A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
67 pág.
Teoria da História (Questionário Completo)

Pré-visualização | Página 10 de 19

citar, por exemplo, as estruturas políticas e 
econômicas. 
Apesar da História das Mentalidades ter se definido no final da década de 1960, suas raízes remetem a Idade Média 
e a prática dos monges copistas. 
Certo O arcabouço intelectual que vai contribuir para o surgimento da Nova História Cultural está intimamente ligado ao 
surgimento, no final da década de 1920, na França, de uma nova forma de se pensar as questões historiográficas, 
identificada como História das Mentalidades. 
A partir de meados da década de 1980, na França, muitas das temáticas antes abordadas pela História das 
Mentalidades começaram a ser abordadas pela Nova História econômica. 
O surgimento da história das mentalidades está ligado a separação entre sujeito e objeto característicos de uma 
historiografia do século XIX. 
 
2a Questão 
Sobre a história social, não podemos afirmar que: 
A fragmentação da história social é um fato, que não permite mais que a história social seja considerada uma 
disciplina homogênea. 
A história social influenciada pelos Annales entrou em crise nas décadas de 70 e 80 quando novas abordagens 
foram propostas. 
Certo Praticamente deixou de ser aplicada com o surgimento da Escola dos Annales que priorizou uma abordagem 
cultural da sociedade 
Apesar de todas as diferenças que existem na história social há semelhanças essenciais entre elas, como a 
preocupação com o coletivo e com o compartamento de identidades coletivas por exemplo. 
Existem várias modalidades de história social, com pressupostos diferentes que foram realizadas ao longo do 
tempo. 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
 
3a Questão 
Um dos objetos da História cultural são as práticas culturais. Podemos identificá-las nas seguintes relações: 
Certo Produção, circulação e recepção de um texto. 
 Produção, experimentação, reprodução e distribuição de medicamentos. 
 Movimentos migratórios e crescimento populacional de determinada localidade. 
 Produção, circulação e recepção de mercadorias. 
 Exercício de poder e movimentos de resistência. 
 
4a Questão 
Ao longo da história da ciência histórica, alguns autores se dedicaram aos estudos culturalistas, o que fez com que o 
conceito de "cultura", que é o fundamento teórico dessa abordagem, tenha sido objeto de constante reflexão. Assinale, 
entre as alternativas abaixo, aquela apresenta o nome do autor que ampliou o conceito de "cultura" e, consequentemente, 
o leque de interesses da história cultural. 
 Max Weber. 
Certo George Duby. 
 Leopold Ranke. 
 Karl Marx. 
 François Simiand. 
 
5a Questão 
Sobre a história das mentalidades NÃO se pode afirmar que: 
É um tipo de historiografia que privilegia os modos de pensar e de sentir dos indivíduos de uma mesma época e um 
de seus principais representantes é Michel Vovelle. 
Certo É associada a história de curta duração, pois as mentlidades constituem-se em padrões de pensamento que 
modificam-se em um curto espaço de tempo. 
Dentre os objetos típicos da História das mentalidades pode-se citar, por exemplo, as sensibilidades do Homem 
diante da morte e a história dos grandes medos estudadapor Jean Delumeau. 
 É uma historiografia que volta-se para as ideias que os indivíduos formam das suas condições de existência. 
É uma história que contempla o sistema de crenças, de valores e de representações próprios a uma época ou 
grupo. 
 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
6a Questão 
Com o fim da "História das Mentalidades", percebemos sua fragmentação em diferentes proposições, que podemos 
caracterizar da seguinte maneira: 
Certo O interesse pelos modos de pensar, agir e sentir, articulando-se com a Antropologia e com a Etnografia. 
 História das relações políticas apenas, com ênfase no produto das ações dos Estados e seus agentes. 
 História das relações econômicas, nas quais prevalecem apenas os aspectos quantitativos. 
Da exclusividade da história regional como a unica que interessaria aos diferentes grupos que compõem uma 
sociedade. 
A análise da base material das sociedades como a fonte de toda história, conforme certa tendência interpretativa 
do marxismo. 
 
7a Questão 
Sobre a história social, analise as proposições a seguir e assinale a alternativa correta: 
I) Seu desenvolvimento ocorre no final do século XIX, como resposta às intensas transformações pelas quais a história 
passava nesse período. 
II) Nas décadas de 1950 e 1960, a história social se constitui no interior de uma nova postura historiográfica e pela explosão 
de tensões sociais que dificilmente poderiam ser ignoradas pelos historiadores. 
III) O desenvolvimento da história social não tem nenhum envolvimento com a Escola dos Annales pois ambas 
apresentavam propostas opostas. 
IV) A história social, em sentido restrito, surgiu como abordagem que buscava formular problemas históricos específicos 
quanto ao comportamento e as relações entre os diversos grupos sociais. 
V) No âmbito político, o avanço das ideias socialistas e o crescimento do movimento operário levou um pouco, em toda 
parte, ao desenvolvimento de uma história social do trabalho. 
 São corretas as afirmativas I, III e IV 
 São corretas as afirmativas II, III e V 
 São corretas as afirmativas III, IV e V 
 São corretas as afirmativas I, II, III 
Certo São corretas as afirmativas II, IV e V 
 
8a Questão 
A História sempre surgiu contraposta à Antropologia ou à etnologia. Algumas dicotomias rígidas concretizaram-se, 
guardando para a história o reino da diacronia e do tempo; para a Antropologia o lugar da sincronia e da estrutura. Desde o 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
final da década de 60, entretanto, esse pensamento vem sendo modificado em função do surgimento de uma antropologia 
histórica que: 
Está mais preocupada com uma história de curta duração, onde se localizam os principais personagens ligados as 
transformações sociais. 
Certo Traz para o historiador uma nova abordagem atenta aos elementos culturais de longa duração, sem estar presa 
apenas a análises factuais. 
 Valoriza a construção de uma história événementielle, uma história factual, vinculada aos grandes personagens. 
Apaga o papel da história das relações sociais, colocando a antropologia e o estudo das estruturas como o eixo 
condutor das pesquisas sociais. 
 Prioriza a problematização de uma história serial baseada na suposta sucessão cronológica. 
 
9a Questão 
A ampliação do conceito de cultura na história veio como reação ao determinismo econômico de uma infra-estrutura que 
tudo abarcava. Isto significa que: 
A ampliação do conceito de cultural veio complementar o determinismo econômico do século XX, inaugurado a 
partir da década de 1960. 
Certo As relações econômicas e sociais não são anteriores às culturais, nem as determinam; elas próprias são campos de 
prática e produção cultural. 
 A macro história econômica é o principal objeto de estudo da história cultural e econômica. 
As relações econômicas e sociais são anteriores às culturais e determinaam os campos de rática e produção 
cultural. 
 A história econômica é anterior e mais importante do que a história cultural. 
 
10a Questão 
Assinale entre as opções abaixo aquela que apresenta o nome de um autor que se destacou no campo de pesquisa que 
costumamos chamar de "história cultural". 
Certo Georges Duby. 
 Theodor Momsem. 
 Leopold Ranke. 
 Marc Bloch. 
 Lucien Febvre. 
 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
11a Questão 
Sobre a História Cultural, analise as afirmações a seguir e assinale a alternativa incorreta: 
Certo Ela se aproxima intensamente da história das ideiais, história do pensamento formal, da filosofia e dos