A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
AP1 2018  2 PORTUGUÊS 1

Pré-visualização | Página 1 de 1

Fundação Centro de Ciências e Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro 
Centro de Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro 
Universidade Federal Fluminense 
Curso de Licenciatura em Letras- UFF / CEDERJ 
 
 
Disciplina: Português 1 
Coordenador: Rosane Monnerat 
 
AP 1 – 2018. 2 
 
 
Aluno(a): _______________________________________________________ 
 
Polo: _______________________________ Matrícula ________________ 
 
Nota: _______________ 
 
 
 
Leia o texto seguinte, extraído da revista SUPER Interessante, de julho de 2018, página 24. 
 
Você tem medo de avião? 
 
 Muita gente tem, ao menos, um pouquinho. Mas não deveria: as estatísticas mostram que, 
ao embarcar num avião, a sua chance de morrer é de apenas uma em 10 milhões. E de hospital, 
você tem medo? A maioria das pessoas não tem, pois acha que nada de errado acontecerá. Só 
que acontece: segundo a Organização Mundial de Saúde, um em cada 300 pacientes morre por 
consequência de erros médicos. Ou seja, pegar um avião é 33 mil vezes mais seguro do que ser 
internado. Um estudo da universidade Johns Hopkins constatou que o erro médico mata 251 mil 
pessoas por ano nos EUA (onde ele é a terceira maior causa de morte, só perdendo para infarto 
e câncer). É como se, todo santo dia, caíssem dois Boeings 747, sem deixar nenhum sobrevivente. 
No Brasil, o cenário pode ser ainda pior. Uma pesquisa realizada pela Universidade Federal de 
Minas Gerais (UFMG) e pelo Instituto de Estudos de Saúde Complementar (Iess) estimou que, em 
2015, 434 mil brasileiros tenham morrido devido a erros no atendimento médico – que são a maior 
causa de óbito no País. Outra pesquisa, também feita em 2015, chegou a um número menor: 104 
mil mortes anuais. Mas ela é focada em hospitais particulares. O número maior, infelizmente, é o 
mais preciso. 
 Esses dados são estimativas, ou seja, os pesquisadores analisam uma amostra de casos, 
calculam o percentual de erros e extrapolam para o total de pacientes em cada país. 
 Mas as estatísticas são consistentes: vários estudos, em vários lugares do mundo 
costumam chegar a índices parecidos. Erro médico é um problema gigantesco, e que não recebe 
a devida atenção (se dois Boeings despencassem a cada dia, a aviação já teria sido 
profundamente reformulada). Mas como ele pode ser tão comum, se os médicos recebem uma 
formação tão rigorosa e têm acesso a ferramentas tão avançadas? O primeiro passo para 
encontrar a resposta é mais simples que parece: está na própria definição de erro médico. (...) 
 
1) Identifique o referente das formas sublinhadas e, a seguir, reconheça o mecanismo de coesão 
textual empregado: 
a) Um estudo da universidade Johns Hopkins constatou que o erro médico mata 251 mil pessoas 
por ano nos EUA (onde ele é a terceira maior causa de morte, só perdendo para infarto e câncer). 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
b) No Brasil, o cenário pode ser ainda pior. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
c) Outra pesquisa, também feita em 2015, chegou a um número menor: 104 mil mortes anuais. 
Mas ela é focada em hospitais particulares. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
 
2) A coesão temporal consiste no encadeamento dos enunciados em relação à localização 
temporal e realiza-se por meio da correlação dos tempos verbais. Explique se, no enunciado 
seguinte, manifesta-se a coesão temporal e por que tal mecanismo ocorre. 
 
Se dois Boeings despencassem a cada dia, a aviação já teria sido profundamente reformulada. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
 
3) Observe a expressão sublinhada no enunciado a seguir. Essa expressão pode ser considerada 
um conector? 
Que valor semântico expressa? 
A maioria das pessoas não tem, pois acha que nada de errado acontecerá. Só que acontece: 
segundo a Organização Mundial de Saúde, um em cada 300 pacientes morre por consequência 
de erros médicos. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
 
 Observe a peça publicitária seguinte para responder às questões 4 e 5: 
 
 
 (Imagem extraída da internet) 
 
4) Identifique o tipo de ambiguidade. Explique. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
5) Faça um comentário acerca do “sentido de língua” e do “sentido de discurso”, tomando por base 
a expressão: “A batata da onda”. 
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________ 
____________________________________________________________________________