A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
38 pág.
01 Produção Própolis APF

Pré-visualização | Página 1 de 1

Produção e Processamento de Própolis
Docente:
O que é a Própolis
Entende-se por Própolis o produto oriundo de substâncias resinosas, gomosas e balsâmicas, colhidas pelas abelhas, de brotos, flores e exsudados de plantas, nas quais as abelhas acrescentam secreções salivares, cera e pólen para elaboração final do produto 
Sua composição depende da época, vegetação e local de coleta.
Ela possui uma coloração que pode variar entre o marrom claro ou marrom esverdeado e preto, dependendo de sua origem.
Para o que serve à Própolis
Na higienização do interior da colmeia,
Vedação de aberturas externas,
Eliminação de espaços indesejáveis e não transitáveis
 Pesquisadores citam que a própolis é um desinfetante que elimina microrganismos como (bactérias, fungos, vírus, etc), prevenindo o aparecimento de doenças na colmeia.
A própolis tem sido usada a mais de 5000 anos, como terapêutico natural.
Por ter propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes, antisséptico, anticariogênicos, bactericidas e cicatrizantes.
Composição da Própolis
Resina e balsamos de vegetais 50%
Cera 30%
Óleos aromáticos 10%
Pólen 5%	
Varias substâncias 5%
Como é produzida
As abelhas produzem própolis a partir de diversos tipos de resinas que elas coletam em varias espécies de plantas.
São exsudatos de casca de troncos, galhos e ramos, ou também brotações e folhas.
As abelhas coletoras, geralmente são as campeiras mais velhas e na ultima fase de sua vida.	
A busca por resina ocorre nos períodos mais quentes do dia, entre 10 e 16 h.
Fonte:Epagri
Fonte:Epagri
Coleta da própolis
As abelhas coletam a própolis usando suas mandíbulas e o primeiro par de patas dianteiras elas raspam as resinas das plantas com as mandíbula e manipulam o material raspado com as patas até ficarem na corbícula .
Quanto maior temperatura do ambiente, mais maleável as resinas das plantas menor o tempo de te coleta pelas a Abelhas.
Época do ano
A melhor época para coletar a própolis é o outono, quando a colmeia necessita defender-se mais dos predadores e do frio. No inverno, especialmente em regiões mais frias, não se deve coletar a própolis na colmeia, para não deixá-la desprotegida, exposta às variações de temperatura
Fonte:apacame
A partir de junho a produção de própolis reduz devido alguns fatores= aumento de produção de mel, aumento da temperatura.
13
Localização do apiário
A localização do apiário deve ser em local com vegetação suficiente para atender a demanda das abelhas por néctar e pólen, ser distante de fontes indesejáveis que possam contaminar a própolis, tais como centros urbanos e estradas movimentadas. 
Eventualmente pode-se encontrar abelhas coletando tinta de alambrados e outras resinas artificiais que podem
Abelha coletando resina de alambrado
Fonte: Epagri
Principais plantas para produção da própolis
Pinus 
Pinheiro brasileiro
Bracatinga
Pessegueiro
Ameixeira 
Alecrim 
Eucalipto 
A flora disponível, e sua densidade e diversidade influencia diretamente no tipo e quantidade de própolis produzidos.
Técnicas para produção de Própolis
Raspagem de quadros e paredes
Calços de madeira
Telas plásticas
Coletor inteligente 
Método raspagem
Raspagem do própolis durante o manejo rotineiro das colmeias
Método não muito utilizado em criações mais profissionalizadas, por ter uma grande concentração de resíduos, como lascas de madeira e poeira.
Gerando um própolis de baixa qualidade e baixo valor comercial. 
18
Calços de madeira
Consiste em usar calços entre a tampa e a melgueira.
Tela plástica
Consiste em colocar uma tela plástica, ou inox entre a melgueira e a tampa, as abelhas preenchem o espaço vazio com a própolis.
Coletor inteligente de própolis CPI
Consiste na utilização de uma melgueira com sarrafos laterais móveis, com altura aproximada de 2 cm. 
Periodicamente, conforme as abelhas preenchem o espaço vazio com própolis, são retirados sarrafos de ambas as laterais para estimular a produção.
Fonte: Epagri
Vantagens: De baixo custo e fácil manejo
 Melhor proteção e qualidade da própolis, pois o lado propolizado do coletor fica voltado para o interior da colmeia
 Os quadros de própolis podem ser retirados e substituídos sem precisar abrir a colmeia e com pouco uso de fumaça 
Produção
Cada quadro móvel propolizado representa em média 30g de própolis (60g por melgueira) em um prazo médio de 10 dias.
Sua produção pode chegar de 300 a 400g mensais em enxames muito propolizadores. 
A qualidade depende do tipo de flora e da qualidade do ambiente.
Processamento e manipulação da Própolis
Antes de qualquer manipulação da própolis deverá tomar todos os cuidados de limpeza e higiene necessários tanto pessoal como do ambiente seguindo a (Portaria n° 368, de 04/09/97)
Os quadros são retirados das caixas e gradeados na mesa ou prateleira para não haver aderência entre eles e para uma pré-secagem
Fonte:Epagri
Retirada dos quadros
 A própolis será cortada com faca inox e afiada de um lado
 Neste processo, evita-se cortar a fita plástica, assim como a madeira das laterais do quadro. 
Desta forma obtém-se tiras e pedaços praticamente limpos de impurezas
Limpeza 
 Após a obtenção da própolis ela passa por uma seleção e limpeza.
De forma manual, são retiradas as impurezas.
Caso muito úmido passa por uma secagem em estufa de ar seco a temperatura baixa em torno de 40ºC.
Classificação da própolis
Classificação visual, considera vários fatores, como remoção de impurezas, cheiro, odor, tamanho.
Pela origem botânica: Quando a origem botânica é conhecida, esta classificação torna-se particularmente interessante pela sua valorização no mercado. 
Cada mercado exige alguns padrões de classificação diferente (Tabela).
Classificações para comercialização
Classificação visual
Na classificação visual a própolis pode ser considerada como:
De 1º, onde é granulada ou solta, em escamas livre de impurezas e aroma característico e agradável. 
De 2º, onde é granulada coletada no alvalo, a tampa ou paredes colmeia, livre de impurezas e com aroma característico e agradável.
De 3º, oriunda de raspagem dos quadros tampa ou paredes da colmeia, apresenta poeira, pedaços de madeira, cera, e necessita ser limpa para comercialização 
Própolis Verde
A própolis verde é encontrada exclusivamente na região sudeste do Brasil. Ela é produzida a partir da resina do alecrim-do-campo (B. dracunculifolia), uma planta nativa do cerrado brasileiro. 
Segundo especialistas japoneses, a própolis verde se diferencia das demais pela presença de compostos fenólicos e flavonoides únicos, como a Artepelina C
Antioxidante, anti-inflamatório e que fortalece o sistema imunológico e auxilia no combate e prevenção de diversas doenças
Também sugerem que a própolis verde possui ação antitumoral, motivo pelo qual é muito utilizada em hospitais do Japão
Valor até 300% maior
Própolis vermelha
É um extrato produzido a partir de uma seiva encontrada no rabo-de-bugio(Dalbergia ecastophyllum), uma vegetação dos manguezais do estado.
Fonte: www.mel.com.br
Própolis vermelha tem surpreendido pelas propriedades ativas, atuando na prevenção do envelhecimento e positivos no controle de diabetes, hipertensão, câncer.
Produtos 
FIM
Referências
http://docweb.epagri.sc.gov.br/website_epagri/PRODUCAO-BENEFICIAMENTO-PROPOLIS.pdf
http://www.realpropolis.com.br/qual-diferenca-entre-propolis-verde-e-as-demais-propolis/
https://apisbrasil.com.br/blog/91-os-principais-tipos-de-prpolis-do-brasil 
Cavalcanti P. S.MANUAL PRATICO DE CRIAÇÃO DE ABELHAS, editora Aprenda fácil, 2014
http://extwprlegs1.fao.org/docs/pdf/bra150035.pdf