PSICOLOGIA DA SAÚDE
4 pág.

PSICOLOGIA DA SAÚDE


DisciplinaPsicologia da Saude 2102 materiais242 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Verifica-se, ainda, o enfoque nas situações atuais e recentes na vida do paciente. Então, devemos ressalvar que, o entendimento da pessoa como singular (um ser único, com características particulares) não tem o propósito de o distanciar ou desfasar do mundo em que vive. Pelo contrário, deve referir-se que é dado especial enfoque à natureza da existência humana, focando a experiência-vivida na atualidade e em contato com o outro (Cooper,2003)". Acerca destas afirmações sobre a prática clínica da Psicologia Humanista Existencial assinale a resposta INCORRETA:
		
	 
	A Psicologia Humanista Existencial refere-se a experiências da vida infantil.
	
	A Psicologia Humanista Existencial Humanista tem como foco a vivência atual.
	
	A Psicologia Humanista Existencial enfatiza a pessoa em sua singularidade.
	
	A Psicologia Humanista Existencial favorece o potencial de escolha do cliente.
	
	A Psicologia Humanista Existencial enfatiza a liberdade de escolha.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201610262706)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	
As terapias são abordagens clínicas têm como objetivo a modificação subjetiva e uma nova relação da pessoa com seu sofrimento.
A psicanálise é uma das abordagens clínicas que buscam mudanças subjetivas no sujeito. Esta mudança subjetiva obtida pela terapia psicanalítica tem como premissa:
		
	
	
Que a pessoa reordena suas crenças
	
	
Que a pessoa modifica seu modo de existir
 
 
	
	
Que a pessoa modifica seu comportamento
	
	
Que a pessoa modifica sua visão de mundo
 
	 
	
Que a pessoa resignifca seus pensamentos
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201607492622)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Pouco mais de 200 anos após a morte de São Tomás de Aquino, tem início uma época de transformações radicais no mundo europeu. É o Renascimento ou Renascença. As transformações ocorrem em todos os setores da produção humana.As ciências também conhecem um grande avanço.René Descartes (1596-1659): um dos filósofos que mais contribuiu para o avanço da ciência. Ele postulou a separação entre:
		
	
	A razão e emoção.
	
	O corpo e a razão.
	
	A mente e a emoção.
	 
	A mente e o corpo.
	
	A emoção e o corpo.
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201607494476)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	O filósofo e médico francês, Canguilhem nos propõe pensar as questões de cada sujeito singular e sua avaliação subjetiva. Ele mostra que a divisão entre normal e patológico não é externa ao próprio sujeito e que há uma subjetividade atuante tanto no que é saúde como no que é doença. Ao enfatizar a interpretação singular de cada sujeito do seu próprio processo saúde-doença , o sujeito é tomado como sua própria norma Porque Há sempre uma fronteira nítida entre o normal e o patológico Acerca destas afirmações, assinale a resposta correta:
		
	
	As duas afirmações são verdadeiras e a segunda é uma justificativa correta da primeira
	
	E- Tanto a primeira como a segunda são afirmações falsas.
	
	A primeira é uma afirmação falsa e a segunda uma afirmação verdadeira
	
	As duas afirmações são verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da primeira
	 
	A primeira afirmação é uma proposição verdadeira e a segunda uma proposição falsa
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201607433875)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Júlio de Mello Filho considera que o núcleo central do conceito de somatização enquanto fenômeno patológico: I- Não está relacionado apenas à presença de sintomas físicos medicamente inexplicáveis; II- Está relacionado a alterações corporais com presença de sofrimento emocional, e até mesmo transtornos mentais; III- Não tem relação alguma com questões emocionais.
		
	
	As afirmativas I e III estão corretas.
	
	Somente a afirmativa III está correta.
	 
	As afirmativas I e II estão corretas.
	
	As afirmativas II e III são falsas.
	
	Somente a afirmativa I está correta.
	
	
	
	6a Questão (Ref.:201610280744)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	A necessidade de explicação do fenômeno saúde/doença através de uma leitura marxista da situação, fez com que a teoria da unicausalidade caísse no descrédito, possibilitando o surgimento de uma epidemiologia mais abrangente, a teoria da:
		
	 
	B - Multicausalidade;
	
	A - Causalidade;
	
	E - Sem causalidade.
	
	D - Funcionalidade;
	
	C - Fatoralidade;
	
	
	
	7a Questão (Ref.:201607516385)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	M, casada com três filhos. Apresentava um quadro de lúpus que já havia indícios de neuropatia. Era uma paciente muito tensa e insegura com a doença, com a vida, com o marido, principalmente por ser este um homem branco e ela uma pessoa de cor... (sua) mãe era "preta, feia e pobre" que viveu amasiada com seu pai" branco, rico e alemão[...] numa quarta gestação resolveu fazer um aborto. Consumado este, começou a se sentir deprimida "sentindo frio no corpo todo". Esta depressão continuou com o início do quadro lúpico, que a substituiu. (Mello, 2002 p.115) Considerando o relato deste caso clínico analise estas afirmações.
I-M. constrói sua visão de mundo a partir de sua história, mas esta história vem também inscrita no corpo.
II- O caso de M. evidencia como o corpo é capturado num mundo simbólico pelas vivências do sujeito.
III- O caso de M. evidencia que o somático se organiza simbolicamente no corpo.
IV- O caso de M evidencia que a causa de sua depressão se expressa em seu corpo com o lúpus.
V- O caso de M. evidencia que as doenças psicossomáticas são a forma radical se expressar com o corpo.
É correto apenas o que se afirma em:
		
	
	I,II,III,,V
	
	I,II,III
	 
	I,II,III,IV,V
	
	I, II,V.
	
	II,III.IV,V,
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	8a Questão (Ref.:201607858788)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Para lidar com as exigências da vida, e ao mesmo tempo satisfazer nossos desejos inconscientes, nós seres humanos precisamos dar conta desses afetos. Assim, cria-se mecanismos de defesa, para evitar um sofrimento insuportável e procurar uma adaptação possível. Estes mecanismos servem para evitar conflitos ou para mantê-los em um grau mínimo, para evitar gerar ansiedade. Assim é que todos nós criamos uma estratégia de lidar com as exigências da vida: algumas delas incidem no corpo, e levam ao aparecimento de doenças que chamamos de:
		
	
	transtorno de ansiedade generalizada.
	
	estresse pós traumático.
	 
	psicossomáticas.
	
	psicoses.
	
	transtorno de humor.
	
	
	
	9a Questão (Ref.:201607907327)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Dentre as defesas que o sujeito pode mobilizar para enfrentar o estresse de forma positiva um dos mais relevantes é o conceito de coping. Este conceito tem sido descrito como o conjunto de estratégias utilizadas pelas pessoas para adaptarem-se a circunstâncias adversas ou estressantes. Analise as afirmações abaixo no que diz respeito de coping:
I- O coping é um processo de interação entre o indivíduo e o ambiente.
II- Sua função é de administração da situação estressora.
III- Os processos de coping pressupõem a noção de avaliação.A situação estressante é percebida e interpretada mentalmente.
IV-O processo de coping implica a administração e redução das demandas.
V-O processo de coping implica na mobilização de esforços cognitivos e comportamentais.
 É correto apenas o que se afirma em:
		
	
	I,II,III,V
	
	I,II
	
	I, II,V
	 
	I,II,III,IV,V
	
	II,III,IV,V,
	
	
	Gabarito Coment.
	
	
	
	
	10a Questão (Ref.:201610263039)
	Acerto: 1,0  / 1,0
	Na Síndrome de Adaptação geral descrita por Selye a fase de exaustão corresponde:
		
	
	
A ativação do mecanismo de enfrentamento/fuga
	
	
Ao desencadeamento de uma defesa automática
 
	 
	 
A vulnerabilidade