conceito de gestão de pessoas ou administração de recursos humanos é uma associação de habilidades e métodos, políticas, técnicas e práticas definidas, com o objetivo de administrar os comportamentos internos e potencializar o capital humano nas organizações.

GESTÃO DE PESSOAS

*

Gestão significa gerenciamento, administração, onde existe uma instituição, uma empresa, uma entidade social de pessoas, a ser gerida ou administrada.

O objetivo é de crescimento, estabelecido pela empresa através do esforço humano organizado, pelo grupo, com um objetivo especifico.

A gestão é um ramo das ciências humanas porque tratam com grupo de pessoas, procurando manter a sinergia entre elas, a estrutura da empresa e os recursos existentes.
GESTÃO DE PESSOAS

*

A Gestão de Pessoas ocorre através da participação, capacitação, envolvimento e desenvolvimento de funcionários de uma empresa, e a área tem a função de humanizar as empresas.

Gestão de pessoas X Setor de Recursos Humanos:

RH é a técnica e os mecanismos que o profissional utiliza (Operacionalização) e G.P. tem como objetivo a valorização dos profissionais.

Em uma empresa, a gestão de pessoas deve ser feita pelos gestores e diretores, porque é uma área que requer capacidade de liderança.

O setor de gestão de pessoas possui uma grande responsabilidade na formação dos profissionais, e tem o objetivo de desenvolver e colaborar para o crescimento da instituição e do próprio profissional.
GESTÃO DE PESSOAS

*

Gestão de Pessoas nas organizações:

O capital humano tem sido cada vez mais valorizado pelas organizações, pois elas entenderam que devem oferecer o suporte necessário para que essas pessoas desenvolvam novas aptidões e aperfeiçoem características que já possuem.

Uma boa gestão dos elementos de uma organização causa um crescimento contínuo, onde todos contribuem para um ambiente de eficiência e eficácia.
GESTÃO DE PESSOAS

*

Gestão de Pessoas no setor público

A GP no setor público possui algumas particularidades. No setor privado, o gestor pode contratar indivíduos que apresentem características vantajosas para a empresa, no setor público, a lei exige que as contratações sejam feitas mediante concursos públicos.

É por esse motivo que no âmbito do setor público ações de desenvolvimento profissional são cruciais, pois os elementos podem aprender a progredir na carreira, e não aprendem só a cumprir as suas funções atuais de forma mais eficaz.
Os responsáveis pela GP no setor público devem saber motivar os funcionários, para que estes sintam que são uma peça importante na empresa.

Além disso, a área de GP tem a responsabilidade de exercer práticas de gerenciamento, planejamento, avaliação e recompensas, criando e mantendo um ambiente profissional e positivo na organização.
GESTÃO DE PESSOAS

*

PROCESSOS DA MODERNA GESTÃO DE PESSOAS
AGREGAR PESSOAS
Quem deverá trabalhar na organização - recrutamento e seleção de pessoal
APLICAR PESSOAS
O que as pessoas deverão fazer – Desenho de cargos; avaliação do desempenho.
RECOMPENSAR PESSOAS
Como recompensar as pessoas – Recompensas e remuneração; benefícios e serviços.
DESENVOLVER E MANTER PESSOAS
Como desenvolver e manter as pessoas – treinamento e desenvolvimento; programas de mudanças e de comunicações.
MONITORAR PESSOAS
Como saber o que fazem e o que são – Sistema de informação gerencial e banco de dados
GESTÃO DE PESSOAS

*

AGREGAR PESSOAS
 Recrutamento
Seleção

APLICAR PESSOAS
 Desenho de cargos
Avaliação de desempenho

MANTER PESSOAS
 Disciplina
 HST e QVT
 Relações com sindicatos

MONITORAR PESSOAS
 Banco de dados
SIG

RECOMPENSAR
PESSOAS
 Remuneração
 Benefícios e serviços

DESENVOLVER
 PESSOAS
 Treinamento
 Mudanças
 Comunicações

INFLUÊNCIAS AMBIENTAIS EXTERNAS
Leis e regulamentos
Sindicatos
Condições econômicas
Competitividade
Condições sociais e econômicas

INFLUÊNCIAS AMBIENTAIS INTERNAS
Missão organizacional
Visão, objetivos e estratégia
Cultura organizacional
Natureza das tarefas
Estilo de liderança

PROCESSOS DE RH

*

G.P. é a função gerencial que visa à cooperação das pessoas que atuam nas organizações para o alcance dos objetivos tanto organizacionais quanto individuais. Constitui, a rigor, um evolução das áreas designadas no passados como:

Administração de pessoal;
Relações industriais;
Administração de recursos humanos.

 A expressão GP aparece no final do sec. XX e guarda similaridade com outras áreas como: Gestão de talentos, gestão de parceiros e gestão do capital Humano
GESTÃO DE PESSOAS

*

RECURSOS HUMANOS
ADMINISTRAÇÃO DE R.H.
GESTÃO DE PESSOAS
Parceiros ou cooperadores

*

EVOLUÇÃO HISTÓRICA DA ADMINISTRAÇÃO DE RECURSOS HUMANOS.

 Administração Científica;

 Escola das relações humanas;

 Relações industriais;

 Administração de recursos humanos;

 Gestão de pessoas

*

Administração Científica
O movimento da Administração Científica tem origem com as experiências de Taylor (Estados Unidos) e Fayol (França)
Shop management (Taylor, 1903)
Os princípios da administração científica (Taylor, 1906)
Administração geral e industrial (Fayol, 1906)

Objetivo fundamental: proporcionar fundamentação científica às atividades administrativas, substituindo a improvisação e o empirismo

*

Administração Científica
Frederick W. Taylor (1856-1915)
Com base em observações diretas, concluiu que os operários produziam muito menos do que poderiam produzir.

A partir daí, desenvolveu o sistema de Administração Científica
sistema fundamentado na racionalização do trabalho, especificamente na simplificação dos movimentos requeridos para a execução de uma tarefa, objetivando a redução do tempo

Objetivo: resolver os problemas que resultam das relações entre os operários, o bom operário não discute as ordens, faz o que lhe mandam fazer

Conseqüência: mudança das relações humanas dentro da empresa

Papel da gerência: planejar
Papel do operário: executar as tarefas

*
*

Administração Científica
Henry Ford (1863-1947)
 Afirmava que, para diminuir os custos, a produção deveria ser em grande quantidade e aparelhada com tecnologia capaz de desenvolver ao máximo a produtividade dos operários (maquinização)

 1º empresário a aplicar a montagem em série
para produzir em massa automóveis em menos
tempo e a um menor custo
Linha de montagem de Ford, em 1913
 Especialização: Trabalho deveria ser altamente especializado, onde cada operário deveria realizar uma única tarefa

 Propôs uma boa remuneração e jornada de trabalho menor para aumentar a produtividade

*

Escola das Relações Humanas

 Conjunto de teorias administrativas

 Nova perspectiva – voltada ao sentimento dos trabalhadores

De “homo economicus” passou a “homo social”

*

O ser humano não pode ser reduzido a um ser cujo comportamento é simples e mecânico

Guiado pelo sistema social e demandas de ordem biológicas

Necessidades de segurança, afeto, aprovação social, prestígio e auto-realização
Escola das Relações Humanas Características do modelo

*

A partir de então, começa-se a pensar na participação dos funcionários nas tomadas de decisão da empresa e na disponibilização de