portifólio ciclo 2
9 pág.

portifólio ciclo 2


Disciplina<strong>conhecimento</strong> Geral11 materiais3 seguidores
Pré-visualização3 páginas
CURSO DE EDUCAÇÃO FÍSICA
LICENCIATURA
	Disciplina: Conhecimento Sobre o Corpo
	Tarefa: Portfólio
	Nome: Fatima Aparecida de Lara
	RA: 8067244
	Turma:  DGEFL1802CAPA2O
	Parecer do Tutor: 
9
\u201cPrimeira atividade \u2013 Biologia Humana\u201d
	
1) Descreva as diferenças entre os tipos celulares eucarióticas e procarióticas. 
 A principal diferença entre elas é a ausência de um envoltório nuclear nas células procarióticas, enquanto as eucarióticas apresentam um núcleo verdadeiro com um envoltório nuclear elaborado, denominado carioteca.
O material genético(cromossomo) das células procariontes está em contato direto com o citoplasma, ocupando um espaço denominado nucleoide. Portanto, podemos dizer que a principal característica dessas células é uma certa pobreza em membranas, apresentando somente a membrana plasmática. Elas apresentam, também, um citoplasma simples contendo poucas organelas. De modo geral, as células procarióticas possuem os chamados polirribossomos, constituídos por ribossomos ligados a moléculas de RNA mensageiro.
Os seres que são formados pelas células procarióticas são chamados de procariontes (ou procariotas), sendo representados pelo reino monera, formado pelas bactérias. Essas células não se dividem por mitose, e sim pela chamada divisão binária, na qual há a formação de septos da superfície para o interior da célula, dividindo-a em duas células-filhas.
 Já as células eucarióticas são mais complexas que as células procarióticas e, como o próprio nome diz, apresentam um núcleo verdadeiro organizado e limitado por uma membrana chamada envoltório nuclear ou carioteca. Aliás, a presença de membranas é sua principal característica. Essas membranas dividem as células em compartimentos responsáveis por funções especializadas essenciais para manutenção e divisão da célula. Essas células apresentam, também, o núcleo e o citoplasma bem distintos. O citoplasma é bem complexo, delimitado pela membrana plasmática e divido em compartimentos, nos quais são encontradas as organelas. Dentre as organelas, estão as mitocôndrias, o retículo endoplasmático liso e rugoso, o lisossomo, o complexo de Golgi e os ribossomos, responsáveis pelas atividades metabólicas das células como digestão, respiração, secreção e síntese proteica. 
2) Quais são as principais organelas que compõem uma célula eucariótica animal, com suas respectivas funções?
As principais organelas que compõe a célula eucarionte são a mitocôndria, retículo endoplasmático rugoso, retículo endoplasmático liso, o lisossomo, o complexo de Golgi.
Complexo de Golgi: O complexo de Golgi, descrito por Camilo Golgi em 1898, é formado por vários sacos achatados e empilhados e está relacionado com o retículo endoplasmático e com a membrana plasmática. Suas funções estão associadas com o armazenamento e com o transporte de substâncias.
 O retículo endoplasmático rugoso é formado por uma extensão da membrana nuclear que constitui um sistema de tubos conectados, com muitos ribossomos aderidos; por esse motivo é chamado de rugoso, e a sua função, juntamente com os ribossomos. Já o retículo endoplasmático liso, que também é composto por um sistema de membranas, não apresenta ribossomos aderidos; por isso, é chamado de liso e sua função é a síntese de lipídios. Além disso, são responsáveis pela formação dos lisossomos, que são como bolsas que contêm enzimas capazes de digerir substâncias orgânicas e outros micro-organismos que penetram na célula; portanto, são responsáveis pela digestão celular. Para finalizar, falaremos da mitocôndria, que, talvez, seja uma das organelas celulares mais importantes, por ser responsável pela respiração celular. Na verdade, as mitocôndrias são especializadas na produção de energia celular, a partir da síntese de ATP. A produção dessa energia ocorre a partir da retirada de substratos do alimento, como os lipídios e os carboidratos, além do oxigênio, que é conseguido por meio da respiração. 
3) Como é composta a membrana plasmática? 
Os principais componentes da membrana plasmática são os fosfolipídios, os glicolipídios e o colesterol. As funções dos lipídios na membrana plasmática são de compor a sua estrutura, participar do reconhecimento celular e garantir a aderência entre as células na constituição dos tecidos. Os fosfolipídios formam a dupla camada de lipídios da membrana, garantindo sua estrutura. Os glicolipídios são formados pelos carboidratos ligados aos lipídios. O colesterol pode ser considerado como o constituinte mais importante da membrana e está intercalado no interior da bicamada de fosfolipídios. Pode ser considerado como	 uma fortaleza da membrana plasmática, uma vez que diminui a sua permeabilidade. 
4) Quais as funções da Mitose? Descreva as suas fases. 
A mitose tem como função o processo de divisão celular no qual uma célula denominada célula-mãe se divide em duas células-filhas geneticamente idênticas. Pode ser dividida em dois processos: a mitose propriamente dita ou cariocinese, que é a divisão do núcleo celular, e citocinese, que é a divisão do citoplasma.
Tem como função também reconstituir a perda natural de células. Para facilitar o entendimento, vejamos alguns exemplos: quando nos ferimos e parte do tecido epitelial é perdida, inicia-se, entre vários outros processos de recomposição tecidual, a divisão celular por mitose, a fim de gerar células suficientes para substituir as que foram perdidas. Também é por mitose que um zigoto se divide várias vezes até formar um embrião. A mitose é dividida em quatro etapas:
1) Prófase: é a primeira etapa da mitose e caracteriza-se pelo início da condensação dos cromossomos, sendo possível visualizá-los no microscópio óptico. O nucléolo desaparece, inicia-se a formação do fuso mitótico e a ruptura do envoltório nuclear. Alguns autores consideram a existência de uma fase intermediária à prófase e à metáfase, chamada de prometáfase, cujo principal evento é a ruptura total do envoltório nuclear, e as cromátides estão ligadas às fibrilas do fuso mitótico através do centrômero.
2) Metáfase: nessa etapa, o processo de mitose está no meio e finaliza a condensação do cromossomo e a formação do fuso mitótico. Os cromossomos ligados ao fuso mitótico estão dispostos no centro da célula, isso no plano equatorial, formando a placa equatorial, polos da célula. 
3) Anáfase: é a etapa na qual os centrômeros se quebram, separando as cromátides, e logo se inicia o encurtamento das fibrilas do fuso mitótico, levando consigo uma das cromátides para os polos da célula.
 4) Telófase: é a etapa final da mitose, considerada como a etapa de reconstituição, na qual se forma o núcleo-filho. Logo depois de os cromossomos filhos terem atingido os polos, ocorre o desaparecimento do fuso mitótico e a reorganização do envoltório nuclear, sendo regenerada. Reaparece o nucléolo e os cromossomos começam a se descompactar. No final da telófase, ocorre a citocinese, 
5) Quais os tipos de transporte entre a membrana plasmática? Explique cada um.
Transporte de moléculas através da membrana plasmática pode ser dividido em dois tipos principais: o transporte passivo e o transporte ativo.
1)Transporte passivo: é o tipo de transporte em que não há gasto energético. A molécula passa do meio de maior concentração para o de menor concentração, tendo um caráter decrescente e bidirecional. Pode ser subdividido em três tipos: 
Difusão simples: é o simples movimento de moléculas de pequeno porte através da bicamada lipídica da membrana plasmática. As moléculas passam do meio mais concentrado para o menos concentrado, sem gasto de energia.
Difusão facilitada: é o transporte das moléculas do meio mais concentrado para o menos concentrado com o auxílio de uma proteína transportadora. É um processo mais rápido que a difusão simples. 
Osmose: é um transporte especial, no qual ocorre a difusão da molécula da água através da membrana, seletivamente permeável, de um meio de alta concentração de água para um meio de baixa concentração. É semelhante