Síndrome de Down
2 pág.

Síndrome de Down


DisciplinaBiologia Celular28.714 materiais969.379 seguidores
Pré-visualização1 página
Projeto i21: Inclusão do 21
Autores: Marilane Balica Pereira¹ 
 Maria Luiza da Costa Sousa²
Orientador: Francisco Darlan Pedro Farias³
CONTEXTUALIZAÇÃO 
Segundo o Art.1º. Da lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência) a mesma é destinada a assegurar e a promover, em condições de igualdade, o exercício dos direitos e das liberdades fundamentais por pessoa com deficiência, visando à sua inclusão social e cidadania. Trabalhar com a inclusão social e educacional desde a infância da pessoa com Síndrome de Down é de suma importância para o desenvolvimento e aprendizado da mesma, pois a estimulação precoce, logo nos primeiros anos de vida pode ser determinante para o desenvolvimento motor, comunicacional e cognitivo. De acordo com a educadora e escritora Andrea Ramal, o objetivo da educação inclusiva não é tornar todas as crianças iguais, e sim respeitar e valorizar as diferenças.
OBJETIVO GERAL 
Incluir de uma maneira ampla as pessoas com Síndrome de Down na educação e sociedade.
OBJETIVO ESPECÍFICO
Desmistificação da Síndrome de Down
Conscientizar a respeito dos direitos das pessoas com deficiência 
Promover ações inclusivas 
METODOLOGIA
Realizar palestras sobre desmistificação da Síndrome de Down, conscientizar sobre os direitos da pessoa com deficiência, promover atividades inclusivas e adaptadas, trabalhar com a humanização e empatia da sociedade em geral.
RELEVÂNCIA DA PESQUISA
Segundo dados do IBGE-2010 (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), estima-se que o número de pessoas com Síndrome de Down no Brasil correspondia há aproximadamente 270 mil, e a cada 700 nascidos vivos 1 possui a condição genética. De acordo com a Federação Brasileira das Associações de Síndrome de Down,atualmente, no Brasil, existem 74 pessoas com Síndrome de Down que estão ou já se formaram no ensino superior, pode parecer pouco, mas em comparação a outros países isso pode ser considerado uma vitória, porém, ainda se faz necessário que haja o cumprimento da Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência.
IMPACTO DA PESQUISA
O desenvolvimento do projeto deve proporcionar uma mudança na postura da equipe e da sociedade no que diz respeito a inclusão de pessoas com Síndrome de Down, fazendo com que as pessoas abram a mente e desenvolvam a empatia e respeito, livres de preconceito.
CONSIDERAÇÕES FINAIS
A realização deste projeto pode ser considerada como algo eficaz na luta pela inclusão de pessoas com Síndrome de Down, pois visará abordar a importância da educação e socialização das mesmas, seguindo o princípio da equidade que aborda tratar de forma desigual os desiguais.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
https://querobolsa.com.br/revista/sindrome-de-down. Acesso em: 10.09.19
https://www.movimentodown.org.br/2012/12/estatisticas/. Acesso em 10.09.19
https://www.google.com/amp/s/lobo.jusbrasil.com.br/artigos/344141911/deficientes-e-a-lei-de-inclusao-o-que-precisamos-saber/amp. Acesso em 10.09.19
PALAVRAS CHAVE: Síndrome de Down, Inclusão, Educação, Sociedade