A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Pseudomonas Aeruginosas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Pseudomonas aeruginosa
Bacteriologia IV - F1
Farmácia
2018.1
Alunos:
Bruno Vieira
Bárbara Lacerda
Caiane Alves
Thamires Lopes
Gabriel Soares
Introdução
● Carle Gessard - piocianina
● Infecções oportunistas - IRAS
● Localização
Taxonomia e Espécies
● Família: Pseudomonaceae
● Gênero: Pseudomonas
● Espécies mais comuns: P. paucimobilis, P. 
putida, P. fluorecens , P. acidovorans e P. 
aeruginosas
● Afiliadas filogeneticamente à P. 
aeruginosa: P. alcaligenes, P. mendocina, P. 
pseudoalcaligenes e P. plavescens
Estrutura e Fisiologia
● Gram-negativo, baciliforme, aeróbica, móveis
● Inflamações nosocomiais
● Patógeno oportunista
● Sobrevive em muitos ambientes 
● Resistentes a muitos antibióticos e antissépticos
● Fímbrias ou pili;
● Flagelo;
● Cápsula polissacarídica;
● Proteases;
● Fosfolipase C;
● Hemolisina;
● Toxina A;
● Endotoxina (lipopolissacarídeo – LPS);
● Patógeno extracelular;
● Tropismo por células epiteliais;
● A infecção é facilitada pela presença de uma 
doença base ou por falha no sistema de 
defesa inespecífico do hospedeiro;
Patogênese e imunidade
Patogênese e imunidade
Patogênese e imunidade
Manifestações clínicas
Manifestações clínicas
Manifestações clínicas
Diagnóstico laboratorial
● Cultura em ágar 
Mueller-Hinton
- coloração verde–azulada, 
pioverdina e piocianina
- coloração marrom pelo 
pigmento piomelanina
● Cultura em ágar sangue:
- hemólise beta
- pigmento verde
- odor semelhante ao de uva
Diagnóstico laboratorial
● Teste de atividade bioquímica
- reação de oxidase positiva
- reação catalase positiva
● Antibiograma
● Associação de medicamentos
● Resistentes a muitos antibióticos 
e antissépticos
● Ceftazidima e Amicacina
Tratamento
● É um dos principais agentes de infecção nosocomial em hospitais brasileiros
● Prefere ambientes úmidos tanto em seu habitat natural (água, solo, vegetais) e no 
corpo humano (períneo, axila e ouvido)
● Pode se proliferar em água destilada e mineral
● Em ambiente hospitalar é frequente em aparelhos respiratórios, soluções de 
limpeza, nos desinfetantes e banheiras
● As medidas de controle de infecção hospitalar devem ser concentradas na 
prevenção da contaminação de equipamentos estéreis e na transmissão; uso 
desnecessário de antibióticos de amplo espectro pode selecionar organismos 
resistentes.
Epidemiologia, Prevenção e Controle