Slides de Aula - Unidade II ED V
41 pág.

Slides de Aula - Unidade II ED V

Pré-visualização3 páginas
Unidade II
ESTUDOS DISCIPLINARES
Metodologia Científica
Profa. Dra. Heloisa Helena
Quais as fases de uma pesquisa?
\uf0a7 Escolha o tema.
\uf0a7 Elabore o plano de trabalho.
\uf0a7 Identifique as necessidades da pesquisa.
\uf0a7 Localize o material.
\uf0a7 Compile.
\uf0a7 Faça o fichamento.
\uf0a7 Analise e interprete.
\uf0a7 Redija.
Tema
\uf0a7 Segundo Booth, pesquisar é reunir informações necessárias 
para encontrar uma resposta a uma pergunta e assim chegar 
à solução de um problema (BOOTH, 2000, p. 19).
\uf0a7 Tema é o assunto que se deseja provar ou desenvolver; 
\u201cé uma dificuldade, ainda sem solução, 
que é determinar com precisão, para 
intentar, em seguida, avaliação, 
crítica e solução\u201d. (Asti Vera, 1976:97)
\uf0a7 Toda pesquisa tem como objetivo dar 
a resposta a uma pergunta, seja pela 
refutação ou pelo reforço das hipóteses.
Fonte: https://pixabay.com/pt/l%C3%A2mpada-
el%C3%A9trica-id%C3%A9ia-considere-1002783/
Tema
\uf0a7 Para escolher um tema é necessário considerar fatores 
internos e externos.
Fatores internos: selecionar um assunto que tenha afinidade 
com quem está elaborando o trabalho acadêmico;
\uf0a7 escolher um assunto que seja compatível com 
as qualificações pessoais;
\uf0a7 encontrar um objeto que \u201cmereça\u201d ser pesquisado e que 
possa oferecer condições de ser formulado e delimitado 
na função da pesquisa. 
Tema
Fatores externos: a disponibilidade de tempo para realizar 
a pesquisa completa e aprofundada;
\uf0a7 A existência de obras pertinentes ao assunto em número 
suficiente para o estudo global do tema;
\uf0a7 A possibilidade de consultar especialistas da área para uma 
orientação tanto na escolha quanto na análise e interpretação 
da documentação específica.
\uf0a7 A escolha pode advir de estudos anteriores, experiência 
profissional ou pessoal, de leituras, da descoberta 
de discrepâncias entre trabalhos ou da analogia com 
temas de estudo de outras disciplinas ou áreas científicas.
Tema
\uf0a7 É preciso observar a importância e a relevância do tema 
porque, além de tudo, ele deve ser atual. 
\uf0a7 Lembre-se sempre de que, embora o projeto nasça de uma 
paixão pessoal, ele deve atender o coletivo e responder 
às demandas da sociedade.
Você precisará justificar o tema escolhido demonstrando:
\uf0a7 Qual é a relevância do assunto e como ele pode contribuir 
para a sociedade? 
\uf0a7 Quais os problemas que poderá resolver? 
\uf0a7 Qual a sua significância? 
Interatividade
Quando nos referimos aos fatores internos para a determinação 
do tema, é incorreto afirmarmos que:
a) precisamos saber qual a disponibilidade de tempo 
que temos para realizar a pesquisa.
b) é necessário selecionar um assunto que tenha afinidade 
com o autor.
c) é preciso escolher um assunto que seja compatível 
com as qualificações pessoais do autor.
d) é imprescindível encontrar um objeto que \u201cmereça\u201d 
ser pesquisado.
e) nenhuma das afirmativas é incorreta.
Resposta
Quando nos referimos aos fatores internos para a determinação 
do tema, é incorreto afirmarmos que:
a) precisamos saber qual a disponibilidade de tempo 
que temos para realizar a pesquisa.
b) é necessário selecionar um assunto que tenha afinidade 
com o autor.
c) é preciso escolher um assunto que seja compatível 
com as qualificações pessoais do autor.
d) é imprescindível encontrar um objeto que \u201cmereça\u201d 
ser pesquisado.
e) nenhuma das afirmativas é incorreta.
Escolhemos o tema, e agora?
\uf0a7 É preciso delimitar o tema para evitarmos assuntos que 
possam gerar discussões intermináveis, divagações, 
\u201clugares-comuns\u201d; também precisamos evitar temas 
que sejam muito amplos ou que se mostrem inviáveis 
como objeto de pesquisa.
\uf0a7 Para delimitar é necessário distinguir sujeito de objeto. 
O sujeito é o universo de referência, que pode ser constituído 
por objetos, fatos, fenômenos ou pessoas que serão estudadas 
com o objetivo de melhor apreendê-los ou de agir sobre eles. 
O objeto é o tema propriamente dito, corresponde àquilo que 
se deseja saber ou realizar a respeito do sujeito.
\uf0a7 Onde, quando, quem e como?
Problematização
\uf0a7 A problematização é estruturada pelas dúvidas que se quer 
resolver ou descobrir dentro do tema. 
\uf0a7 As dúvidas explicitadas no problema da pesquisa é que 
direcionarão todo o trabalho de investigação, desde a coleta 
de dados até o tratamento desses dados, as análises 
e as conclusões. 
Fonte: https://pixabay.com/pt/pesquisa-arquivos-apresenta%C3%A7%C3%A3o-2876776/
Hipóteses
\uf0a7 A hipótese é uma \u201cpré-solução\u201d do problema.
\uf0a7 A pesquisa tem por finalidade mostrar se as hipóteses 
apresentadas são verdadeiras ou não.
\uf0a7 Podemos então ter uma hipótese que a pesquisa mostre 
ser equivocada? Sim!
Fonte: https://pixabay.com/pt/ovos-ovos-de-galinha-ovos-crus-1510449/
Objetivos
Referem-se a onde pretendemos chegar com a pesquisa, 
ou seja, o objetivo final é explicar:
\uf0a7 o que você está escrevendo \u2013 seu tópico;
\uf0a7 o que você não sabe sobre ele \u2013 sua pergunta;
\uf0a7 por que você quer saber sobre ele \u2013 seu fundamento lógico.
\uf0a7 Objetivo geral: é o objetivo estrutural da pesquisa e começa 
com um verbo de ação: identificar, analisar, descrever etc.
\uf0a7 Objetivos específicos: são eles que descrevem as etapas a 
serem efetivadas para se alcançar o objetivo central ou geral.
\uf0a7 Cada objetivo, além de ser claro, expressa apenas uma ideia 
ou ação.
Referencial teórico
\uf0a7 O referencial teórico é a apresentação dos autores 
cujo pensamento irá nortear seu trabalho. 
\uf0a7 Tem o objetivo de clarear os conceitos, fundamentar 
e desenvolver hipóteses, iluminar o objeto e sustentar 
o trabalho.
\uf0a7 É interessante que a escolha dos autores que compõem 
o quadro teórico do projeto seja semelhante aos autores 
adotados pelo orientador. Por isso a importância de 
conhecermos as linhas de pesquisa e trabalhos desenvolvidos 
pelos professores orientadores que escolhemos. Isso ajuda a 
encontrarmos um orientador que \u201cfale a nossa língua\u201d.
O trabalho em si
\uf0a7 Detecção do problema.
\uf0a7 Encontrar instrumentos para estudar/pesquisar 
o problema e compreendê-lo melhor.
\uf0a7 Estabelecer pré-solução.
\uf0a7 Pensamentos inovadores ou a produção de novos dados 
empíricos que resolvam o problema. 
\uf0a7 Obtenção de uma solução.
\uf0a7 Investigação das consequências da solução obtida.
\uf0a7 Comprovação da solução.
\uf0a7 Feedback = início de novo ciclo.
Interatividade
Vimos que uma pesquisa acadêmica é composta de vários itens, 
mas quando estamos nos referindo à pré-solução do problema, 
estamos falando de:
a) problematização.
b) objetivo principal.
c) objetivos derivados ou secundários.
d) hipótese.
e) referencial teórico.
Resposta
Vimos que uma pesquisa acadêmica é composta de vários itens, 
mas quando estamos nos referindo à pré-solução do problema, 
estamos falando de:
a) problematização.
b) objetivo principal.
c) objetivos derivados ou secundários.
d) hipótese.
e) referencial teórico.
Escrever é fácil! Será?
\u201cEscrever é fácil. Você começa com uma maiúscula e termina 
com um ponto final. No meio, coloca ideias.\u201d Pablo Neruda
Fonte: https://pixabay.com/pt/franzir-caneta-escrever-autor-175980/
Escrevendo...
\uf0a7 Na academia utilizamos a dissertação como texto, que é a 
organização de palavras, frases e textos apresentando ideias, 
raciocínio, analisando contextos, dados e fatos. 
A dissertação é a organização do material que se obteve durante 
a pesquisa, dividida em três partes:
\uf0a7 Introdução;
\uf0a7 Desenvolvimento;
\uf0a7 Conclusão.