INTERVENÇÃO E AVALIAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA
72 pág.

INTERVENÇÃO E AVALIAÇÃO PSICOPEDAGÓGICA


DisciplinaPsicopedagogia2.583 materiais21.348 seguidores
Pré-visualização19 páginas
MATERIAL DIDÁTICO 
 
 
 
A INTERVENÇÃO E AVALIAÇÃO 
PSICOPEDAGÓGICA 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
U N I V E R S I DA D E
CANDIDO MENDES
 
CREDENCIADA JUNTO AO MEC PELA 
PORTARIA Nº 1.282 DO DIA 26/10/2010 
 
Impressão 
e 
Editoração 
 
0800 283 8380 
 
www.ucamprominas.com.br 
 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
2 
 
SUMÁRIO 
 
 
UNIDADE 1 \u2013 INTRODUÇÃO .......................................................................... 03 
UNIDADE 2 \u2013 ESBOÇO E PONTOS RELEVANTES DA INTERVENÇÃO ..... 05 
UNIDADE 3 \u2013 O TRATAMENTO SEGUNDO SARA PAÍN.............................. 20 
UNIDADE 4 \u2013 AVALIAÇÕES PSICOPEDAGÓGICAS .................................... 27 
UNIDADE 5 \u2013 OS NOVOS TRATAMENTOS, MEDICAMENTOS 
E EQUIPAMENTOS ......................................................................................... 36 
REFERÊNCIAS ................................................................................................ 48 
ANEXOS .......................................................................................................... 51 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
3 
 
UNIDADE 1 \u2013 INTRODUÇÃO 
 
 
A intervenção e o tratamento psicopedagógico são os últimos passos que o 
Psicopedagogo dá rumo ao sucesso do desafio lhe imposto. 
A postura do psicopedagogo deve ser de compreensão das atitudes paternas 
ante o problema e nunca de crítica. Nesse sentido, não pode haver abuso de poder, 
pelo fato do psicopedagogo se encontrar munido de um aparato teórico e de uma 
compreensão que os pais não tem no momento. 
Deve-se esclarecer o papel do psicopedagogo que atuará como orientador e 
direcionador do processo de crescimento, mas não será unicamente responsável 
pela eliminação da sintomatologia do sujeito na família. 
Relembramos ainda da importância do planejamento para que a intervenção 
atinja seus objetivos. 
Ao longo desta apostila, faremos um esboço e levantaremos pontos 
relevantes da intervenção. Falar do tratamento, segundo Sara Paín, é fundamental, 
portanto, tomaremos suas anotações como alicerce para essa etapa. 
Apresentaremos avaliações psicopedagógicas para a matemática; para 
alunos que vivem em ambientes desfavoráveis; alunos com necessidades 
educacionais específicas decorrentes de situações sociais ou culturais 
desfavorecidas; avaliação do ambiente social; alunos com problemas e transtornos 
emocionais e de conduta. 
Os novos tratamentos, alguns medicamentos e equipamentos que vêm sendo 
utilizados fecham esta apostila, mas deixamos em anexo, talvez, o mais importante: 
técnicas de avaliação, um caso a ser analisado e o lugar do Psicopedagogo. 
Ressaltamos em primeiro lugar que, embora a escrita acadêmica tenha como 
premissa ser científica, baseada em normas e padrões da academia, fugiremos um 
pouco às regras para nos aproximarmos de vocês, para que os temas abordados 
cheguem de maneira clara e objetiva, mas não menos científica. Em segundo lugar, 
deixamos claro que este módulo é uma compilação das ideias de vários autores, 
incluindo aqueles que consideramos clássicos, não se tratando, portanto, de uma 
redação original. 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
4 
 
Ao final desta Apostila, além da lista de referências básicas, encontram-se 
muitas outras que foram ora utilizadas, ora somente consultadas e que podem servir 
para sanar lacunas que por ventura surgirem ao longo dos estudos. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
5 
 
UNIDADE 2 \u2013 ESBOÇO E PONTOS RELEVANTES DA 
INTERVENÇÃO 
 
Após o diagnóstico claro e preciso, a primeira medida psicopedagógica é 
delinear a entrevista devolutiva aos pais. Nesta, serão abordadas as reais causas 
das dificuldades de aprendizagem da criança e explicada a forma pela qual o agente 
corretor pretende atuar. É importante não só planejar, mas registrar as sessões. 
Assim, o psicopedagogo estará de posse de um material a ser avaliado. 
Para uma melhor visualização do tratamento psicopedagógico em sua 
amplitude, considera-se necessário subdividi-lo em quatro dimensões, exatamente 
nessa sequência (enquadramento1, planejamento das atividades a serem 
desenvolvidas, desenvolvimento das sessões e avaliação) que serão apresentadas 
a seguir. 
O psicopedagogo deve ter em mãos o seguinte esquema: 
1. Enquadramento: 
a) Da problemática. 
b) Das sessões de tratamento. 
2. Planejamento das atividades a serem desenvolvidas. 
3. Desenvolvimento das sessões: 
a) Observação. 
b) Os aspectos centrais, secundários e interpretações psicopedagógicas que 
são diferentes das psicológicas, pois são operacionais. 
c) Registro. 
4. Avaliação: 
a) Do sujeito. 
b) Do processo corretor. 
A tarefa psicopedagógica tem um enquadramento próprio, que possibilita 
solucionar rapidamente os efeitos mais nocivos do sintoma, para depois dedicar-se a 
afiançar os recursos cognitivos, ou mesmo paralelamente. Uma das abordagens que 
se faz de extrema importância é, ao receber o sujeito, perguntar-lhe se sabe o 
motivo de estar ali, caso contrário fale sobre o assunto. 
 
1
 Denomina-se enquadramento o contrato estabelecido com os pais. 
 
 
Site: www.ucamprominas.com.br 
E-mail: ouvidoria@institutoprominas.com.br ou diretoria@institutoprominas.com.br 
Telefone: (0xx31) 3865-1400 
Horários de Atendimento: manhã - 08:00 as 12:00 horas / tarde - 13:15 as 18:00 horas 
6 
 
Neste contexto, mostre-lhe que o auxiliará a se desenvolver, mas que a parte 
principal virá do seu esforço e sua dedicação, e de sua predisposição para a 
mudança. Dessa forma, desmitificam-se as fantasias de "cura". Este 
desenvolvimento se inicia na entrevista devolutiva e estende-se por todo o 
tratamento (PAÍN, 1992). 
É também efetuado com o sujeito o contrato, compromissando-o com sua 
problemática, tanto no diagnóstico como no início e durante o tratamento (quando se 
fizer necessário). 
Essa entrevista inicial, também denominada "Queixa", busca clarear os 
aspectos obscuros acerca da problemática do sujeito na família, do processo 
corretor e das fantasias a respeito dos sintomas e "cura" dos mesmos. O 
enquadramento se inicia na entrevista devolutiva e estende-se por todo o 
tratamento, podendo ocorrer por várias vezes, conforme a necessidade. 
As informações acerca do diagnóstico e do tratamento deverão ser passadas 
à escola, porém, com cuidado, preservando-se o sigilo profissional. Caso o professor 
pergunte sobre aspectos pertinentes à intimidade da família, responda-lhe que sente 
muito, mas