TEORIA CLASSICA E CIENTIFICA
7 pág.

TEORIA CLASSICA E CIENTIFICA


DisciplinaAdminitrati43 materiais406 seguidores
Pré-visualização2 páginas
TEORIA CLASSICA 
Fayol buscava como Taylor a eficiência das organizações porem de forma muito diferente (Pai 
da administração moderna) \u2013 Engenheiro de Minas. 
Como alcançar a eficiência nas organizações 
a partir de uma excelente administração. 
Fayol defendia a ideia que habilidade 
administrativa é mais importante que 
habilidade técnica (ele quis dizer que não 
importa sua função na empresa, em algum 
momento você exercera a função 
administrativa \u2013 Ex: A necessidade de 
reuniões, relatórios, diagrama...) 
 
 
Ênfase dessa teoria está na estrutura da empresa, via a organização debaixo para cima. 
 
Todas as empresa deveriam ser divididas em 6 funções: 
\uf0b7 TECNICAS \u2013 Que é a 
transformação e produção de 
bem; 
\uf0b7 COMERCIAL \u2013 Que está 
relacionada a compra e venda; 
\uf0b7 FINANCEIRA \u2013 Que está 
relacionada a busca e controle 
do capital; 
\uf0b7 SEGURANÇA \u2013 
Relacionada a segurança das 
pessoas; 
\uf0b7 CONTABEL \u2013 Buscando controlar e registrar as despesas de uma empresa; 
E a grande função que é a administrativa, ela coordena as funções anteriores (foi aqui 
que ele considerou a mais importante função) 
Nela foi definida as funções de um administrador: 
\uf0b7 Prever: avalia o futuro através de um plano; 
\uf0b7 Organizar: mover os recursos matérias e humanos para uma ação; 
\uf0b7 Comando: orientação os funcionários; 
\uf0b7 Coordenar: Harmonizar atividades; 
\uf0b7 Controlar: verificar se as coisas estão conforme combinado. 
Todas essas funções fazem parte do processo administrativo, todas elas acontecem em 
qualquer nível ou área organizacional, ou seja, a pessoa pode trabalhar nas vendas, no 
financeiro ou no almoxarifado onde for, ela terá que prever, organizar, comanda, coordenar e 
controlar suas atividades. 
Par afirmar sua teoria Fayol defini 14 princípios da 
administração 
1° Principio (Divisão do trabalho): Nesse momento de suas 
analise dizem que para que a eficiência seja alcançada e 
necessário que faça divisão de trabalho, ou seja, cada 
funcionário no seu respectivo departamento, ali ele deve estar 
focado assim garantira sua especialização. 
 
 
2° Principio (Autoridade e 
responsabilidade): Para isso os 
colaboradores precisam ser 
responsáveis e terem consciência de 
qual seu nível na estrutura da 
empresa pois poderia ter o direito 
também de dar ordem; 
 
3° Principio (Disciplina): É importante ressalta que Fayol 
acreditava que se fosse necessário a punição seria o melhor 
remédio para o esforço; 
 
4° Principio (Unidade de comando): E cada 
empregado deveria receber ordens de apenas um 
superior, assim evitaria mal entendidos; 
 
 
5° Principio (Unidade de direção): Nos princípios de Fayol ele 
defendeu que toda empresa deveria caminhar ao objetivo 
comum; 
6° Principio (Subordinação do interesse individual ao interesse 
geral): E que jamais o interesse de uma pessoa ou um grupo 
poderia prevalecer ao interesse de toda organização; 
 
 
 
 
7° Principio (Remuneração do pessoal): Fayol viu a 
necessidade de remunerar bem o pessoal. Nunca 
explorando o trabalhador e as recompensar não seriam 
apenas financeiras; 
 
8° Principio (Centralização): Pensando nisso foi também 
definido em seus princípios que a centralização seria a 
construção da autoridade no topo na hierarquia, só que ele 
também ressaltou a existência de descentralização, ou seja, 
a delegação de poderes e isso dependeria de cada empresa 
e cada 
gerencia; 
9° Principio (Cadeia escalar ou hierarquia): Na 
estrutura da empresa cada departamento 
recebia autoridade em relação ao 
departamento mais baixo através da linha de 
autoridade, cada departamento subordinado 
ao outro deveria passar informações sobre suas 
atividades aos departamentos maiores; 
 
 
10° Principio (Ordem): Para que isso 
acontecesse deveria ter uma ordem 
em cada lugar para cada coisa e cada 
coisa em seu lugar; 
 
 
11° Principio (Equidade): Pra isso as normas 
deveriam ser estabelecidas, interpretadas e 
complementadas. O certo é todos os 
empregados deveriam ser tratados iguais; 
 
 
 
 
 
12° Principio (Estabilidade do pessoal no 
cargo): O fayolismo acreditava que as 
organizações deveriam evitar a 
rotatividade de pessoas, recrutar e 
selecionar demandava custo portanto 
quanto mais tempo uma pessoa 
permanece no cargo melhor para 
empresa; 
 
13° e 14° Principio (Iniciativa e Espirito de equipe): Os 
princípios de Fayol finalizam pregando os gestores da 
empresa deveriam encorajar a iniciativa do trabalhador 
bem como enfatizar harmonia e a boa vontade. 
Observe que a maior preocupação de Fayol não era 
operacional e sim na função administrativa e nos níveis hierárquico. 
 
Ele queria mesmo era prova que eficiência de empresa se dava a parti excelência da 
administração mas que para isso era necessário organizar os departamentos, criar linhas de 
autoridades, ou seja, fazer uma divisão vertical do trabalho onde ficaria claro os departamentos 
superiores e os subordinados. Onde quanto mais sobe na hierarquia mais autoridade tem, além 
disso tudo criar linhas de comunicação entre os setores que ficou conhecida como linha 
horizontais do trabalho. Essa divisão permitiria comunicação entre os setores, permitindo 
homogeneidade e logico quanto mais departamentalização mais eficiente seria a organização. 
 
 
 
Teoria Cientifica: 
Frederick Taylor \u2013 conhecido como pai da administração cientifica; Engenheiro Mecânico, Taylor 
tinha sabedoria em busca da melhoria da produtividade. Essa melhoria se dar por utilização de 
métodos científicos. 
Até netão nunca avia existido estudos experimentos dentro das organizações, tudo era feito por 
meio de experiências de vidas e observações, no qual chamamos de conhecimento empírico; 
Taylor buscava o aprimoramento da produção. 
Taylor viu diversos problemas na industrias como falta de incentivo ao trabalhador, vadiagem 
no trabalho, ou seja, trabalhadores não cumpriam suas responsabilidades. A gestão da empresa 
era baseada em conhecimento empírico como intuições ou palpites. Os empregados 
trabalhavam sem aptidão (habilidade de realizar uma tarefa de forma correto). Os 
departamentos da empresa não se relacionavam, os gestores não conseguiam dividir 
corretamente suas responsabilidades e dos trabalhadores. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Essa época ficou conhecida como 
administração cientifica, sistema 
de Taylor ou taylorismo onde as 
ênfases na tarefa pois procurava 
reduzir desperdício, padronizar 
os trabalhos e produzir mais em 
menos tempo. 
Para entender melhor atuação de 
Taylor podemos dividir a 
administração cientifica em 3 
fases: 
1° fase: refere-se aos problemas salariais, ao estudo do tempo, definição do tempo padrão e 
gestão das tarefas. Primeiramente os 
empregados da fábrica andavam 
desmotivados e com seus salários, eles 
acreditavam que a forma de pagamento só 
beneficiavam seus patrões e por isso esse 
trabalhadores não se dedicavam e nem se empenhavam em suas tarefas. Taylor então acho por 
bem que os funcionários deveriam ter participação nos lucros e aumento salarial. 
Taylor começou a fazer testes com cronômetros e 
analisando o espaço de trabalho dos empresados. 
Assim ele observava quantos movimentos eram 
necessários para cada tarefa excluíam movimentos 
desnecessários. Dessa forma o homem faria sua 
tarefa com eficiência, produziria mais e aumentava 
os lucros da empresa. Essa técnica ficou conhecida 
como os estudos do tempo e movimentos. 
Ainda na primeira fase ouve pagamento de incentivo, ganho por produção e a seleção dos 
trabalhadores