A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
resumo de gestalt

Pré-visualização | Página 1 de 1

PROCESSO, AWARENESS, MUDANÇA
A GT é uma é uma terapia de processos
Tudo e todos se movem e vem- a -ser. Tudo é energia ( movimento e ação).
Tudo é estruturado pelas forças dinâmicas do campo.
Tudo é ação e está no processo de vir a ser, no processo de evoluir e transformar.
Qualquer fenômeno pode ser considerado do ponto de vista de processo.
Na GT, para tratar de teoria, há uma preferência por linguagem de processo e o uso de intervenções que enfatizam o desenvolvimento no tempo e no espaço
Descrição:
Prosseguir ou ir adiante; percurso; progressivo; tendência ; progresso; procedimento
Um desenvolvimento continuo envolvendo muitas mudanças; como o processo de digestão
Um método particular de fazer algo, geralmente envolvendo um numero de etapas ou operações.
 A mudança 
Este é o outro lado da moeda: a unidade em vez da divisão; a resolução, um voltar para casa em vez de ficar vagando. Como em todas as coisas o obstáculo principal somos nós mesmos, particularmente a forma como fantasiamos sobre nós mesmos e sobre o mundo”. 
 A gestalt pessoa
Os três campos fenomenológicos que configuram a pessoa são:
O campo psicológico ( psiquê)
Representação psicológica do corpo (esquema corporal)
Representação psicológica do mundo exterior.
 Coexistem, cooperam, são condicionantes e inter atuantes.
 Awareness
Dar -se conta de si mesmo e do mundo interior
Dar-se conta do mundo exterior
Dar-se conta da zona intermediária ou zona da fantasia
Awareness do corpo: perceber as mensagens do corpo.
O que estou sentindo? Onde estou sentindo?
Como estou sentindo?
Ex: quando uma pessoa percebe que está tensa após sentir muito dor no maxilar.
Awareness da zona intermediária ou zona da fantasia:
A zona da fantasia abrange o recordar passado e antecipar futuro, além do que sucede no presente. Também o pensar, imaginar.
 Teoria paradoxal da mudança
Tem que ser feito no ritmo do paciente.
O trabalho de awareness precisa ser feito, e o terapeuta precisa estar intensificando esse processo. 
A resposta está no diálogo e na clareza diagnóstica.
A pessoa:
Aprende a depender dos seus próprios recursos e não do que lhe pode oferecer o mundo exterior.
Deixa de comportar-se de acordo com o convencional e age de acordo com suas necessidades, com coerência e responsabilidades