201962_12655_Aula+10-+Registro+intermaxilar-+montagem+em+ASA-+Prova+dos+dentes
41 pág.

201962_12655_Aula+10-+Registro+intermaxilar-+montagem+em+ASA-+Prova+dos+dentes


DisciplinaProtese Parcial Removivel538 materiais7.414 seguidores
Pré-visualização3 páginas
1. Planos de cera, registro intermaxilar, 
Montagem em ASA 
2. Prova dos dentes 
3.Instalação e orientação do uso da PPR 
Marcília Ribeiro Paulino 
2019 
UNILEÃO - Centro Universitário 
Disciplina: Prótese II 
PASSOS CLÍNICOS PASSOS LABORATORIAIS 
1. Moldagem preliminar Obtenção do modelo de estudo 
a. Planejamento e Delineamento da PPR 
b. Confecção de planos guias e casquetes de 
transferência; 
c. Confecção dos nichos e planejamento de 
confecção de áreas retentivas (acréscimos 
em cera no modelo). 
d. Confecção moldeira individual para PPR 
2. Confecção de planos guias, nichos e 
acréscimos em resina (áreas retentivas e 
nichos) (a partir do planejado em modelo) 
 
3. Moldagem de trabalho 
a. Obtenção do modelo de trabalho 
b. Recuperar guia de inserção e novo 
delineamento (foram atingindos os 
objetivos com o preparo de boca?) 
c. Envio p/ Confecção da estrutura 
metálica. 
4. Prova da estrutura e registro 
intermaxilares 
- Montagem em ASA e Seleção dos dentes 
Montagem dos dentes 
5. - Prova dos dentes em boca 
Moldagem funcional (casos de extremo 
livre) 
- Seleção de cor da gengiva 
Acrilização 
6. Instalação, ajustes e orientações - 
Proservação e Manutenção (ajustes pós instalação) 
O que será enviado para o laboratório após a 
moldagem para obtenção da Infraestrutura 
metálica??? 
1. Modelo de trabalho 
(recortado, com base alta e 
plana) 
2. Modelo de estudo delineado 
e desenhado a estrutura da 
PPR planejada 
3. Guia de transferência da 
trajetória de inserção 
4. Modelo antagonista 
 
 OBS: ideal enviar também um Registro simples da oclusão 
 
PASSOS CLÍNICOS PASSOS LABORATORIAIS 
1. Moldagem preliminar Obtenção do modelo de estudo 
a. Planejamento e Delineamento da PPR 
b. Confecção de planos guias e casquetes de 
transferência; 
c. Confecção dos nichos e planejamento de 
confecção de áreas retentivas (acréscimos 
em cera no modelo). 
d. Confecção moldeira individual para PPR 
2. Confecção de planos guias, nichos e 
acréscimos em resina (áreas retentivas e 
nichos) (a partir do planejado em modelo) 
 
3. Moldagem de trabalho 
a. Obtenção do modelo de trabalho 
b. Recuperar guia de inserção e novo 
delineamento (foram atingindos os objetivos 
com o preparo de boca?) 
c. Envio p/ Confecção da estrutura metálica. 
4. Prova da estrutura e registro 
intermaxilares 
- Montagem em ASA e Seleção dos dentes 
Montagem dos dentes 
5. - Prova dos dentes em boca 
Moldagem funcional (casos de extremo 
livre) 
- Seleção de cor da gengiva 
Acrilização 
6. Instalação, ajustes e orientações - 
Proservação e Manutenção (ajustes pós instalação) 
Sessão de Prova da estrutura metálica 
1. Avaliar no modelo 
2. Avaliar em Boca (assentamento) 
Prova da estrutura metálica 
1. A armação coincide com o modelo desenhado enviado? 
2. A trajetória de remoção e inserção, segue a da trajetória de 
inserção pré-estabelecida? 
3. Conector maior é rígido? 
4. Há porosidades ou falhas na fundição? 
Prova da estrutura metálica 
5. Braços de retenção e oposição??? (espessuras compatíveis) 
6. Há espaço entre a sela e o gesso? (trama metálica 
ligeiramente afastada da fibromucosa) 
7. Com modelo antagonista ocluindo, há contatos nas áreas 
oclusais? (nos apoios) 
Uma vez aprovada a estrutura metálica... 
Vaselinar o modelo 
Aliviar o modelo com cera 
 
Uma vez aprovada a estrutura metálica... 
Assentar a estrutura metálica aquecida sobre o modelo 
Posicionamento da resina acrílica sobre a área desdentada 
 
Uma vez aprovada a estrutura metálica... 
Ajuste da base=> acabamento e polimento 
Desinfecção 
Uma vez aprovada a estrutura metálica... 
- Conferencia da adaptação na boca do paciente 
- Plano de orientação confeccionado sobre a estrutura metálica 
(área das selas) 
- Ajuste do plano de cera com espátulas retas (espátula para 
gesso) 
- Ajuste da parte interna com espátula 7 ou 31 
Uma vez aprovada a estrutura metálica... 
- Feito ajuste da altura da cera em 
boca (DVO) (toque suave) 
- Alivia 
- Refinar o registro 
Quando chega a infraestrutura metálica da PPR, ela é provada, e estando tudo 
OK, segue-se à confecção de base de prova e rolete de cera. 
 
A base de prova=> em resina acrílica autopolomerizável, nas áreas 
correspondentes às selas/ O rolete de cera construído sobre essa base 
Registro das Relações maxilo-
mandibulares em PPR 
Esse rolete de cera, servirá para o registro interoclusal 
 
Em áreas estéticas, a linha alta do sorriso, espaço intercaninos e linha média 
deverão ser marcadas com auxílio de fio dentário e LECRON 
Registro das Relações maxilo-
mandibulares em PPR 
O QUE CONSIDERAR??? 
Se há estabilidade oclusal=> isso determina a DVO em que se irá 
trabalhar 
Relembrar conceitos: 
 
\uf0fc DVO= Dimensão Vertical de Oclusão 
\uf0fc DVR= Dimensão Vertival de Repouso 
\uf0fc EFL= Espaço Funcional Livre 
\uf0fcMIH= Máxima Intercuspidação Habitual 
\uf0fc RC= Relação centrica 
\uf0fc OCLUSÃO BALANCEADA BILATERAL X OCLUSÃO 
MUTUAMENTE PROTEGIDA 
Registro das Relações maxilo-
mandibulares em PPR 
Definição das 
relações 
maxilomandibulares 
ESTABILIDADE 
OCLUSAL 
SIM 
»DVO 
estabelecida em 
MIH 
NÃO 
» DVO pretendida: 
DVR-3mm=DVO 
»Trabalha-se em 
relação cêntrica 
Registro das Relações maxilo-
mandibulares em PPR 
Relações maxilo-mandibulares em PPR 
Situação 1: PPR classe III x PPR classe IV 
-Registro 
pela 
mordida 
(MIH) no 
próprio 
rolete de 
cera 
 
-Podemos 
refinar o 
registro com 
pasta zinco 
enólica, 
poliéter ou 
silicona 
fluida 
Relações maxilo-mandibulares em PPR 
Situação 2: PPR classe II x PPR classe II 
-Registro 
pela 
mordida 
(MIH) sobre 
o rolete de 
cera 
com pasta 
zinco 
enólica, 
poliéter ou 
silicona 
fluida SE as 
regiões de 
extremo 
livre forem 
no mesmo 
lado 
Relações maxilo-mandibulares em PPR 
Situação 3: PT x PPR classe III 
-Registro 
pela 
mordida 
(RC) no 
próprio 
rolete de 
cera 
 
-Podemos 
refinar o 
registro com 
pasta zinco 
enólica, 
poliéter ou 
silicona 
fluida 
Relações maxilo-mandibulares em PPR 
Situação 4: PT x PPR classe I 
-Registro 
pela mordida 
(RC) sobre o 
rolete de cera 
com pasta 
zinco enólica, 
poliéter ou 
silicona fluida 
(refinamento 
do registro de 
mordida) 
Registro feito... Vamos selecionar a cor??? 
Idade, tipo físico (formato do rosto), sexo 
Cor, forma e textura dos dentes adjacentes 
Características da gengiva (cor, presença 
de pigmentos) 
Área do espaço edêntulo a ser reabilitado 
Escolha dos dentes 
O que considerar? 
TRÍADE DA 
ESTÉTICA 
TEXTURA 
FORMA 
COR 
Instrumento auxiliar: 
Fotografia 
-Sob luz ambiente; 
-Horário 10-15hs; 
-Observar dentes 
adjacentes e os 
homólogos (caso 
presentes) 
-Usar escala VITA 
-Dentes e escala devem 
esta úmidos 
Caso clínico PT Sup- PPR Inf 
O REGISTRO PERMITE A 
MONTAGEM EM ASA: 
 
1. Tomada do arco facial- 
monta moldelo sup. 
 
2. Com registro 
interoclusal faz o 
\u201cencaixe\u201d (oclusão) 
correto e monta o inferior. 
PASSOS CLÍNICOS PASSOS LABORATORIAIS 
1. Moldagem preliminar Obtenção do modelo de estudo 
a. Planejamento e Delineamento da PPR 
b. Confecção de planos guias e casquetes de 
transferência; 
c. Confecção dos nichos e planejamento de 
confecção de áreas retentivas (acréscimos 
em cera no modelo). 
d. Confecção moldeira individual