Segurança Aula 6
11 pág.

Segurança Aula 6

Disciplina:Qsms - Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e Saúde32 materiais91 seguidores
Pré-visualização2 páginas
20/09/2017

1

Técnico em Química

Segurança, Meio Ambiente e Saúde
Prof. Edil Lins
Aula 6

1

Temas
• NR‐6
• Primeiros Socorros
• Prevenção de combate a incêndios
• SGA‐ Sistema de Gestão ambiental
• ISO ‐ 14000

2

20/09/2017

2

Risco e Exposição da Interação Química

Risco: é a probabilidade do efeito tóxico inerente de uma
substância química aparecer em um sistema biológico exposto.
Os elementos para avaliação do risco são: propriedades físico-
químicas da substância, vias de exposição propriedades
metabólicas, efeitos toxicológicos, resultados de exposições
imediatas e prolongadas em animais e resultados de estudos no
homem.

Exposição: é o contato do organismo com uma determinada
substância tóxica. Estão relacionadas à exposição: as diversas
vias de penetração das substâncias, a frequência, a duração e a
dose.

PROTEÇÃO DO TRABALHADOR
As substâncias muito tóxicas podem ser utilizadas de maneirasegura. Isto depende de alguns fatores:

 Processo – condições favoráveis à expansão das substânciaspodem aumentar o risco tóxico, por isso o enclausuramentorepresenta maior segurança. Altas temperaturas e pressões, poroutro lado, significam maior risco. Substâncias mais voláteistambém representam mais risco.
 Ambiente – ventilação, exaustão, presença de anteparos e outrascondições no local, podem diminuir o contato do homem com assubstâncias.
 Organização do trabalho – a forma como o trabalho é organizadopode implicar em um número menor de pessoas envolvidas emoperações de maior risco ou maior proximidade da fonte tóxica.

20/09/2017

3

PROTEÇÃO DO TRABALHADOR
Procedimentos – a maneira de realizar determinadas ações
representa maior ou menor risco, e esta é uma das bases do
procedimento seguro.

Equipamentos – a manutenção dos equipamentos é importante
no controle de risco, uma vez que contribui para a prevenção de
acidentes que envolvam vazamentos e outros eventos de risco.

Uso de E.P.I – o equipamento de proteção individual impede o
contato entre o agente tóxico e o organismo humano e assim
reduz o risco tóxico.

20/09/2017

4

LEGISLAÇÃO E NORMAS
REGULAMENTADORAS – NR’s

As Normas Regulamentadoras são de observância obrigatória,
tanto para as empresas, pessoas jurídicas, quanto por qualquer outro
que possua empregados regidos pela CLT.

A seguir estão relacionadas todas as Normas
Regulamentadoras vigentes no Brasil:

 NR 1 – Disposições Gerais: especifica as competências do poder
público, das empresas e dos empregados quanto à preservação da
saúde do trabalhador.

 NR 2 – Inspeção Prévia: estabelece procedi- mentos para a
aprovação de instalações, antes que um novo estabelecimento
entre em atividade.

Normas Regulamentadoras
 NR 3 – Embargo ou Interdição: confere poderes para interrupção de

atividades que apresente grave e iminente risco de acidentes

 NR 4 – SESMT: estabelece as exigências e critérios para
constituição do Serviço Especializado em Engenharia de Segurança
e Medicina do Trabalho.

 NR 5 – CIPA: estabelece as exigências e critérios para constituição
da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes.

 NR 6 – EPI: estabelece as exigências feitas às empresas e aos
empregados com relação ao uso dos equipamentos de proteção
individual.

20/09/2017

5

 NR 7 – PCMSO: estabelece as diretrizes para elaboração eimplementação do Programa de Controle Médico de SaúdeOcupacional.
 NR 8 – Edificações: estabelece critérios mínimos a seremobservados nas edificações, visando garantir a segurança e oconforto das pessoas que ali trabalharão.
 NR 9 – PPRA: estabelece as diretrizes para elaboração eimplementação do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais.
 NR 10 – Instalações e Serviços em Eletricidade: especificaexigências mínimas com vistas a garantir a segurança dostrabalhadores cujas atividades envolvam o manuseio deinstalações elétricas, em suas diversas etapas, incluindo projeto,execução, operação, manutenção, reforma, ampliação e ainda asegurança de usuários e de terceiros.

Normas Regulamentadoras

 NR 11 – Transporte, Movimentação, Armazenagem e Manuseio de
Materiais: estabelece requisitos de segurança para operações de
elevadores, guindastes, transportadores industriais e máquinas
transportadoras.

 NR 12 – Máquinas e Equipamentos: estabelecem critérios para o
uso seguro de máquinas e equipamentos, incluindo sistemas de
proteção, dispositivos de acionamento e arranjo físico.

 NR 13 – Caldeiras e Vasos de Pressão: especifica as exigências de
operação e manutenção de caldeiras e vasos de pressão, incluindo
a o treinamento e a habilitação dos operadores.

 NR 14 – Fornos: especifica as exigências de uso e manutenção em
fornos industriais que utilizem combustíveis gasosos ou líquidos.

Normas Regulamentadoras

20/09/2017

6

 NR 15 – Atividades e Operações Insalubres: trata das atividades
que, por conclusão de investigações técnicas, qualitativas ou
quantitativas, possam gerar condições insalubres decorrentes de
agentes de risco de natureza física, química ou biológica.

 NR 16 – Atividades e Operações Perigosas: trata das atividades
que, mediante investigações técnicas, exponham os trabalhadores
a riscos envolvendo explosivos, inflamáveis, radiações ionizantes
e eletricidade.

 NR 17 – Ergonomia: estabelece critérios que permitam a
adaptação das atividades laborativas às condições
psicofisiológicas dos trabalhadores, visando ao conforto,
segurança e eficiência desses trabalhadores.

 NR 18 – Condições e Meio Ambiente do Trabalho na Indústria da
Construção: estabelece diretrizes com vistas à implementação de
medidas de prevenção de acidentes nas atividades de construção
civil.

Normas Regulamentadoras

 NR 19 – Explosivos: especifica as exigências para manuseio e
armazenamento de explosivos.

 NR 20 – Líquidos Combustíveis e Inflamáveis: especifica as
exigências para manuseio e armazenamento de líquidos
combustíveis e inflamáveis, inclusive gás liquefeito de petróleo.

 NR 21 – Trabalhos a Céu Aberto: estabelece as exigências com
vistas à proteção dos trabalhadores contra as intempéries.

 NR 22 – Segurança e Saúde Ocupacional na Mineração:
estabelece as exigências a serem cumpridas com vistas a tornar
compatível o planejamento e o desenvolvimento da atividade de
mineração com a busca permanente da segurança e saúde dos
trabalhadores.

Normas Regulamentadoras

20/09/2017

7

 NR 23 – Proteção Contra Incêndios: estabelece os procedimentos
para prevenção e combate a incêndios, visando à segurança das
instalações e das pes- soas nos locais de trabalho.

 NR 24 – Condições Sanitárias e de Conforto nos Locais de
Trabalho: regulamenta as exigências com relação às instalações
sanitárias, incluindo banheiros, alojamentos, refeitórios, chuveiros,
vestiários, cozinha, etc., a fim de assegurar condições de conforto e
higiene dos trabalhadores.

 NR 25 – Resíduos Industriais: estabelece as exigências feitas às
empresas com relação à liberação de poluentes na forma de
energia, gases, líquidos ou sólidos nos ambientes de trabalho ou no
ambiente externo.

Normas Regulamentadoras

 NR 26 – Sinalização de Segurança: estabelece procedimentos aserem seguidos pelas em- presas com vistas a padronizar assinalizações educativas e de advertência, dentro dosestabelecimentos, de modo a visar à prevenção de acidentes.
 NR 27 – Registro Profissional do Técnico de Segurança noMinistério do Trabalho: trata, exclusivamente, do registroprofissional do técnico de segurança do trabalho no Ministério doTrabalho e Emprego.
 NR 28 – Fiscalização e Penalidades: estabelece as penalidades eos critérios de aplicação das mesmas, para o caso de não cumpri-mento das normas regulamentadoras (NR).
 NR 29 – Segurança e Saúde no Trabalho Portuário: trata,exclusivamente, da prevenção de acidentes de trabalho e doençasassociadas ao trabalho dos empregados que exercem atividadesportuárias.