Revisão AV1 Fundamentos
35 pág.

Revisão AV1 Fundamentos


DisciplinaFundamentos da Fisioterapia124 materiais1.013 seguidores
Pré-visualização2 páginas
FUNDAMENTOS DE ESTATÍSTICA E 
EPIDEMIOLOGIA 
REVISÃO AV1
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Introdução à Estatística
Dados, Informação, Variáveis, População e Amostra
Tipos de Variáveis
Tabelas
Medidas de Tendência Central
Média, Moda e Mediana
Separatrizes (Quartil)
Introdução à Epidemiologia
Morbidade x Mortalidade
Prevalência x Incidência
Taxa de Mortalidade (Percentual de letalidade) de uma determinada 
doença.
Taxa de mortalidade infantil 
Assuntos AV1
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Ao conjunto de entes portadores de, pelo menos, uma característica comum denominamos 
população estatística ou universo estatístico. 
Uma amostra é um subconjunto finito de uma população. 
População e amostra
Estatística Descritiva
Consistência dos dados
Interpretações iniciais
Amostra
População
Interferência Estatística
Estimação de quantidades desconhecidas
Extrapolação dos resultados
Testes de hipóteses
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Variáveis
A cada fenômeno corresponde um número de resultados possíveis.
Variável é, convencionalmente, o conjunto de resultados possíveis de um
fenômeno.
Variável é, pelo menos, uma característica que possa ser observada ou
medida nos elementos de uma população.
Alguns exemplos:
\u2022 para o fenômeno sexo, são dois o resultados possíveis: sexo masculino
e sexo feminino;
\u2022 para o fenômeno número de filhos, há um número de resultados
possíveis expresso pelos números naturais: 0, 1, 2, 3, ..., n.
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Variáveis: Quadro resumo
Variável
Qualitativa
Quantitativa
Discreta (contagem)
Contínua 
(mensuração)
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Medidas de Tendência Central
Uma medida de tendência central ou posição de
um conjunto de dados mostra o valor em torno do
qual se agrupam as observações.
Dividem-se em:
1. Média Aritmética
2. Mediana
3. Moda
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Separatrizes
Quartil \u2013 Denominamos quartis os 3 valores de uma série que a dividem em 4
partes iguais.
Há três quartis:
\u2022 o primeiro quartil;
\u2022 o segundo quartil (igual à mediana);
\u2022 o terceiro quartil.
Decil \u2013 Denominamos decis os 9 valores de uma série que a dividem em 10
partes iguais.
Percentil \u2013 Denominamos percentis os 99 valores que separam uma série em
100 partes iguais.
Estatística básica
AULA 1: CONCEITOS INTRODUTÓRIOS
Quartil
Sendo que Q2 (segundo quartil) é igual à mediana da série.
0
%
100
%
50% 75%25%
Q2 Q3Q1
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Principais objetivos da Epidemiologia
- Descrever a distribuição e a magnitude dos problemas
de saúde nas populações humanas;
- Proporcionar dados para planejar, executar e avaliar
ações de prevenção, controle e tratamento das
doenças;
- Identificar fatores etiológicos na gênese das
enfermidades.
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
A epidemiologia explora a ecologia da doença humana!
Fatores 
Biológicos
DOENÇA
Fatores 
Ambientais
Fatores 
socioeconômicos
Diversos outros 
fatores
Os questionamentos 
epidemiológicos \u201ccomo\u201d, \u201cpor 
que\u201d, \u201cquando\u201d e \u201cem quem\u201d 
são fundamentais para 
entender melhor os problemas 
de saúde. 
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
\u2022 São as relações entre o número de eventos reais e os
que poderiam acontecer.
\u2022 Informam quanto ao \u201crisco\u201d de ocorrência de um
evento.
\u2022 No cálculo das taxas, é necessário excluir do
denominador as pessoas não expostas ao risco.
Taxas ou Coeficientes
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Morbidade e mortalidade são os principais indicadores 
utilizados na epidemiologia para avaliar o estado de 
saúde das comunidades.
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
\u2022 Morbidade ou doença é uma variável característica de
comunidades de seres vivos.
\u2022 O Indicador de Morbidade refere-se ao conjunto de
indivíduos que adquirem doenças em um dado intervalo
de tempo e lugar.
\u2022 Uniformização na denominação das doenças e causas de
morte: a OMS propõe a adoção, em nível internacional,
da Classificação Internacional de Doenças (CID-10).
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Indicador de Morbidade = no de casos de uma doença x 10n
População
Os indicadores de morbidade são genericamente definidos
como a proporção entre o número de casos de uma doença
e a população (número de habitantes ou de pessoas que
estão expostas à doença em um lugar e tempo definidos).
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Em Saúde Pública, os indicadores utilizados com mais
frequência para avaliar o risco de um problema de saúde
ou para descrever a situação de morbidade em uma
comunidade são as duas medidas básicas da frequência:
a prevalência e a incidência.
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
CASOS NOVOS 
INCIDÊNCIA
CURAS
CASOS EXISTENTES
PREVALÊNCIA
ÓBITOS
PREVALÊNCIA X INCIDÊNCIA
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Frequência com que surgem novos
casos de uma doença num intervalo
de tempo;
Exemplo: Notificações de casos
novos de AIDS em maiores de 13
anos durante o ano de 1998.
Número de casos existentes de
uma doença em um dado
momento
Exemplo: Estimativa de 30
milhões de pessoas vivendo com
HIV no mundo em 1998.
PREVALÊNCIA INCIDÊNCIA
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Define-se prevalência como a relação entre o número de casos conhecidos
de uma determinada doença e a população de origem dos casos, com
referência a um lugar definido, multiplicando-se o resultado pela base
referencial da população que é a potência de 10, em geral 100, ou por
1.000, 10.000, 100.000.
No de casos conhecidos de uma doença em determinado período de tempo x 10n
no de pessoas na população 
PREVALÊNCIA
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
É definida como a proporção entre o número de casos
novos de uma doença ocorridos em um determinado
intervalo de tempo e a população exposta ao risco de
adquirir a referida doença no mesmo período e no mesmo
local, multiplicado o resultado por uma potência de 10.
node novos casos de uma doença em determinado período x 10n
node pessoas expostas ao risco de adquirir a doença no mesmo período
TAXA DE INCIDÊNCIA 
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
Taxa de mortalidade= no de óbitos em determinado local e período x 10n
População exposta
Os indicadores de mortalidade podem ser
definidos como a proporção entre a frequência
absoluta de óbitos e número de sujeitos expostos
ao risco de morrer (população exposta) no
mesmo período de referência e no mesmo local.
INDICADORES DE MORTALIDADE
Aula 1: Introdução à Epidemiologia
FUNDAMENTOS DA EPIDEMIOLOGIA 
A taxa de mortalidade geral é calculada dividindo-se o número total de
óbitos por todas as causas, em um determinado ano, pela população
daquele ano, registrados em uma determinada área e multiplicando-se
por 1.000 habitantes, base referencial para a população exposta.
TMG= no total de óbitos em determinado local e período x 1.000
no de habitantes no mesmo local e período 
A TMG tem importante aplicação na avaliação do estado sanitário de
populações e áreas definidas. Esse indicador possibilita relacionar o
estado e o