A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
Teoria Holística

Pré-visualização | Página 1 de 1

Teoria Holística
Por Myra Estrin Levine
Contexto Histórico 
O interesse de Myra pela enfermagem surgiu a partir de sua experiência com a doença do pai que sofria de problemas gastrointestinais
Myra Estrin Levine 
Realizou muitos trabalhos para as Teorias de Enfermagem. 
Na verdade, antes de falar sobre a Teoria Holística, peguei um gancho no núcleo de teorias dela, pois é a partir do que Myra vivenciou ela elaborou a teoria holística. 
Enfermagem como interação humana 
Levine descreve a Enfermagem como interação humana, uma intervenção para apoiar e promover a adaptação do paciente. Descreve como adaptação: "um sistema verdadeiramente integrante dentro do organismo que responde às mudanças ambientais". 
A meta da enfermeira é sempre transmitir conhecimento e força para o indivíduo possa ser um indivíduo independente . É intenção de Levine que essa dependência seja um estado de coisas temporário.
Ela baseou-se em trabalho de teorias validadas para criação de sua teoria. Levine discute a adaptação, a conservação e a integridade.
Paciente ou Cliente? 
Curiosamente, em uma de suas teorias ela sustenta que quando a pessoa entra num sistema de atendimento de saúde, a pessoa está “em desistência” de algum grau de independência pessoal, ou seja, ela não consegue realizar o autocuidado, tornando-se dependente. 
Tratar a pessoa que entrou no sistema de atendimento de saúde como cliente, reforça o estado de dependência, pois o cliente é um seguidor. 
Ela sustenta o termo paciente porque significa sofredor e o termo dependência associado à sofrimento. Então, na realidade para Myra, o paciente é aquele que sofre.
Mas reformulando o conceito “paciente” historicamente para aquele que se submete, passivamente, sem criticar o tratamento recomendado. Então, usarmos o termo “cliente” daria uma conotação de contrato, poder de decisão e o equilíbrio dos direitos. 
Teoria Holística 
Para Levine, devemos entender o homem como um todo dinâmico (bio- psico-social), em constante interação com o ambiente. 
Consiste na explicação de sistemas de respostas do homem ao meio ambiente e considera a enfermagem uma conservadora das energias do paciente, pela avaliação daquelas respostas atuando de maneira a alterar o ambiente.
Os princípios de Levine : Adaptação 
Os princípios de Levine: Conservação 
Conservação da energia do indivíduo.
A necessidade da conservação da energia do indivíduo é explicado por princípios de Fisiologia que dizem que o indivíduo deve utilizar a sua energia de um modo adequado, não somente pela limitação da atividade pelo repouso, mas também através de exercícios que são necessários à manutenção das fontes de energia. 
No caso de um paciente que esteja com dor, a aplicação da morfina irá diminuir o gasto de energia, além de claro, a diminuição da dor.
Princípios de Levine: Conservação 
Conservação da integridade estrutural do paciente 
Cada doença afeta o indivíduo de uma maneira particularizada. Para uma intervenção adequada é necessário conhecimentos de Anatomia, Fisiologia, Microbiologia, Parasitologia, etc, mas de um modo geral, pode-se dizer que a intervenção de enfermagem para a conservação da integridade estrutural do indivíduo segue princípios básicos como: conservação da integridade cutaneomucosa, medidas de assepsia; cuidados para evitar deformidades, manutenção dos dados vitais dentro de um padrão de normalidade; educação sanitária; princípios de higiene; prevenção de acidentes, etc.
No caso de um paciente que está no leito, a troca de decúbito para evitar lesão por pressão (escara) em um intervalo de 2 em 2 horas é fundamental para sua conservação estrutural. 
Princípios de Levine: Conservação 
Conservação da integridade pessoal do paciente
A percepção individual de si mesmo é afetada pela doença; a liberdade; a independência, a privacidade, a autoestima. Quando a Enfermeira faz o paciente participar do seu plano de cuidados, ela está obedecendo a este princípio.
No caso de uma paciente que está no leito e precisa de ajuda para tomar banho. Dar a opção a ela de ser atendida por uma enfermeira e não enfermeiro e perguntar se ela prefere tomar banho no leito ou no chuveiro é respeitar esse princípio. 
Princípios de Levine: Conservação
Conservação da integridade social do paciente
Cada indivíduo é definido por seu grupo social, cultural, étnico, religioso, familiar. O significado da doença, tratamento, comportamento durante a doença é influenciado por fatores culturais. O próprio hospital é um sistema social. Manter a personalidade social do paciente é problema de ação básica de enfermagem. 
Uma criança passará o Natal na Enfermaria. Durante a entrega do jantar, o hospital da frango (uma forma de representação do Chester) e também um mini panetone. Além “da vinda do papai noel” para a entrega de presentes. 
Concluindo que 
O conjunto destes princípios é uma tentativa de recompor o homem em sua integridade bio-psíquico-social; pois a conservação da energia vai depender da integridade estrutural, pessoal e social, ou vice-versa.
Essa teoria é fundamental e deve ser usada por todos os profissionais da área, como médicos, enfermeiros, técnicos, para um atendimento humanizado e individual do paciente dentro da visão holística descrita por Myra, vendo o paciente como um todo. 
Bibliografias
http://redehumanizasus.net/60231-usuario-cliente-ou-paciente/
http://livrozilla.com/doc/148486/teoria-de-enfermagem--myra-estrin-levine
https://slideplayer.com.br/slide/10809885/
https://www.passeidireto.com/arquivo/48655260/trabalho-teoria-holistica-de-myra
http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71671983000400007
https://gauchazh.clicrbs.com.br/geral/noticia/2011/04/indicada-para-pacientes-com-dor-morfina-pode-ter-efeitos-colaterais-3260250.html
Nomes :
Larissa 
Stéphanie Duarte
Cristina Fragoso

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.