Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
paper agronegocio 2019

Pré-visualização | Página 1 de 3

� PAGE \* MERGEFORMAT �8�
Gestão em Agronegócio
A tecnologia no Agronegócio Brasileiro
Acadêmico 
Bianca Bica 
Tutor Externo²: Lisiane Batista de Mello 
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Curso (FLEX 0058) – Prática do Módulo II
02/09/2019
RESUMO
O Agronegócio deve ser entendido como um processo na produção agropecuária intensiva, é utilizado uma série de tecnologias e biotecnologias para alcançar níveis elevados de produtividade. A Agricultura no Brasil é considerada modelo, por ser a mais eficiente do mundo. Responsável pelos sucessivos superávits da balança de pagamentos do país, observa-se que nenhum segmento contribui mais para o desenvolvimento econômico e social do Brasil quanto o Agronegócio. Para estimular ainda mais este setor, o país tem realizado investimentos para alcançar alto nível de fortalecimento do agro brasileiro. A tecnologia utilizada como principal aliada para o desenvolvimento rural busca alternativas para o cultivo eficaz da produção. Contudo, foram estudadas também a atuação do agronegócio na economia brasileira atual, visto que o mesmo é considerado um setor fundamental no desenvolvimento e crescimento no Brasil.
 
Palavras-chave: Agronegócio, Economia Brasileira e Inovações Tecnológicas.
1 INTRODUÇÃO
Avaliando-se a evolução do conceito de agronegócio, percebe-se que tanto o conceito antigo de agronegócio quanto o recente englobam os mesmos aspectos no que se trata da produção, processamento, armazenamento e distribuição dos produtos agrícolas. No entanto, o novo conceito de agronegócio acrescenta o aspecto da pecuária. 
Para alavancar a produção, tornou-se importante as inovações tecnológicas para as atividades nas propriedades rurais. Destaque-se que as tecnologias interferem diretamente na cadeia produtiva, coordenando as formas de produção, devido as necessidades dos grandes produtores e exportadores de aplicar os avanços tecnológicos no agronegócio. Sendo o Brasil um país extremamente agrícola, deve incorporar as inovações tecnológicas nas atividades voltadas para o campo. O agronegócio é hoje a principal locomotiva da economia brasileira e responde por um em casa três reais gerados no país 
2 AGRONEGÓCIO
Agronegócio é um conceito que se iniciou na década de 1980, e, para alguns autores, é um ponto de vista para a construção de uma ideologia de mudança do sistema latifundiária da agricultura capitalista. No Brasil, o sentido de latifúndio traz a imagem da exploração, do trabalho escravo e braçal, da extrema concentração da terra, do atraso político e econômico. É, portanto, um espaço que pode ser ocupado para o desenvolvimento do país com tecnologia e sustentabilidade (FERNANDES, 2005).
A proposta do Agronegócio é focada nos fornecedores de bens e serviços para a agricultura, os produtores rurais, os processadores, os transformadores e distribuidores e todos os envolvidos na geração e fluxo dos produtos de origem agrícola até o consumidor final. Ao contrário do que muitos imaginam, o agronegócio não está somente relacionado com o campo, ele especializa-se também no meio urbano, sendo um dos vetores de promoção da subordinação das atividades rurais à dinâmica das cidades. Isso ocorre porque, à medida que o agribusiness moderniza-se, mais ele torna-se dependente de atuações industriais e produtivas advindas das cidades. Outra característica do agronegócio é que ele proporcionará, a curto e médio prazo, grandes resultados, devido a troca de conhecimentos e teorias. Um evento desta natureza tem a intenção de juntar a prática secular com o estado da arte da agropecuária. 
Contudo, não se deve pensar que o agronegócio é algo apenas para os grandes produtores rurais. Deve haver a participação dos agricultores altamente competitivos até os agricultores familiares. A principal diferença esta na escala de produção, e os pequenos só sobreviverão caso participem ativamente do processo de cooperação entre diversos atores que formam a cadeia produtiva, principalmente entre os próprios agricultores familiares (ARAÚJO, 2005).
2.1 A EVOLUÇÃO DO AGRONEGÓCIO NO BRASIL
 O agronegócio brasileiro é considerado uma atividade muito rentável, próspera e segura. Desde o início da história econômica do país, como a criação de seu próprio nome tem fortes raízes ligadas ao agronegócio. Isso graças a exploração de uma madeira chamada pau Brasil. O agronegócio brasileiro teve grande impulso entre as décadas de 1970 e 1990, pois a tecnologia se desenvolveu, proporcionando modificações consideráveis no desenvolvimento da Ciência e Tecnologia, que proporcionou a utilização de terras antes impróprias, originando novos produtos. Esse período destacou o Brasil em nível mundial. Atualmente, produtos oriundos do complexo de soja, carnes e derivados de animais, açúcar e álcool, madeira (papel, celulose e outros), café, chá, fumo, tabaco, algodão e fibras têxteis vegetais, frutas e derivados, hortaliças, cereais e derivados e a borracha natural são itens importantes da pauta de exportação brasileira. (VILARINHO, 2006). 
 A evolução da composição do Complexo do Agronegócio confirma que as cadeias do agronegócio adicionam valor às matérias-primas agrícolas nas quais o setor de armazenamento, processamento e distribuição final constituem o vetor de maior propulsão no
Página123