Síndrome edemigênica (edema)
6 pág.

Síndrome edemigênica (edema)


DisciplinaNefrologia815 materiais2.459 seguidores
Pré-visualização1 página
SÍNDROME EDEMIGÊNICA 
- Edema: acúmulo de líquido derivado do plasma no espaço intersticial ou nas cavidades serosas (peritônio, pleura direita e esquerda, pericárdio e túnica vaginal).
- Tumefação: é o acúmulo de líquido dentro das células (água e eletrólitos, principalmente o sódio)
- Edema localizado: recebe o nome do órgão (edema cerebral, edema pulmonar)
Edema generalizado: recebe o nome de anasarca (independente da gravidade)
- Classificação do edema:
- Pressão hidrostática ou capilar: joga líquidos para fora dos vasos
- Pressão oncótica: joga liquido para dentro dos vasos
- O edema vai ser formar pela alteração nas forças de Starling por algum dos 4 mecanismos: aumento da pressão hidrostática, diminuição da pressão oncótica, aumento da permeabilidade da parede capilar ou por distúrbio da circulação linfática. 
- Por aumento da pressão hidrostática: 
Insuficiência cardíaca;
Hipertensão portal;
Obstrução venosa. 
Por diminuição da pressão oncótica plasmática: 
Redução da oferta de proteínas (desnutrição);
Redução da síntese hepática (cirrose, hepatite, hemocromatose); 
Perda proteica (proteinúria na síndrome nefrótica e gastroenteropatias perdedoras de proteína); 
Por redução da drenagem linfática
Por aumento da permeabilidade vascular: feita pela coesão entre as células endoteliais (ação de mediadores inflamatórios).
-Por aumento da pressão osmótica no interstício (?)
- Diagnóstico diferencial:
Insuficiência cardíaca;
Hepatopatia crônica;
Edema renal (Síndrome nefrótica; Síndrome Nefrítica);
Hipotireoidismo;
Gastroenteropatia perdedora de proteínas.
Edema cardiogênico
Edema hepático
Mixidema \u2013 Hipotireoidismo
Edema renal
Síndrome nefrótica 
- Definição laboratorial:
Proteinúria maciça: Excreção urinária > 3,5 g de proteína/m2 de SC em 24 h ou > 50 mg/kg de peso em 24h;
Relação proteína/creatinina em amostra matinal de urina \u2265 3,0;
Hipoproteinemia: albumina sérica < 3 g/dl ;
Dislipidemia mista (aumento de colesterol e triglicérides). 
- Exames para investigação:
Exames gerais, incluindo investigação para diabetes melitus;
Exame de fezes;
FAN;
Complemento;
Sorologia para hepatites HIV, hepatite B e C, sífilis;
Exames para outras doenças infecciosas com base na suspeita; 
Avaliação dirigida a neoplasias.
- Complicações:
Estado de hipercoagulação (Trombofilia): Trombose, Trombose da veia renal;
Hipogamaglobulinemia: Susceptibilidade a infecções bacterianas, Antibióticos profiláticos, Vacinação (por exemplo contra pneumococos);
Anemia (diminuição da transferrina);
Deficiência de vitamina D (\u2193 da proteína ligante);
Insuficiência renal aguda.
- Tratamento:
Restrição de sal;
Restrição de líquidos;
Controle da pressão arterial;
Diuréticos;
Profilaxia para trombose e infecções;
Suplementação de vitamina D; 
Tratamento da doença de base.
Síndrome nefrítica:
Nefropatia diabética
- Tratamento:
- Diagnóstico da nefropatia diabética:
Reconhecer as características clínicas e complicações da síndrome nefrotica;
Conhecer as causas mais comuns de edema e síndrome nefrótica;