7. Emergências Clínicas
29 pág.

7. Emergências Clínicas


Disciplina<strong>urgencia</strong>4 materiais24 seguidores
Pré-visualização1 página
1
Instrutor: Chrystian F. Antunes
chrystianenfermagem@hotmail.com
Emergências Clínicas
2
Introdução e apresentação
2
Dificuldade Respiratória
3
3
Como identificar?
Respiração:
muito lenta
muito rápida
ruidosa (escuta um som com assobio quando o ar entra e sai dos pulmões)
Ou sem ruídos respiratórios, mas não consegue falar mais que algumas palavras entre as respirações.
4
4
O que fazer?
Pergunte se a vítima carrega consigo algum remédio e ajude a pegá-lo (asma?);
Chame ajuda!
Se a vítima parar de respirar, inicie RCP!
Fique com a vítima até um socorrista treinado chegar ao local (SAMU, Bombeiros, etc)
5
E quando for por
OBSTRUÇÃO
DAS VIAS
AÉREAS?
6
Pode ser um engasgo com uma bala, chiclete etc
6
MANOBRA DE HEIMLICH
7
Emergências Clínicas
Convulsão
8
8
CONVULSÃO
Distúrbio cerebral, ocasiona 
contrações involuntárias na musculatura,
movimentos desordenados e
 perda da consciência.
9
Como identificar?
Agitação psicomotora;
Espasmos musculares
(contrações involuntárias);
Salivação intensa;
Perda dos sentidos;
Relaxamento dos esfíncteres, podendo urinar e evacuar durante a convulsão.
10
10
O que fazer?
Afastar objetos do chão;
Afastar curiosos;
Proteger a cabeça da vítima com a mão ou roupas;
Lateralizar a cabeça (vômitos?)
Afrouxar as roupas;
Observe a respiração da vítima;
Encaminhe ao hospital.
11
O QUE NÃO FAZER!
Não tracionar a língua ou colocar objetos na boca da vítima;
Não medique a vítima mesmo que ela tenha medicamentos;
Não imobilize braços e pernas.
12
ESTADO PÓS-CONVULSIVO:
A VÍTIMA PODERÁ APRESENTAR:
Sono;
Dificuldade para falar;
Palavras sem nexo;
Sair caminhando sem direção, etc...
Não deixe a vítima sozinha!
Encaminhe-a para hospital.
13
Emergências Clínicas
Desmaio
14
14
Desmaio
Perda súbita dos sentidos
15
Como identificar?
Palidez (pele descorada)
Pulso rápido e fraco
Sudorese (suor)
Perda dos sentidos.
16
O que fazer?
Arejar o ambiente
Elevar as pernas
Lateralizar a cabeça da vítima
Afrouxar as roupas da vítima
Não dê água para ela beber
Faça-a sentar-se e respirar fundo
17
Se ainda não houve o desmaio?
Sentar a vítima!
Deitar a vítima e elevar as pernas!
ou
18
AVC
19
Como identificar um AVC?
20
Peça para a pessoa:
Sorrir.
Levantar os braços como se fosse abraçar!
Falar, repetir ou cantar?
Se qualquer um destes estiver alterado, encaminhe ao pronto-atendimento com urgência!
Hipertensão e Hipotensão
21
Hipertensão (pressão alta)
Verifique se a pessoa faz uso de algum medicamento contínuo. Se sim, verifique se tomou adequadamente. 
Acalme a pessoa e encaminhe ao serviço médico.
Uma pressão muito alta pode desencadear um AVC.
Diabetes e Hipoglicemia
23
Diabetes Mellitus
Doença metabólica caracterizada pela deficiência ou ausência da produção ou ligação da insulina no organismo. 
Sem insulina, a glicose obtida pela alimentação e que serviria de energia não consegue entrar nas células.
Taxa de Normalidade
70 à 110 mg/dL
Pode ser facilmente verificada através do HGT (hemoglicoteste) ou Teste de Glicemia Capilar.
HIPOGLICEMIA
O indivíduo poderá apresentar:
Sensação de fome
Dificuldade para raciocinar
Sensação de fraqueza
Sudorese exagerada
Tremores
Bocejamento
Sonolência
Visão dupla
Confusão mental que pode evoluir para perda total da consciência (coma).
Nível de glicose sanguínea abaixo de 70mg/dL
HIPOGLICEMIA
Possíveis causas:
Alimentação inadequada.
Uso de insulina maior que a necessidade.
Uso de insulina sem alimentar-se.
Uso de medicamento hipoglicemiante oral sem alimentar-se.
Nível de glicose sanguínea abaixo de 70mg/dL
O que fazer?
Ofereça balas, açúcar ou líquidos com duas colheres de sopa de açúcar em meio copo do líquido.
Se ela estiver em coma ou se recusar a colaborar, coloque um lenço entre as arcadas dentárias e introduza colheres de água com açúcar entre a bochecha e a gengiva, massageando-a por fora.
Cuidado com aspiração do líquido!
?
29
Dúvidas?