A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
1 pág.
PROVA MATRIZ OBJETIVA - Filosofia do Conhecimento para Administração - ADMINISTRAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 1

PROVA MATRIZ OBJETIVA - Filosofia do Conhecimento para Administração - ADMINISTRAÇÃO -
24/11 a 12/12/2014
Disciplina(s):
FILOSOFIA DO CONHECIMENTO PARA ADMINISTRAÇÃO
Data de início:
Prazo máximo entrega:
Data de entrega:
Questão 1/10
Analise a seguinte citação: “a ciência é vã diante da amplidão divina”.
A quem poder-se-ia destinar essa frase?
A Aristóteles.
B Santo Agostinho.
C Sócrates.
D Platão.
Questão 2/10
Entre os antigos, principalmente Aristóteles, a metafísica designava o estudo dos seres que estão para além da natureza,
isto é, a sociedade. Entretanto, a antiga metafísica perdeu suas características na Idade Média, ou seja, deixou de ser o
estudo do homem, como entendia Aristóteles, e passou a ser entendida de que forma? Assinale a alternativa correta.
A O estudo do homem na natureza.
B O estudo filosófico de Deus.
C O estudo filosófico da alma.
D O estudo da mente.
Questão 3/10
Analise as opções a seguir e assinale a alternativa correta.
Qual é o filósofo autor da conhecida frase canônica “Tudo o que sei é que nada sei.”?
A Sócrates.
B Aristóteles.
C Epicuro.
D Platão.
Questão 4/10
Por que Hegel procurou superar a filosofia de Kant?
Assinale a alternativa correta.
A Hegel foi um grande crítico da filosofia kantiana no que concerne ao estatuto da subjetividade.
B Hegel não concorda quando Kant afirma que a ciência está aberta para todos os homens.
C Tanto para Hegel quanto para Kant, a verdade do ser é a essência, mas não está na superação do
meramente individual.
D Hegel era desfavorável à Revolução Francesa.
Questão 5/10
Analise as alternativas a seguir e assinale a opção correta.
Qual era a concepção de homem que vigorava na Idade Média?
A O homem racional.
B O homem cristão.
C O homem irracional.
D O homem mortal.
Questão 6/10
Analise as opções a seguir e assinale a alternativa correta.
Quem é o autor da célebre obra “Confissões”?
A Boécio.
B Santo Agostinho.
C Cassirer.
D Platão.
Questão 7/10
Qual era a concepção de homem do Iluminismo?
Analise as opções a seguir e assinale a alternativa correta.
A Racional, antropocêntrico, crítico e prático.
B Emocional, antropocêntrico, crítico e teórico.
C Racional, teocêntrico, crítico e teórico.
D Emocional, teocêntrico, passional e prático.
Questão 8/10
Aristóteles acreditava que o homem deveria ser ético, pois a partir daí ele passaria a ter a noção do justo e injusto,
tornando-se virtuoso e podendo agir na sociedade no intuito de contribuir para o bem comum. Ele também acreditava que
os valores éticos são absorvidos a partir do raciocínio indutivo, pois com a convivência em sociedade e a partir de
experiências de convívio, o indivíduo passa a ter a noção de justo e injusto.
Sendo assim, no que se refere à concepção de homem e humanidade para Aristóteles, marque V para as
alternativas verdadeiras e F para as falsas. Em seguida, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta.
( ) A perspectiva de Aristóteles é a de toda humanidade, exceto o mundo helênico.
( ) O objeto de Aristóteles é toda a humanidade, não se limitando apenas à cidade em que habitava.
( ) O homem de Aristóteles era o homem helênico.
( ) A perspectiva de Aristóteles não é a de toda humanidade, senão apenas do mundo helênico.
A V – F – V – F
B F – F – V – V
C F – F – F – V
D V – V – F – F
Questão 9/10
Analise as assertivas e, em seguida, marque a resposta correta.
Sobre os pressupostos históricos para a concepção cristã do homem é correto afirmar que:
 I. se instauram as relações feudais, após a dissolução das sociedades antigas.
II. a religião católica detém o monopólio cultural durante a Idade Média.
III. o racionalismo clássico continua a vigorar em meio aos filósofos nos primórdios da Idade Média.
A Apenas os itens I e II estão corretos.
B O item I é o único certo.
C O item III é o único certo.
D Apenas o item II está correto.
Questão 10/10
Assinale os fatores históricos que precedem a concepção de homem do Iluminismo.
A As revoluções burguesas e a permanência dos aristocratas no poder público.
B A permanência dos aristocratas no poder público.
C As revoluções burguesas e a instauração derradeira da ordem capitalista.
D A derrota da burguesia na tentativa de romper com os resquícios medievais.
Você acertou!
Essa visão pertence ao Santo Agostinho (ver pág. 50).
Você acertou!
De acordo com o livro (pág. 48) a metafísica passou a ser o estudo filosófico de Deus.
Você acertou!
A retórica dialética é a fecunda herança socrática em Platão, é a constante indagação acerca de si mesmo; para
Sócrates, o homem está em eterno processo de questionamentos. (página 25)
Você acertou!
A alternativa correta descreve que Hegel foi um grande crítico da filosofia kantiana no que concerne ao estatuto da
subjetividade (página 105).
Você acertou!
Tendo em vista a correlação das forças espirituais, a concepção de homem que vigorava na Idade Média dizia
respeito ao cristianismo (pág. 48).
Você acertou!
O autor de Confissões é o Santo Agostinho (pág. 50).
De acordo com o livro (página 94), a concepção de homem apresentada por Hume para o Iluminismo é: racional,
antropocêntrico, crítico e prático.
De acordo com o livro didático, página 27, a perspectiva de Aristóteles não é a de toda humanidade, senão
apenas do mundo helênico. Sendo assim, a alternativa que aponta que a perspectiva é a de toda humanidade
está incorreta. Além disso, Aristóteles realmente não se limita aos portões da cidade em que habita, mas seu
objeto não é toda a humanidade, e sim a humanidade da civilização helênica.
A desagregação das sociedades antigas durou séculos e gradativamente deram lugar a uma nova modalidade de
organização social. Aos poucos, na medida em que as invasões se intensificavam, as relações comunitárias dos
bárbaros germânicos foram se entrelaçando com a antiga formação dos romanos, originando, assim, o feudalismo
(ver pág. 46). A igreja católica não perdeu seu poder adquirido durante o Império Romano, o cristianismo primitivo
ascendeu à força cultural preponderante na Roma antiga e persistiu assim na nova organização social (ver pág.
47). A concepção de homem que vigorava na Idade Média dizia respeito ao cristianismo e não mais ao
racionalismo clássico (ver pág. 48).
Grandes revoluções nas ideias filosóficas vieram à tona. Os filósofos humanistas tomaram parte a favor do
progresso burguês contra a estagnação aristocrática (página 90).
AVA UNIVIRTUS
1 of 1 4/16/2015 2:35 PM