OBJETIVA FINAL LIBRAS
6 pág.

OBJETIVA FINAL LIBRAS

Disciplina:Prova Objetiva Regular - Libras20 materiais220 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Acadêmico:
	Alessandra de Souza Ortiz (1392905)

	Disciplina:
	Língua Brasileira de Sinais - Libras (MAT52)

	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual Semipresencial ( Cod.:432233) ( peso.:3,00)

	Prova:
	7922689

	Nota da Prova:
	10,00

Gabarito da Prova:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada
Parte superior do formulário
	1.
	Ter um filho surdo é um grande desafio para os pais, principalmente quando ele inicia o processo de escolarização. É dever do poder público garantir o acesso à educação inclusiva nas escolas. Entretanto, para que a aprendizagem efetivamente aconteça, a família também precisa assumir, com a instituição escolar, o seu papel. Partindo desse pressuposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:

(    ) Os pais não devem se preocupar em buscar uma escola que atenda às necessidades educacionais dos seus filhos surdos.
(    ) As crianças com deficiência auditiva desfrutam dos mesmos direitos à escolarização como as demais crianças.
(    ) Em geral, os pais desconhecem seus direitos diante da educação formal de seus filhos, consequentemente, faltam-lhes argumentos para usufruir, com propriedade, do exercício desse direito subjetivo: a educação. 
(    ) Quando uma criança surda entra na escola, o mais importante é poder contar com o apoio incondicional da família, assim como da rede escolar.

Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

	 a)
	V - F - V - F.

	 b)
	V - V - F - F.

	 c)
	F - F - F - V.

	 d)
	F - V - V - V.

	2.
	Segundo os estudos linguísticos, para dar significado a uma língua, existe um sistema de representação ou símbolos que resulta em uma escrita dessa língua. Na Libras também encontramos símbolos para representar sua escrita criada nos Estados Unidos, por volta do ano de 1974. Sobre essa escrita, assinale a alternativa CORRETA:

	 a)
	Registros mostram que os pesquisadores dos Estados Unidos com um grupo de surdos aprendendo a escrita dos sinais, chamada "sign línguas".

	 b)
	Com base nesses registros, pesquisadores dos Estados Unidos com um grupo de surdos, aprenderam a escrita dos sinais, chamada "sign writing".

	 c)
	Com base nesses registros, pesquisadores dos Estados Unidos com um grupo de surdos, aprenderam a escrita dos sinais, chamada "sinais vivos".

	  d)
	Registros de pesquisadores dos Estados Unidos, ouvintes e um grupo de surdos aprenderam a escrita dos sinais, chamada "Sign sinais".

	3.
	No documento "Nomenclatura na área da surdez", do professor e escritor Romeu Kazumi Sassaki, que se encontra na trilha de aprendizagem, nos deparamos com as palavras "portar" e "portador de" para deficiência. Ele explica de forma clara as diferenças que há entre elas. Sobre essas nomenclaturas, assinale a alternativa CORRETA:

FONTE: Disponível em: <http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/saude/arquivos/deficiencia/Nomenclatura_na_area_da_surdez.pdf>. Acesso em: 14 mar. 2017.

	 a)
	A condição de ter uma deficiência faz parte da pessoa e esta pessoa não porta sua deficiência, pois as palavras "portar" e "portador de" não se aplicam a uma condição inata ou adquirida que está presente na pessoa.

	 b)
	Uma pessoa só pode portar algo que ela possa não portar casualmente, isso se dá também com a deficiência no futuro poderá deixar de portá-la.

	 c)
	É natural em outros países mais desenvolvidos usarem palavras equivalentes a "portadores" ou (carregadoras) para se referir à pessoa com surdez ou deficiência auditiva.

	 d)
	Uma pessoa só porta algo que ela não possui. Por exemplo, uma pessoa pode portar um objeto e depois por algum motivo, deixar de portar.

	4.
	A abordagem oralista vigorou durante muitos anos na educação dos surdos e em seus contatos familiares. Naquela época, a língua de sinais foi até proibida, privando os indivíduos surdos de ter uma língua de fato, usavam alguns elementos que classificavam esse método oralista. Partindo desse pressuposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:

(    ) Durante essa abordagem eram destacados três elementos: o treinamento auditivo, a leitura labial e o desenvolvimento da fala. 
(    ) Durante essa abordagem, o uso de prótese individual para amplificação de sons não é fundamental, porque não contribui para a oralização.
(    ) É uma abordagem que continua a ser usada durante a aprendizagem dos surdos e é considerada pelos profissionais da área a melhor opção.
(    ) Hoje as práticas oralistas são de livre escolha do indivíduo e da família, como uma alternativa, não mais como a melhor opção.

Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

	 a)
	F - V - V - V.

	  b)
	V - V - F - V.

	 c)
	V - V - V - F.

	 d)
	V - F - F - V.

	5.
	No que se refere à alfabetização dos surdos, esta não é muito diferente dos ouvintes, mas é preciso um novo olhar, a fim de fazer adaptações envolvendo práticas que favoreçam o desenvolvimento cognitivo, afetivo e sociocultural dos mesmos. Neste sentido, há vários momentos em que se faz necessária a análise das diferenças. Assim, associe os itens, utilizando o código a seguir:

I- A utilização de dados de identificação pessoal.
II- Atividades envolvendo a utilização dos números. 
III- Utilização de jogos. 

(    ) Com o alfabeto manual e o alfabeto em português, organizar pequenos grupos, trabalhar suas diferenças, o grupo vencedor será quem reunir um número maior de cartas.
(    ) Utilizar recursos visuais que sirvam de apoio para: registro de minha altura, do meu peso, da data de meu nascimento.
(    ) Usar materiais no concreto, fazer atividades que envolvam, números. Ex.: número da minha casa,  quantidades: objetos da sala, somatória dos dedos.  

Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:

	 a)
	III - I - II.

	 b)
	I - III - II.

	 c)
	I - II - III.

	 d)
	II - I - III.

	6.
	Segundo pesquisas, na antiguidade os surdos eram discriminados e até considerados incapazes de terem uma língua, assim podemos dizer que eles passaram por períodos de transformação linguística. Entre esses períodos podemos citar Historicismo, História crítica, História cultural. Relacionado à língua do surdo, assinale a alternativa CORRETA:

	 a)
	Historicismo: a língua de sinais é a manifestação da diferença linguística-cultural relativa aos surdos. História crítica: a língua de sinais é usada como recurso. História cultural: a língua de sinais é prejudicial aos surdos.

	 b)
	Historicismo: a língua de sinais é a manifestação da diferença cultural relativa aos surdos. História crítica: a língua de sinais é prejudicial aos surdos. História cultural: a língua de sinais é usada como recurso.

	 c)
	Historicismo: a língua de sinais é prejudicial aos surdos. História crítica: a língua de sinais é usada como recurso. História cultural: a língua de sinais é a manifestação da diferença linguística-cultural relativa aos surdos.

	  d)
	Historicismo: a língua de sinais é usada como recurso. História crítica: a língua de sinais é prejudicial ao surdos. História cultural: a língua de sinais é a manifestação da diferença linguística-cultural relativa aos surdos.

	7.
	A Língua Brasileira de Sinais é uma língua gestual-visual, que vem possibilitar aos surdos o acesso ao conhecimento historicamente sistematizado e que conta com o trabalho competente do profissional intérprete. Partindo desse pressuposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:

(    ) A FENEIS (Federação Nacional de Educação e Integração do Surdo) criou um Código de Ética para caracterização do Intérprete e da postura diante do exercício desta função.
(    ) Ser intérprete é traduzir com responsabilidade o que está sendo apresentado em Língua Portuguesa para a Língua de Sinais - Libras, considerando que esta é uma língua gestual-visual e tem uma estrutura singular e específica.
(    ) Conforme prescrições sancionadas