A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
5.1 fundamentos de enfermagem

Pré-visualização | Página 1 de 13

Livro Eletrônico
Aula 00
Fundamentos de Enfermagem p/ EBSERH (Enfermeiro)
Professor: Regina Barros
00000000000 - DEMO
Enfermagem/Fundamentos/EBSERH 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Regina de Souza Barros ʹ Aula 00 
 
 
Prof. Regina de Souza Barros www.estrategiaconcursos.com.br 1 de 53 
 
AULA 00: Fundamentos de Enfermagem 
 
SUMÁRIO PÁGINA 
1. Apresentação 01 
2. Cronograma 01 
3. Sinais Vitais 
4. Anotação e Evolução de Enfermagem 
5. Higienização das mãos 
6. Oxigenoterapia 
02 
19 
23 
31 
8. Lista das questões apresentadas 41 
9. Gabarito 52 
10.Referências 52 
 
Bem vindos aula à 00 do nosso curso! Preparados para mais uma 
etapa de estudos? É com imensa satifação que damos início ao nosso 
curso de Fundamentos de Enfermagem. Nosso curso abordará conceitos e 
interpretações sobre ao fundamentos de enfermagem para sua aprovação 
para Enfermeiro no Concurso da EBSERH/2016. 
Dito isso, vamos trabalhar esses principais pontos dessa disciplina 
muito abrangente nos últimos concursos de enfermagem. 
 
Vamos ao cronograma: 
 
Observação importante: Este curso é protegido por direitos autorais 
(copyright), nos termos da Lei n.º 9.610/1998, que altera, atualiza e 
consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. 
Grupos de rateio e pirataria são clandestinos, violam a lei e prejudicam 
os professores que elaboram os cursos. Valorize o trabalho de nossa 
equipe adquirindo os cursos honestamente através do site Estratégia 
Concursos. =) 
APRESENTAÇÃO DO CURSO 
Aula 00 
Anotação e evolução de enfermagem; Lavagem das 
mãos; Sinais Vitais; Oxigenoterapia. 
Aula 01 Sondas nasogástricas; Enteral e Vesical. 
Aula 02 
Administração de medicamentos e Calculo de 
medicações. 
Aula 03 Curativos. 
00000000000 - DEMO
Enfermagem/Fundamentos/EBSERH 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Regina de Souza Barros ʹ Aula 00 
 
 
Prof. Regina de Souza Barros www.estrategiaconcursos.com.br 2 de 53 
 
3. Sinais Vitais 
 
As alterações funcionais do organismo são refletidas nos sinais 
vitais podendo sugerir doenças logo, devemos verificar e anotar os sinais 
vitais (SSVV) com presteza e atenção: Pulso, Respiração, Temperatura e 
Pressão Arterial. 
Pulso e Frequência cardíaca 
 O pulso é considerado um importante parâmetro dos sinais vitais, 
pois, as oscilações da pulsação, podem trazer informações significativas 
sobre estado do paciente. O sangue é impulsionado do ventrículo 
esquerdo para a aorta e provoca oscilações ritmadas em toda a extensão 
da parede arterial, que podem ser sentidas quando comprimimos a artéria 
contra uma estrutura dura (osso), onde pode ser verificado a freqüência, 
o ritmo e força que o sangue exerce ao passar pela artéria. Podem 
interferir na medição do pulso as emoções, os exercícios físicos e a 
alimentação, oscilando entre recém nascidos, crianças e adultos. 
Faz-se a verificação do pulso sobre a artéria radial e, 
eventualmente, quando o pulso está filiforme, sobre as artérias mais 
calibrosas como a carótida e a femoral. Outras artérias, como a temporal, 
a facial, a braquial, a poplítea e a pedial também possibilitam a 
verificação do pulso. 
 
Fonte: http://enfermagembio.blogspot.com.br 
00000000000 - DEMO
Enfermagem/Fundamentos/EBSERH 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Regina de Souza Barros ʹ Aula 00 
 
 
Prof. Regina de Souza Barros www.estrategiaconcursos.com.br 3 de 53 
O pulso apresenta as seguintes denominações: 
x Normocardia: é regular, ou seja, o período entre os batimentos se 
mantém constante; 
x Bradicardia: freqüência cardíaca abaixo da normal; 
x Taquicardia: freqüência cardíaca acima da normal; 
x Taquisfigmia: pulso fino e taquicárdico; 
x Bradisfigmia: pulso fino e bradicárdico; 
x Filiforme: pulso fino. 
 
Valores de Referencia segundo a Organização mundial de saúde 
(OMS): 
Recém- nascidos 120-180 bpm 
Lactentes 120-160 bpm 
Crianças 90-140 bpm 
Pré-escolar 80-110 bpm 
Idade escolar 75-100 bpm 
Adolescentes 60-90 bpm 
Adultos 60-100 bpm 
 
 
1- EBSERH ± NACIONAL/ AOCP/ ENFERMEIRO/ PERFUSIONISTA/2016 
A bradicardia é uma frequência cardíaca lenta em comparação com a 
faixa de normalidade para a idade e o nível de atividade da criança. É 
um sinal indicativo de Parada Cardiorrespiratória (PCR) iminente em 
bebês e crianças, especialmente quando associada à instabilidade 
hemodinâmica. O enfermeiro deve estar atento aos sinais de 
comprometimento cardiopulmonar relacionados à bradicardia. Assinale 
a alternativa que apresenta um desses sinais. 
(A) Hipertensão. 
(B) Manutenção do nível de consciência. 
(C) Perfusão inadequada dos órgãos-alvo. 
(D) Manutenção do padrão e frequência respiratória. 
(E) Perfusão periférica satisfatória. 
 
Comentários: Na questão descrita o enfermeiro deve estar monitorando 
sinais de piora em pacientes com bradicardia como cianose, sonolência, 
fraqueza, rebaixamento do nível de consciência, sinais que indicam uma 
perfusão inadequada de órgãos alvo. 
Gabarito: C 
00000000000 - DEMO
Enfermagem/Fundamentos/EBSERH 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Regina de Souza Barros ʹ Aula 00 
 
 
Prof. Regina de Souza Barros www.estrategiaconcursos.com.br 4 de 53 
2-CNEN/ CNEN/ENFERMEIRO/2014 
Os sinais vitais são os sinais das funções orgânicas básicas, os clínicos de 
vida, que refletem o equilíbrio ou o desequilíbrio resultante das interações 
entre os sistemas do organismo e uma determinada doença. Sobre os 
sinais vitais, marque a afirmativa correta. 
A) A bradisfigmia é considerada como pulso fino e taquicárdico. 
B) A pressão arterial diastólica em adulto considerada normal é de 100 
mmHg. 
C) A frequência cardíaca identifica o ritmo cardíaco, como a bradicardia 
no adulto, que tem uma frequência maior que 120 bpm. 
D) Em relação à aferição do pulso, as irregularidades rítmicas podem ser 
observadas em pacientes com extrassistolias, bi ou trigeminadas. 
E) Os locais para verificação do pulso são: temporal, carotídea, radial, 
apical, ulnar, braquial, femoral, poplítea e pediosa, sendo os mais 
comuns: temporal e poplítea. 
Comentários: Mais uma questão que traz termos técnicos e valores de 
SSVV, devemos sempre revisar os termos e os valores para ser uma 
questão acertada sem dificuldades então vamos lá! 
 
Bradisfigmia: pulso fino e bradicárdico <60 ipm; 
Pressão Normal: Sistólica- < 130; Diastólica- < 85; 
Bradicardia no adulto: frequência menor que 60 ipm. 
Locais para verificação do pulso são: temporal, carotídea, radial, 
apical, ulnar, braquial, femoral, poplítea e pediosa, sendo os mais 
comuns: radial e carotídea. O item correto refere- se a aferição do pulso 
onde podem ser encontradas irregularidades em pacientes com 
extrassistolias, bi ou trigeminadas, um pulso alterado pode ser sinal de 
arritmia grave quando acompanhado de tontura. 
 
Gabarito: D 
 
Frequência respiratória 
 
A freqüência respiratória normalmente é realizada seguida ao 
controle do pulso, para evitar que o paciente perceba e altere o resultado, 
deve- se contar o número de respirações no período de um minuto, 
observando-se os movimentos torácicos. Cada respiração compreende o 
movimento de inspiração e expiração. 
É importante observar características que indicam normalidade da 
respiração, como intervalos regulares entre a inspiração e expiração, 
00000000000 - DEMO
Enfermagem/Fundamentos/EBSERH 
Teoria e exercícios comentados 
Prof. Regina de Souza Barros ʹ Aula 00 
 
 
Prof. Regina de Souza Barros www.estrategiaconcursos.com.br