A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Sistemas Imune e Hematológico

Pré-visualização | Página 9 de 10

nome do pesquisador que o descreveu 
pela 1º vez : 
Linfoma de Burkitt , sarcoma de Kaposi.... 
 
Câncer segundo OMS é a segunda 
causa de morte no mundo. 
Incidência no Brasil é de 576 mil novos 
casos incluindo casos de pele do tipo não 
melanoma, seguido de próstata , de 
mama, de cólon e reto, pulmão , 
estomago , de colo de útero. 
Vale lembrar houve redução no câncer 
de colo de útero e pulmão em anos 
passados relacionado a ações preventivas 
e detecção precoce do câncer e 
campanhas contra o tabagismo. 
 
Prognóstico do câncer depende da 
velocidade de seu crescimento, do órgão 
sede do tumor, fatores do hospedeiro, 
fatores ambientais , entre outros . 
Fator importante para melhor 
prognóstico é a fase de detecção= fase 
microscópica , fase pré-clinica ou clinica. 
Com base na investigação possível 
gradual o tumor. 
No diagnostico precoce(fase 
microscópica) é possível avaliar grau de 
diferenciação celular , observando 
semelhanças das células malignas com 
células do tecido invadido. 
As células malignas podem não 
apresentar semelhança com células 
normais , onde chamamos de fase 
microscópica de diferenciação, podendo 
assim os tumores serem diferenciados. 
 
Tumores benignos são sempre bem-
diferenciados 
Tumores malignos variam grau de 
diferenciação, geralmente são bem-
diferenciados, exemplo carcinoma de 
boca. 
 
Existe ainda tumores anaplásicos., que 
são células aberrantes, associados com 
agressividade do tumor como por 
exemplo rabdomiossarcoma.. 
 
Classificar evolução do câncer = 
Estadiamento 
Oncologista vai avaliar grau de 
crescimento, invasão, infiltração e 
disseminação , regional ou sistêmico . 
Procedimento internacional padronizado 
com constantes atualizações( UICC ) 
Médico consegue propor tratamento 
adequado para cada tipo de câncer e 
paciente 
Câncer mesmo tipo ,porem graus 
diferentes em cada pessoa 
Método mais usado é : Sistema TNM de 
classificação dos tumores malignos , 
onde se baseia nos critérios: 
 Tamanho do tumor (T0 – T4) 
 Propagação para linfonodos 
regionais (N0-N3) 
 Metástase a distancia (M0-M1) 
O estadiamento estabelece padrões e 
classifica em estádios de I a IV, definindo 
prognóstico e tratamento. 
Compreendendo a carciogênese 
 
O risco de desenvolver câncer depende 
de vários fatores, assim que identificados, 
já podem proporcionar grandes avanços 
de prevenção e controle. 
 
Agentes carcinógenos = causam danos 
genéticos , 
Interagem com DNA 
Produzem mutações neoplásicas 
Classificam –se em : 
 Químicos = Ex alcatrão toxina do 
cigarro que pode provocar alteração no 
DNA e desenvolver células neoplásicas 
no trato respiratório, fígado, pele, mama, 
bexiga, e outros órgãos e tecidos 
 Físicos = Ex radiação não 
ionizante(luz solar) que tem radiação 
ultravioleta invisível aos olhos e radiação 
infravermelha que é principal fonte de 
calor, podendo provocar o câncer de 
pele. 
 Radiação ionizante é composta por 
partículas alfa,beta , raios gama, rx, 
nêutrons , dentre outros. Tipo de 
radiação que acomete pessoas que 
trabalham com equipamentos de 
radiação( tec. Raiox) 
Esse tipo de radiação quebra elos 
químicos dos átomos e moléculas 
resultando potente agente carcinógeno , 
onde pessoas com grande exposições 
acima do limite tem alteração celular e 
molecular aumentando e descontrolando 
as células cancerosas. 
 Biológicos = São alguns tipos de 
bactérias e vírus . Por Ex HPV 
papilomavirus humano. 
Essa doença geralmente esta relacionada 
a pratica sexual sem proteção. 
 
Alguns tipos de câncer tem herança 
genética , herdando de um parente 
muito próximo o gene transformador de 
câncer. 
Ex= câncer de mama, cujo 
desenvolvimento aumenta caso a mae, 
tia ou avó já tenha tido. 
 
O sistema imune tem mecanismo com 
objetivo de impedir a instalação de 
tumores. 
No entanto algumas situações o sistema 
imune esta deprimido , deficiente no 
combater as doenças tornando fácil a 
instalação dos tumores. 
Ex= sarcoma de Kaposi acomete 
pessoas com Aids , transplantadas e 
outras doenças que causam supressão 
do sistema imune 
 
Detecção e destruição do câncer 
Diagnostico precoce detectar lesões 
estágio pré-cancerigeno ou fase-
cancerigena que é a fase que o câncer 
ainda esta limitado apenas no órgão de 
origem. 
Rastreamento é principal recurso 
Geralmente usado pessoas saudáveis 
para identificar sinais ou sintomas que 
aumentem chance de desenvolver 
câncer 
Usado também em alterações de 
exames suspeitos 
Exemplo: rastreamento de mama em 
mulheres acima dos 35 anos com 
histórico familiar de câncer de mama 
 
Colposcopia, endoscopia e colonoscopia 
permite observar direto o tecido tumoral 
e coletar amostras de tecido para analise 
histopatológica 
Radiografias , ecografias, tomografia, 
ressonância e mamografia que são 
exames de imagem permite observar a 
massa tumoral no tecido ou órgão , 
sendo necessário exame histopatológico 
para ter diagnostico mais preciso. 
Biopsia é a analise histopatológica que 
acontece por incisão ou punção 
aspirativa do qual material coletado é 
examinado.( punção + usado em 
detecção câncer de mama) 
Coleta-se material das secreções ou 
sangue do paciente e submeter a 
processo bioquímico nos laboratórios . 
Isso é possível por que os tumores 
produzem marcadores tumorais que são 
detectados na secreção e sangue.. Esse 
tipo de analise auxilia no diagnostico, 
avaliar resposta terapêutica e 
prognostico do paciente em tratamento. 
 
Recursos de tratamento de neoplasias 
 Quimioterapia= 
Sistêmica , 
Usa fármacos antineoplásicos 
“quimioterápicos”, 
Realizada em intervalos periódicos 
dependendo da fase do câncer , 
Usada no foco reduzir tumor sem 
possibilidade de extração cirúrgica, 
Causando diminuição até ser possível sua 
extração, 
Aplicada em pacientes com metástase 
ou que já tenham feito extração 
cirúrgica do tumor e desconfia-se que 
volte, 
Usada em leucemias, linfomas, câncer de 
testículos , 
Serve como adjuvante nos tratamentos 
cirúrgicos e radioterápicos , 
Provoca vários efeitos colaterais por 
conta que seu resultado é destruir 
células de crescimento rápido onde as 
células sadias que também crescem 
rápido são comprometidas também. 
 
 Radioterapia= 
Usada em tumores bem localizados, 
Sem metástase, 
Sem invasão de linfonodos regionais , 
Tratamento local, 
Usa equipamentos e técnicas variadas de 
irradiação ionizante que provocam dano 
no DNA das células cancerosas 
impedindo se proliferar, 
Áreas que recebem radiação são as 
comprometidas pelo tumor não 
comprometendo áreas sadias, 
Geralmente sessões duram 5 a 20 
minutos, 
Podem ser associadas ao tratamento 
cirúrgico e quimioterápicos , 
Efeito colateral mais comum é lesões na 
pele da região onde sofreu irradiação. 
 
 Cirurgia= 
Tratamento com ressecção, 
Realizada geralmente em tumores 
malignos, 
Necessitam margens de segurança, 
Há retirada de tecidos próximos do local 
do tumor e extração de linfonodos 
regionais , Intuito 
descartar possibilidade de voltar o câncer 
e metástase

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.