A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
67 pág.
Teoria da História (Questionário Completo)

Pré-visualização | Página 11 de 19

grandes 
pensadores. 
Ela revela especial apreço pelas manifestações das massas anônimas tais como festas, resistências e crenças 
heterodoxas. 
 Ela é uma história plural, apresentando caminhos alternativos para a investigação histórica. 
 Há uma preocupação em resgatar o papel das classes sociais, da estratificação e mesmo do conflito social. 
 Revela forte afeição por aquilo que é informal e, sobretudo, popular. 
 
12a Questão 
A Nova História Cultural abriu um leque de possibilidades para a historiografia moderna. Os historiadores passaram a 
pesquisar e escrever a história a partir de outra perspectiva. Os interesses passaram para uma história preocupada com 
anônimos, seus modos de viver, sentir e pensar. Resgatou-se a importância das experiências individuais. 
Sobre a Nova História Cultural pode-se afirmar que: 
O retorno a história política, característica desse período, pode ser observado através da valorização das análises 
estruturais da sociedade. 
Certo Revalorizou-se a análise qualitativa e resgatou-se a importância das experiências individuais, o que favoreceu ao 
surgimento da Nova História política. 
Primou-se pelo desenvolvimento de uma análise quantitativa da história com a valorização da história das 
mulheres e da história das estruturas. 
A história do cotidiano passou a ser utilizada em segundo plano, visto que não representava as aspirações 
econômicas das explicações científicas. 
A história serial, inaugurada nesse momento representou uma reação contra a micro-história inaugurada pelos 
Annales. 
 
13a Questão 
A história cultural é uma das abordagens mais visitadas pelos historiadores profissionais. Nas últimas décadas, na esteira 
dos estudos desenvolvidos por importantes autores, como, por exemplo, o historiador francês Roger Chartier, a história 
cultura vive um momento de revisão teórica e metodológica. No entanto, os estudos em história cultural podem ser 
situados já no período compreendido entre o final do século XIX e o início do século XX. Assinale, portanto, entre as 
alternativas apresentadas abaixo, aquela que apresenta exemplos de representantes dos estudos culturalistas nesse 
período. 
 François Simiand e Max Weber. 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
 François Simiand e Karl Marx. 
 Michel Foucault e Karl Marx. 
Certo Jacob Burkhardt e Johan Huizinga. 
 Max Weber e Karl Marx. 
 
14a Questão 
¿Um dos primeiros exemplos, publicado em 1959, foi História Social do Jazz, escrito por (...) Eric Hobsbawm. Como seria de 
se esperar de um famoso historiador econômico e social, o autor discutia não apenas a música, mas também seu público, 
abordando o jazz como negócio e forma de protesto político e social¿. BURKE, P. O que é História Cultural? Rio de Janeiro: 
Zahar, 2005. pp. 29-30. O exemplo citado por Peter Burke é emblemático do surgimento, no século XX, do interesse por 
uma nova área dos estudos da cultura. Sobre este novo interesse, assinale a resposta correta. 
A obra de Hobsbawm sobre o Jazz foi um dos primeiros passos na direção do interesse pela exaltação da indústria 
cultural. 
Inserido no contexto da crítica cultural da Escola de Frankfurt, Hobsbawm inaugurou os estudos sobre os meios de 
difusão cultural em massa com seu livro sobre a história do Jazz. 
O estudo do Jazz como forma de arte erudita foi um importante passo nos estudos da Alta Cultura e suas 
representações em outras esferas da vida social, como a economia e a política. 
O texto se refere ao interesse pelo campo do simbólico nos estudos culturais, exemplificado pelo simbolismo da 
música perante seu público. 
Certo O livro de Eric Hobsbawm foi um dos marcos do interesse na cultura popular, que já havia sido objeto de 
pesquisadores do século XIX. 
 
15a Questão 
Uma das principais características do campo de estudos da história cultural, tal como vem sendo desenvolvida nas ultimas 
décadas, é: 
 a tendência de examinar as práticas culturais a partir da perspectiva da história econômica. 
Certo a circulação cultural, o que significa a crítica à dicotomia "cultura popular X cultura erudita". 
 a tendência de examinar as práticas culturais a partir da perspectiva da história política. 
 a restrição da noção de cultura às parcelas mais elitizadas da sociedade. 
 a ausência de interesses pelas práticas culturais individuais. 
 
16a Questão 
Marque a alternativa INCORRETA no que se refere à História Cultural e à Nova História Política: 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
A História Cultural trouxe consigo a possibilidade de repensar o conceito de cultura em outras bases, sobretudo a 
partir de um diálogo com a antropologia. 
A História política emerge, especialmente a partir doa anos 70, depois de um longo período de relativo 
"ostracismo" e buscando também repensar conceitos como "poder". 
As pesquisas mais recentes procuram estabelecer um diálogo muito proveitoso entre História Política e História 
Cultural. Isso se mostra, por exemplo, na utilização do conceito de culturas políticas pelos historiadores. 
Tanto a História Cultural quanto a Nova História Política representam um momento em que os historiadores 
procuraram repensar a sua prática historiográfica. 
Certo O conceito de representação, muito caro à História Cultural, evidencia que o objeto por excelência dos 
historiadores dessa área são as grandes manifestações culturais, como a pintura produzida por autores de renome. 
 
17a Questão 
Marque a alternativa que expressa de forma correta a maneira como os atuais estudos historiográficos entendem o que é 
cultura: 
Para os estudos atuais, cultura é uma esfera separada das relações sociais e um reflexo das estruturas econômicas 
e materiais. 
Os estudos atuais trabalham a categoria cultura a partir de duas dimensões opostas: a de cultura popular e cultura 
erudita. 
O conceito de cultura esta diretamente associado `a produção cultural e artística, como o cinema, a fotografia, a 
pintura etc. 
A noção de cultura encontra-se profundamente articulada aos sistemas filosóficos desenvolvidos pelos grandes 
pensadores. 
Certo O conceito de cultura é entendido no sentido antropológico, como significados partilhados e construídos pelos 
homens para explicar o mundo. 
 
18a Questão 
Sobre a História das Mentalidades, qual das alternativas é verdadeira? 
Nos anos de 1920 protagonozou intensos ataques à Escola dos Annales devido à falta de combatividade política de 
Marc Bloch e Lucien Febvre. 
Afirma as concepções marxistas de classe e luta de classe, buscando através da categoria "ideologia" uma 
consciência coletiva comum a toda sociedade. 
Teve como um dos grandes representantes Claude Leví-Strauss que ao escrever o livro "Pensamento Selvagem" 
fundou a escola. 
Certo Privilegia os modos de pensar e de sentir dos indivíduos de uma mesma época. 
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
JHºNJHºN
Realce
É sinônimo da história das idéias, pois lida principalmente com os intelectuais de uma época e como seus 
pensamentos são apropriados pela sociedade. 
 
19a Questão 
A história cultural é um campo historiográfico que se tornou cada vez mais evidente a partir do final do século XX, 
sobretudo na França. Chamada de Nova história cultural, essa historiografia só se tornou possível a partir da expansão dos 
objetos historiográficos. Um de dos representantes dessa tendência é o historiador Roger Chartier. 
Sobre a Nova história cultural é correto afirmar: 
 Está voltada para a compreensão da dimensão econômica da sociedade. 
Certo A história cultural abre espaço para o estudo de objetos como cultura popular, cultura letrada e representações. 
 Estuda principalmente as manifestações textuais para a compreensão das relações políticas da