A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
164 pág.
Sistema de Gestão Integrada em Construtoras de Edifícios

Pré-visualização | Página 7 de 48

aspectos e impactos ambientais e sociais, dos perigos e riscos na segurança do 
trabalho e dos requisitos legais aplicáveis para definição dos objetivos, metas, programas, contro-
les operacionais e planos de atendimento a emergências para mitigação dos impactos e perigos. 
Por meio do monitoramento do sistema, do tratamento de não-conformidades, da aplicação 
de ações corretivas na causa dos problemas e com a análise crítica do sistema, o SGI promove 
a melhoria contínua do desempenho da organização em relação ã conformidade do produto, à 
satisfação dos clientes, ao respeito às partes interessadas, à preservação do meio ambiente e à 
segurança do trabalhador, 
Para a realização cias atividades propostas tio SGI, é fundamental que os colaboradores en-
volvidos sejam treinados e selecionados por meio de critérios baseados em competências5. 
Dessa forma, o SGI cumpre seu objetivo de possibilitar o gerenciamento dos processos e ati-
vidades de uma empresa de forma harmoniosa e consistente. 
2.1 Gestão Estratégica do Negócio 
Souza, Baía e Gunji (2004) definem gestão estratégica da organização como o "processo 
contínuo e interativo que visa manter uma organização como um conjunto apropriadamente in-
5 Compelindo {profissional): desenvolvimento e mobilização de conhecimentos, habilidades e atiludes rias 
dimensões educacional, técnica, econômica, social, política, ética, cultural e ambiental, considerando*se rela-
ções pessoais e interpessoais. Expressa-se, fundamentalmente, na capacidade de responder satisfatoriamente 
às exigências de unia ocupação, com a mobilização de recursos e a participação consciente, crítica e ativo no 
mundo do trabalho e na esfera social. (CARDOSO et al, 2007, p.8). 
tegrado ao seu ambiente, mantendo sua vantagem competitiva perante seus clientes e seu mer-
cado de atuação". Enfim, a gestão estratégica tem foco nos resultados, tias metas empresariais e, 
principalmente, no aumento da lucratividade, devendo ser balizada em princípios e valores de 
ética corporativa e responsabilidade soeioambiental, 
A estratégia empresarial define o posicionamento da empresa em suas relações com o mer-
cado, Segundo Souza, Baía e Curiji (2004), o desenvolvimento da estratégia, bem como do plano 
de metas, envolvem as seguintes atividades: 
• caracterização da situação atual da organização: caracterização das obras realizadas re-
centemente; identificação dos pontos fracos e dos pontos fortes das obras e da empre-
sa sob ótica dos clientes (vantagens competitivas); Identificação e análise dos principais 
concorrentes; 
» caracterização da situação futura: análise das tendências e oportunidades de negócios futu-
ros com base em pesquisas e estudos dos ambientes econômico (demanda), político o legal 
(riscos e oportunidades de novos programas ou leis); tecnológico (novas metodologias, no-
vos materiais, etc), socioculturai (comportamento c costumes sociais), demográfico-físico 
(população, infra-estrutura e matérias-primas), mercado (segmentos emergentes, compor-
tamento da concorrência) c interno (qualidade, competências e produtividade); 
» definições estratégicas: estabelecidas com base nos estudos de caracterização indicados 
no item anterior, contendo os seguintes elementos; 
• v i sã o de fu t u ro: o q u e a orga n iza ção deseja ser n o f u t u r o; 
* missão cfa empresa: a razão dc ser da empresa, O principal objetivo do negócio; 
• negócio da empresa; atividade ou produto realizado pela empresa, para satisfazer a 
necessidade do cliente; 
• valores da empresa: a forma como a empresa persegue a visão de futuro (princípios); 
• estratégia competitiva: diferenciação {valor agregado), liderança em custo (baixo cus-
to e ganho em escala) e enfoque (ser a melhor de um segmento com base em custo 
oi! diferenciação); 
• estratégias específicas para os elementos do SGI é para os processos. 
* estabelecimento do plano de metas empresariais, com desdobramento das metas para 
os elementos do SGI e para os processos, definindo objetivo, meta, prazo, responsável e 
plano de ação para viabilizar o cumprimento da meta; 
* gerenciamento dos resultados e acompanhamento dos indicadores; 
» evolução das estratégias baseadas tio ciclo do PDCA (Plan, Da, Çheck, /ler). 
2.2 Gestão da Qualidade 
Deming (2000 apud Santana. 2006) define qualidade "como sendo atender as necessidades 
e, se possível, exceder as expectativas do consumidor". Garvin (1992, apud Souza 1997) define 
qualidade "como um conjunto de elementos básicos, identificando oito dimensões, São elas: de-
sempenho, características secundárias, confiabilidade do produto, conformidade às especifica-
ções, durabilidade, assistência técnica, estética e imagem (qualidade percebida)". 
As necessidades dos usuários podem ser interpretadas como requisitos de desempenho do 
produto, oti seja, condições que expressem qualitativamente os atributos que a obra e seus siste-
mas devem possuir, a fim de que possam satisfazer às exigências do usuário, tais como: seguran-
ça, hahitabilidade e sustentabilidade (ABNT NBR I 5575-1:2Q0S). 
Assim, a implantação de um sistema de gestão da qualidade tem como objetivos "assegurar 
que produtos de uma empresa e seus diversos processos satisfaçam às necessidades dos usuários 
e as expectativas dos clientes externos e internos" (Souza, 1997), padronizar processos e ativida-
des, "controlar de forma planejada e sistêmica a elaboração de projetos e execução de serviços" 
(Thomaz, 2001) e manter evidências documentadas das atividades, controles e ações tomadas. 
Some-se a isso o respeito ao meio ambiente e a promoção da saúde e da segurança dos clientes 
internos, ou seja, dos trabalhadores. 
0 projeto e a implementação dc um sistema de gestão da qualidade de uma organização são 
influenciados por várias necessidades, objetivos específicos, produtos fornecidos, os processos 
empregados e o lamanho e estrutura da organização (NBR ISO 9001, 2000). 
As principais atividades desenvolvidas em um sistema de gestão da qualidade (SGQ) basea-
do na norma NBR ISO 9001:2008 sãor 
• realização dc diagnóstico: verificação do grau de atendimento dos requisitos da nor-
ma NBR ISC) 9001 através das práticas e documentos adotados pela empresa; 
• p lanejam ent o do SGQ: programação das atividades de desenvolvimento e implemen-
tação dos procedimentos do SGQ, realização de treinamentos e auditorias; 
* elaboração de ma cr o- f luxo de processos: identificação dos processos operacionais, 
bem como o fluxo e interação entre eles; 
t com p r om et im ent o da direção; a direção da empresa deve estar comprometida com o 
desenvolvimento, implementação e melhoria contínua do sistema de gestão da qualida-
de, devendo estabelecer a política e objetivos da mesma, analisar criticamente o sistema 
de gestão, disponibilizar recursos necessários e comunicar a todos a importância do aten-
dimento aos requisitos do cliente; 
1 nomeação do representante da direção (RD ): a direção da empresa deve nomear um 
membro da organização para a função de RD e esse deve assegurar que todos os processos 
sejam estabelecidos, implementados e mantidos, relatando o desempenho do sistema à alia 
direção e conscientizando a todos da organização sobre os requisitos do cliente; 
* def inição de responsabilidades e autor idades no SGQ: a diretoria da empresa deve 
definir e comunicar todas as responsabilidades e autoridades; 
t concepção do SGQ: desenvolvimento do manual da qualidade contendo a sua política, 
os objetivos e as metas, o escopo do SGQ e referências aos procedimentos da empresa. 
Elaboração de procedimentos operacionais para cada processo (comercial, planejamento, 
projetos, suprimentos, produção, recursos humanos, entrega e assistência técnica), pro-
cedimentos operacionais de controle do SGQ e procedimentos de execução de serviços, 
de inspeção, monitoramento e ensaio, incluindo callbração de equipamentos