363862372 Mediacao Familiar Lisa Parkinson
272 pág.

363862372 Mediacao Familiar Lisa Parkinson


DisciplinaDireito de Família e Sucessões4.445 materiais41.314 seguidores
Pré-visualização50 páginas
Lisa Parkinson
Mediação Familiar
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 1
Título
Lisa Parkinson - Mediação Familiar
Autoria
Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios | Ministério da Justiça
Editora
Agora Comunicação
Design Gráfico
AcPrint
Produção Gráfica
AcPrint
Tiragem
500 exemplares
1.ª edição
Março de 2008
Depósito Legal
____________
ISBN
978-989-8024-10-7
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 2
Lisa Parkinson
Mediação Familiar
Ministério da Justiça
Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios
Março de 2008
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 3
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 4
ÍNDICE
NOTAS DE ABERTURA............................................................................................................................................ 7
Filipe Lobo d\u2019Avila
Director do Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios......................................................................... 9
Juan Carlos Vezzulla
Presidente do Conselho Científico do Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal ......................... 11
Capítulo I \u2013 Mediação e conflito ....................................................................................................................... 15
Capítulo II \u2013 Diferentes modelos de mediação familiar .................................................................... 39
Capítulo III \u2013 Comprometer ambas as partes na mediação........................................................... 69
Capítulo IV \u2013 Linguagem e técnicas de comunicação ....................................................................... 101
Capítulo V \u2013 Iniciar a mediação....................................................................................................................... 125
Capítulo VI \u2013 Crianças, adolescentes e mediação familiar ............................................................ 149
Capítulo VII \u2013 Gerir desequilíbrios de poder em mediação ........................................................ 183
Capítulo VIII \u2013 Estratégias para situações de impasse...................................................................... 207
Capítulo IX \u2013 O futuro da mediação familiar......................................................................................... 237
Sinopse da Mediação Familiar em Portugal .............................................................................................. 263
Bibliografia....................................................................................................................................................................... 267
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 5
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 6
NOTAS DE ABERTURA
Filipe Lobo d\u2019Avila
Juan Carlos Vezzulla
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 7
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 8
Filipe Lobo d\u2019Avila
Director do Gabinete para a Resolução Alternativa de Litígios
As primeiras linhas deste texto são dedicadas para expressar o sincero
agradecimento à autora, Lisa Parkinson, pelo consentimento prestado para a
tradução e edição desta obra em Portugal. Anteriormente, o Ministério da Justiça já
tinha beneficiado da sua prestimosa colaboração, disponibilidade e ensinamentos,
quer por ocasião da realização da IV Conferência Meios Alternativos de Litígios, quer
com a publicação do artigo A formação de mediadores familiares no Reino Unido,
na NewsletterDGAE nº4, de Dezembro de 2004. 
Lisa Parkinson é uma personalidade altamente conceituada e de reconhecido
mérito internacional na área da mediação familiar, quer como mediadora familiar quer
como formadora de mediadores familiares, com mais de 25 anos de experiência.
Esta iniciativa editorial para além de prosseguir a missão e atribuições do Gabinete
para a Resolução Alternativa de Litígios, encontra justificação na total ausência de
monografias nacionais versando a temática da mediação familiar e assume particular
relevo no momento propício em que se assume como objectivo para 2008, o
alargamento do Sistema de Mediação Familiar a todo o território nacional.
A obra que agora se publica espelha a experiência e reflexão da autora ao
longo da sua extensa prática como mediadora familiar. O livro começa por
abordar os conceitos básicos de mediação e do conflito, por apresentar diferentes
modelos de mediação familiar, para de seguida explanar diversas técnicas de
mediação familiar, como por exemplo:
1) Comprometer ambas as partes no processo de mediação familiar;
2) Gerir desequilíbrios de poder em mediação;
3) Aplicar estratégias para situações de impasse. 
A obra termina com um capítulo sobre o futuro da mediação, onde se expõe
de forma breve a situação da mediação familiar na Europa, com referência ao
recurso à mediação em situações de disputas internacionais de filhos e a diferentes
9
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 9
tipos de mediação (com deficientes, em situação de cuidados com idosos e em
contendas de heranças). Menciona, ainda, redes informáticas sobre mediação e
diferentes facetas do papel do mediador.
Pelo exposto consideramos que esta obra é indispensável para qualquer
interessado na temática da mediação familiar. 
Com a perspectiva de enriquecer a presente publicação apresentamos no final
uma sinopse da mediação familiar em Portugal.
Por último, resta-nos, uma vez mais, agradecer o fantástico e generoso
contributo da Lisa.
O nosso muito obrigado.
10
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 10
Juan Carlos Vezzulla
Presidente do Conselho Científico do Instituto de Mediação e Arbitragem de Portugal 
Quando Lisa me pediu para redigir a introdução à edição portuguesa de seu
livro tive lembranças que me ligavam a ela e a Portugal. Lembranças de trabalhos
e encontros que começam no ano 2000, na III Conferência do Fórum Mundial de
Mediação, na Sardenha, em Itália. A partir desse Congresso começámos a trabalhar
juntos no Conselho de Administração dessa entidade internacional. 
Casualmente, nesse mesmo ano fui convidado pelo Ministério da Justiça português,
através da recém criada Direcção-Geral da Administração Extrajudicial, para participar
na I Conferência RAL. Desde então Lisa, Portugal e eu continuamos unidos. 
A mediação familiar tem sido o nosso eixo de união e a nossa paixão comum.
Hoje em dia é dificil dar uma definição do que é uma família, pois as grandes
transformações sociais, psicológicas e legais vividas leva-nos a considerar questões
impensáveis até hà poucos anos a trás. Os laços de sangue, ponto de partida para
falar de família no passado, assim como a rígida distribuição de funções entre os
seus membros já não são mais indicadores fundamentais da família. Famílias
monoparentais, homossexuais e a crescente quantidade de casais que optam por
não ter filhos, dão conta de novas composições familiares. Mas fundamentalmente
a passagem do exercício absoluto do poder paternal a uma salutar e democrática
participação de todos os membros na tomada de decisões demonstra claramente
a enorme evolução e a mudança vivida em poucos anos.
Legalmente o Direito de Família passou também por transformações muito
significativas, de espaço privado, onde o pai era dono da mulher e dos filhos, à
situação actual onde mulheres, crianças e adolescentes gozam de direitos especiais
que levam a que seja exercida uma tutela pública quando esses direitos não são
atendidos. Tanto a comunidade que deve denúnciar a miníma suspeita do
desrespeito desses direitos, quanto o Estado que com a criação de espaços
especiais atende os casos de violência doméstica, na protecção dos seus membros,
cuidam do exercício desses direitos com uma tutela especial. 
11
Miolo_17X24.qxp 3/4/08 3:11 PM Page 11
Todas estas características