A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
RELATÓRIO GERMINAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 1

UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
CURSO CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
FISIOLOGIA VEGETAL
RELATÓRIO 
GERMINAÇÃO Solanum lycopersicum
AMANDA PETRY,ANELISE LAUREANO, DIÉSSICA BARCELLOS, ENI XAVIER, JULIANA MARTINS 
CANOAS, SETEMBRO 2017
SUMÁRIO
1 Introdução	3
Objetivos...........................................................................................................................3
Objetivo geral................................................................................................................3
Objetivos específicos.....................................................................................................3
MÉTODOS E MATERIAIS.............................................................................................4 
RESULTADOS E DISCUSSÃO.......................................................................................5
CONCLUSÃO...................................................................................................................5 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS............................................................................ 6
INTRODUÇÃO
O presente trabalho teve início em de 21 de agosto de 2017, quando foram realizados três experimentos para observar os processos de germinação.
A germinação é uma sequência de eventos fisiológicos, influenciada por fatores externos, como ambientais e internos, conforme dormência, inibidores e promotores da germinação. Cada fator pode atuar por si ou em interação com os demais.
Objetivos
Objetivo Geral
Avaliar o potencial germinativo das sementes de Solanum lycopersicum conforme a utilização de água e exposição diária ao sol.
Objetivos Específicos
Fotografar os processos em cada etapa.
Regar os experimentos conforme dias estabelecidos.
Elaborar tabela conforme dia, hora, quantidade de mL e temperatura.
MATERIAIS E MÉTODOS
Os materiais utilizados nos experimentos foram os seguintes:
Tomate (Solanum lycopersicum)
Copo descartável 
Peneira 
Toalha de papel
Algodão
Secador
Faca
Colher
Água
Xícara 
Para a preparação das amostras, primeiramente o tomate foi cortado para extração de suas sementes, que foram colocadas em uma peneira, que em seguido foram lavadas com água. Após, com o auxilio do secador, as sementes foram secas e colocadas em recipientes (copo descartáveis) com algodão. 
Foram feitos três experimentos, das quais a quantidade de água foi diferenciada.
Extrema seca: Molhado apenas uma vez, com 3mL no primeiro dia do experimento, em 21 de agosto.
Seca: Molhada a cada 7 dias, com 3mL nos dias 21, 28 de agosto, 04, 11, 18 de setembro.
Contínua: Molhada a cada 3 dias, com3mL nos dias 21, 24, 27, 30 de agosto, 02, 05, 08, 11, 14, 17, 20 de setembro.
Conforme tabelas abaixo.
	21/AGO/ 2017
	13:38
	3mL
	13⁰C
EXTREMA SECA – MOLHADA APENAS UMA VEZ
	DATA
	HORA
	ML/ ÁGUA
	TEMPERATURA
	21/AGO/ 2017
	13:35
	3mL
	13⁰C
	28/AGO/ 2017
	13:20
	3mL
	20⁰C
	04/SET/ 2017
	13:00
	3mL
	22⁰C
	11/SET/ 2017
	13:10
	3mL
	17⁰C
	18/SET/ 2017
	13:00
	3mL
	26⁰C
SECA – MOLHADA A CADA 7 DIAS
	21/AGO/ 2017
	13:41
	3mL
	13⁰C
	24/AGO/ 2017
	12:15
	3mL
	20⁰C
	27/AGO/ 2017
	13:50
	3mL
	18⁰C
	30/AGO/ 2017
	12:15
	3mL
	20⁰C
	02/SET/ 2017
	13:00
	3mL
	23⁰C
	05/SET/ 2017
	13:15
	3mL
	19⁰C
	08/SET/ 2017
	13:15
	3mL
	21⁰C
	11/SET/ 2017
	13:20
	3mL
	18⁰C
	14/ SET/ 2017
	13:22
	3mL
	16⁰C
	17/ SET/ 2017
	13:12
	3mL
	20⁰C
	20/ SET/ 2017
	13:33
	3ml
	28⁰C
CONTÍNUA- MOLHADA A CADA 3 DIAS
RESULTADOS E DISCUSSÃO
A germinação é um fenômeno biológico, como a retomada do crescimento do embrião, com o subsequente rompimento do tegumento pela radícula. Entretanto, a germinação é definida como a emergência e o desenvolvimento das estruturas essenciais do embrião, manifestando a sua capacidade para dar origem a uma plântula normal, sob condições ambientais favoráveis.
Em síntese, tendo-se uma semente viável em repouso, por quiescência ou dormência, quando são satisfeitas uma série de condições externas e internas, ocorrerá o crescimento do embrião, o qual conduzirá à germinação. Por isso, do ponto de vista fisiológico, germinar é simplesmente sair do repouso e entrar em atividade metabólica.
CONCLUSÃO
Somente as sementes regadas a cada três dias germinaram. A água é um fator limitante para a germinação.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS
FERREIRA, A.G.; BORGUETTI, F. Germinação: do básico ao aplicado. Porto Alegre: Artmed, 2004. 323p. 
GERMINAÇÃO. Disponível em: <http://www.esalq.usp.br/departamentos/lpv/lpv5717/Apres%20Germ%20+%20Dorm%20PG%202013.pdf > Acesso em: 18 set. 2017.
TOMATE. Disponível em: <http://www.jardineiro.net/plantas/tomate-solanum-lycopersicum.html> Acesso em: 18 set. 2017.
VIEIRA, R.D.; CARVALHO, N.M. Testes de vigor em sementes. Jaboticabal: FUNEP, 1994. 164p.
WANDSCHEER, Alana Cristina Dorneles, PASTORINI, Lindamir Hernandez. Interferência alelopática de Raphanus raphanistrum L. sobre a germinação de Lactuca sativa L. e Solanum lycopersicon L. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0103-84782008000400007&script=sci_arttext> Acesso> 18 set. 2017.