Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
Resumo de fisiologia sistema sensorial

Pré-visualização | Página 1 de 2

UFRJ- Fonoaudiologia 
 
Fisiologia dos sistemas sensoriais 
Através das sensações podemos 
interagir com o ambiente que nos cerca, 
contribuindo assim para nossa 
sobrevivência e integração com o mundo.   
 ​Os Sistemas sensoriais são os 
conjuntos de regiões do sistema nervoso, 
conectados entre si, cuja função é 
possibilitar as sensações. É formado 
pelos órgãos dos sentidos e pelos seus 
neurônios receptores específicos. 
*Sensação é a capacidade de codificar 
aspectos da energia que nos circunda, 
representando-os como impulsos 
nervoso. 
*Percepção faz vínculo dos sentidos e 
outros aspectos da existência, como o 
pensamento e o comportamento. 
Os sistemas sensoriais clássicos e os 
órgãos do sentido: 
Somatossensorial --- Pele 
Visual --- Olhos 
Auditivo e vestibular --- Orelhas 
Olfatório --- Nariz 
Gustativo --- Língua 
 
Os sentidos correspondem à tradução 
para a linguagem neural das diversas 
formas de energia contidas no meio 
ambiente . 
 
As diferentes modalidades sensitivas 
são agrupadas em duas classes: 
sensibilidade geral e sentidos especiais. 
 
sentidos especiais ​: olfato, 
gustação/paladar, visão, audição e 
equilíbrio. 
sensibilidade geral ​: esta refere-se à 
sensibilidade somática que inclui as 
sensações táteis as sensações 
térmicas;sensações de dor ;e as 
sensações proprioceptivas que permitem 
a percepção tanto das posições estáticas 
dos membros e partes do corpo. E 
refere-se também à sensibilidade visceral 
que fornece informações com relação às 
condições dentro dos órgãos internos. 
 
-> ​Tradução 
A tradução dos sentidos ocorre por 
meio de receptores sensoriais. Os 
receptores sensoriais são estruturas 
especializadas em traduzir as diversas 
formas de energia que incidem sobre 
nosso corpo, transformando-as em 
potenciais receptores e potenciais de 
ação. 
Tipos de receptores: 
-> ​Mecanorreceptores:​ são sensíveis aos 
estímulos mecânicos, como deformação, 
estiramento ou dobramento das células. 
Os mecanorreceptores fornecem sensações 
de tato, pressão, vibração, propriocepção, 
audição e equilíbrio. Além disso, 
monitoram, também, o estiramento dos 
vasos sanguíneos e órgãos internos; 
-> ​Quimiorreceptores:​ detectam substâncias 
químicas na boca (gustação), nariz (odor) 
e líquidos corporais; 
-> ​Termorreceptores: ​detectam mudanças 
na temperatura e estão distribuídos pela 
pele ; 
-> ​Nociceptores:​ respondem a estímulos 
dolorosos resultantes de lesão física ou 
química ao tecido; 
-> ​ Fotorreceptores:​ detectam a luz que 
atinge a retina; 
-> ​ Eletrorreceptores: ​sensíveis a variações 
de campo elétrico; 
 
-> ​Magnetorreceptores:​ sensíveis à 
orientação do campo magnético da Terra. 
 
 É importante dizer que as diferenças 
entre um sistema sensorial e outro surge 
dos diferentes estímulos e vias que os 
compõe. 
Uma característica importante dos 
receptores sensoriais é seu campo 
receptivo. 
O campo receptivo é a área de um 
sistema sensorial em que a presença de 
um estímulo causa a ativação de um 
determinado receptor e a transdução do 
estímulo. 
----- ​ ​Mecanorreceptores​ ------ 
Neles o estímulo encontrado é de 
estiramento ou tensão da membrana. 
Quando o estímulo de pressão é percebido 
ele modifica a conformação da proteína, 
que faz com que ocorra a abertura de 
canais iônicos e altere assim o potencial 
de membrana da célula sensorial 
 
-> Transdução 
A tradução é a transformação da energia 
do estímulo ambiental em potenciais 
bioelétricos gerados pelas membranas dos 
receptores. 
O primeiro potencial que resulta a 
transdução é chamado de​ potencial 
receptor. ​Em seguida, esse potencial pode 
provocar a ​ gênese de potenciais de ação 
na mesma célula, ou de outros neurônios 
de segunda ordem por meio da 
transmissão simpática, esta etapa é 
chamada de ​codificação​. 
 
Exemplo1: Neurônio Sensorial 
Um neurônio sensorial recebe um estímulo 
e isso faz com que ocorra a ativação de 
uma proteína receptora, o que ocasiona 
numa despolarização, que também pode 
ser chamada de potencial gerador. Este 
potencial dispara potenciais de ação no 
axônio do neurônio, que irão se propagar 
para centros de integração que estão 
presentes no SNC. 
Exemplo 2: Célula epitelial receptora 
sensorial 
Nela um estímulo ativa a proteína 
receptora logo na superfície, 
desencadeando um potencial receptor. 
Neste tipo de mecanismos, o potencial 
gerado irá abrir canais de cálcio 
dependentes de voltagem, resultando na 
liberação de neurotransmissores sobre o 
neurônio aferente primário que gerará 
potenciais de ação que posteriormente 
também serão conduzidos para centros 
integradores de informação. 
Toda célula sensorial é ativada por uma 
porção restrita do ambiente, o campo 
receptor. Esses receptores podem ser de 
adaptação lenta (ou tônicos) ou de 
adaptação rápida (ou fásicos). 
 
 ​~Vias sensoriais~ 
A informação sensorial flui através de 
vias dedicadas a retransmitir a 
informação do estímulo até chegar a 
regiões encefálicas, a isto denominamos 
via sensorial ou aferente. 
As vias sensoriais são formadas por 
neurônios e suas fibras nervosas, por 
onde a informação sensorial é conduzida 
dos receptores até as áreas centrais do 
sistema nervoso. 
Elas obedecem a um sistema hierárquico 
até que chegue ao córtex cerebral : 
 
 Receptor sensorial 
 | 
 Neurônio aferente primário 
 
 | 
 Neurônio aferente secundário 
 | 
 Neurônio aferente terciário 
 | 
 Neurônio cortical 
 
A condução da informação da via 
sensorial inicia-se com a detecção e 
transdução do estímulo pela terminação 
sensitiva. Em seguida, o impulso sensorial 
é enviado para um neurônio sensorial de 
1° ordem, logo após esse impulso 
continuará sendo transmitido para um 
neurônio de 2° ordem, na coluna 
posterior da medula e nos núcleos dos 
nervos cranianos. Ele seguirá então para 
o tálamo onde a informação será 
modificada e retransmitida para que 
chegue até seu destino final, o córtex 
sensorial. 
É no córtex que a informação sensorial 
será finalmente interpretada e as 
sensações e percepções acerca do mundo 
serão formadas. 
 
~Tato~ 
 
 ~Corpúsculo de merkel~ 
São terminações nervosas livres 
especializadas são compostos por célula 
de Merkel, que é dilatada, e que termina 
em discos ( disco de Merkel). É 
encontrado na pele; 
-> ​Disco de Merkel : informações de tato 
e pressão contínua. 
 
~Corpúsculo de Meissner~ 
São receptores táteis, alongados ou 
ovóides, possuem células achatadas que o 
subdivide em pequenos compartimentos 
transversais.São fásicos.. Encontrados em 
grande número nos dedos das mãos e dos 
pés. 
 
~Corpúsculos de Pacini~ 
São mecanorreceptores que se apresentam 
em forma de terminação nervosa. Faz a 
discriminação de vibrações rápidas. 
 
~Corpúsculo de Ruffini~ 
Tem estrutura arredondada, associados 
com fibrilas colágenas na cápsula.São 
tônicos. Localizado em tendões e sensíveis 
à endentação e ao estiramento da pele. 
 
 
 
 
-> Sistema coluna dorsal 
Também chamada de via do lemnisco 
medial, é o local onde as sensações de 
tato e propriocepção são sentidas.. 
Os sinais recebidos são transmitidos por 
meio de fibras mielinizadas de grandes 
diâmetro, essas fibras chegam até a 
medula através de raízes dorsais e a 
informação passará pelos fascículos e 
chegará ao tronco encefálico. Por último 
os neurônios de segunda ordem cruzam o 
plano medial e atingem o tálamo através 
dos lemniscos mediais. Do tálamo os 
neurônios de terceira ordem projetam-se 
para o córtex somestésico primário onde 
 
finalmente a informação será 
interpretada. 
*Dermátomos​: Áreas da pele e dos 
tecidos profundos que são inervadas por 
fibras aferentes de um único nervo 
espinal, seus mapas são importantes
Página12