A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
Avaliação II Literatura Brasileira: do Período Colonial ao Romantismo

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Literatura Brasileira: do Período Colonial ao Romantismo 
	Avaliação:
	Avaliação II - Individual FLEX 
	Prova:
	
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	O Barroco foi uma era que refletiu um certo declínio da Igreja Católica diante da Reforma Religiosa empreendida no século XVI. Na arte, se traduz o confronto entre a esfera espiritual medieval e a racionalidade do Renascimento; entre teocentrismo e antropocentrismo, velhos e novos valores. Sobre Barroco, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) O Barroco é marcado pela publicação do poema Prosopopeia, de Bento Teixeira.
(    ) No Barroco, há o personagem embasado no sentimento heroico e conquistador.
(    ) No estilo Barroco, há uma produção satírica valorizada, que constitui excelente material sociológico da época.
(    ) O homem barroco se vê colocado entre o céu e a terra, consciente de sua grandeza, mas atormentado pela ideia do pecado.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - F - V - V.
	 b)
	V - F - V - V.
	 c)
	F - V - F - F.
	 d)
	V - V - F - V.
	2.
	No que se refere à literatura, a escola literária do Arcadismo demonstrou-se importante, à medida que possibilitou a criação de uma nova tradição literária, baseada esta, agora, no ambiente simples e bucólico, na negação do estilo anterior e com os olhares voltados à tradição clássica. No Brasil Colonial, a seu turno, os árcades demonstraram-se favoráveis a um governo republicano. Sobre as obras que foram produzidas no Arcadismo Brasileiro, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Caramuru.
II- Cartas Chilenas.
III- Glaura. 
IV- Fábula do Ribeirão do Carmo. 
(    ) São vistos como obras poéticas que trazem em si a marca da sátira, cuja produção é marcada por uma linguagem um tanto agressiva. O tempo e o espaço de sua circulação teria sido a Vila Rica no período anterior à Inconfidência Mineira. Quanto à sua estética, poderiam ser comparados a cartas que mostram um político imortal, narcisista e despótico. 
(    ) Um pastor, nesse poema, retrata o rapto de uma musa que teria sido prometida a Apolo. Descreve o leito do rio como se fosse cheio de ouro, mas que é destruído por um ambicioso homem.
(    ) Poema épico que relata a aventura de Diogo Álvares Correia na descoberta da Bahia, bem como os costumes indígenas.
(    ) Caracteriza-se pela expressão de conceitos como a exaltação da figura feminina, além do pesar pela morte da pessoa amada. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	I - III - II - IV.
	 b)
	II - IV - I - III.
	 c)
	III - II - I - IV.
	 d)
	IV - III - II - I.
	3.
	O Arcadismo, que também é conhecido por Setecentismo ou Neoclassicismo, é o movimento que compreende a produção literária brasileira na segunda metade do século XVIII. O nome faz referência à Arcádia, região do sul da Grécia que foi nomeada em referência ao semideus Arcas. Um dos pontos característicos do Arcadismo faz alusão às convenções da poesia Clássica. No que se refere a esse aspecto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) O sentimento de transitoriedade da vida atrai o poeta ao carpe diem - aproveitar a vida ? proposto pelo poeta Horácio. 
(    ) Os temas do bucolismo expressam a intenção da fuga da cidade - o fugere urbe.
(    ) O Arcadismo concebia o ideal de vida simples, a pintura de cenas pastoris, um espaço-poético que constituía o locus amoenus - lugar ameno.
(    ) Os autores árcades rejeitaram os exageros verbais e os detalhes argumentativos e propunham o inutilia truncat - cortar o inútil.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	F - F - F - F.
	 b)
	F - V - V - F.
	 c)
	V - F - V - F.
	 d)
	V - V - V - V.
	4.
	Entre os anos de 1515 e 1600 surge, na Itália, o Maneirismo, um movimento de estilo autônomo, derivado do Renascimento. Todo esse período foi marcado por uma série de mudanças na Europa, que envolveram os movimentos religiosos reformistas e a consolidação do absolutismo em diversos países. O Maneirismo foi um movimento importante e, pela sua própria natureza ambivalente e contraditória, antecedeu o Barroco. Sobre as características do Maneirismo, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Literatura.
II- Estilo.
III- Escultura.
IV- Artes plásticas.
(    ) Figura serpentinata.
(    ) Sentimentos e dúvidas.
(    ) Exagero das formas.
(    ) Fortemente palaciano.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - III - IV - I.
	 b)
	I - III - IV - II.
	 c)
	IV - I - III - II.
	 d)
	III - I - IV - II.
	5.
	O Barroco foi um movimento que expressou um período da história ocorrido na esteira da Contrarreforma religiosa e foi introduzido no Brasil por intermédio dos jesuítas. Assim, a função da Igreja era ensinar o caminho da religiosidade e da moral a uma população que vivia desregradamente. As figuras de estilo eram utilizadas nos textos do movimento barroco, pois enfatizavam a realidade por meio dos sentidos. Associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Metáfora.
II- Antítese.
III- Paradoxo.
IV- Hipérbole.
(    ) União de duas ideias contrárias num só pensamento. 
(    ) Traduz a ideia de grandiosidade e pompa. 
(    ) Reflete a contradição e o contraste de ideias.
(    ) Uma comparação implícita. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - IV - III - I.
	 b)
	III - IV - II - I.
	 c)
	II - IV - I - III.
	 d)
	III - I - IV - II.
	6.
	O Barroco foi um movimento que expressou um período da história ocorrido na esteira da Contrarreforma religiosa e foi introduzido no Brasil por intermédio dos jesuítas. A partir do século XVII, o Barroco passa a se expandir para os centros de produção açucareira, especialmente na Bahia, por meio das igrejas. Uma das características do Barroco faz alusão ao contraste e à necessidade da vida espiritual. Na literatura barroca, também se manifesta o Fusionismo, cujo conceito faz alusão à:
	 a)
	Essência do homem.
	 b)
	Personagem que, se analisada sob o viés psicológico, passou pelo encurtamento da alma.
	 c)
	Tentativa de conciliação de contrários, como claro e escuro, alma e corpo, fé e razão, vida e morte, céu e terra.
	 d)
	Intervenção dos deuses sobre os personagens dos romances.
	7.
	"Pretende, Doroteu, o nosso chefe erguer uma cadeia majestosa, que possa escurecer a velha fama da torre de Babel e mais dos grandes, custosos edifícios que fizeram, para sepulcros seus, os reis do Egito. Talvez, prezado amigo, que imagine que neste monumento se conserve, eterna a sua glória, bem que os povos, ingratos, não consagrem ricos bustos nem montadas estátuas ao seu nome". 
FONTE: GONZAGA, Tomás Antonio. In: PROENÇA FILHO, Domício. Estilos de época na literatura. São Paulo: Ática, 1978.
Com base neste fragmento das "Cartas chilenas", de autoria de Tomás Antonio Gonzaga, analise as sentenças a seguir:
I- No trecho, há a tendência ao discurso em forma de diálogo do eu poético com um interlocutor. 
II- Existe, no fragmento, a utilização de uma linguagem deselegante e coloquial, que ignora os preceitos árcades.
III- O fragmento apresenta características do Arcadismo e o seu autor narra, com ironia, os demandos políticos da época.
Assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 b)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 c)
	Somente a sentença II está correta.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	8.
	"Pequei Senhor; mas não porque hei pecado, /Da vossa alta clemência me despido; /Porque quanto mais tenho delinquido, /Vos tenho a perdoar mais empenhado". 
FONTE: MATOS, Gregório de. In: HOLANDA, Sérgio Buarque de. Antologia dos poetas brasileiros
na fase colonial.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.