A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
35 pág.
AULA 05 PSICOFARMACOLOGIA ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS 2019_1

Pré-visualização | Página 1 de 3

5/16/2019
1
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS
O QUE PENSAMOS PODE NOS TORNAR GENIOS OU ADOECER A NOSSA MENTE.O QUE PENSAMOS PODE NOS TORNAR GENIOS OU ADOECER A NOSSA MENTE.
5/16/2019
2
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS 
1. Cérebro Reptiliano
O sistema reptiliano é o nosso
sistema mais primitivo, seu
comportamento é muito
semelhante ao dos animais e
tem foco na sobrevivência.
Ele domina a agressividade,
ataque ou fuga diante de um
perigo eminente.
É o cérebro mais conservador,
com fortes raízes no passado e
com medo de mudança.
Conceitos FundamentaisConceitos Fundamentais
CÉREBRO TRIUNOCÉREBRO TRIUNO
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS 
Este sistema é pura
emoção e sentimentos,
possuindo seis emoções
básicas: alegria, surpresa,
raiva, nojo, tristeza e
medo.
Conceitos FundamentaisConceitos Fundamentais
CÉREBRO TRIUNOCÉREBRO TRIUNO
2. Sistema Límbico
5/16/2019
3
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS 
Atua de forma
dicotômica, não existe
meio termo, e essa
característica é a mais
importante dentro do
sistema límbico: ou você
gosta ou você não gosta,
ou é bom ou é ruim.
Ele é amparado pelo
sistema reptiliano, pois
ele traz segurança em
experiências sobre fatos
já vividos no passado.
Conceitos FundamentaisConceitos Fundamentais
CÉREBRO TRIUNOCÉREBRO TRIUNO
2. Sistema Límbico
ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS ANSIEDADE E ANSIOLÍTICOS 
3. Neocórtex
Este foi o último cérebro a
ser desenvolvido e é o
responsável pelo
pensamento, linguagem e
fala.
É o cérebro racional que
pensa e reflete.
Suas características são
analisar, pensar friamente
e escolher conscien-
temente.
Conceitos FundamentaisConceitos Fundamentais
CÉREBRO TRIUNOCÉREBRO TRIUNO
5/16/2019
4
MEDO E ANSIEDADE
RESPOSTA (ATIVIDADE) CEREBRAL EM RESPOSTA A ESTÍMULOS AVERSIVOS
A AMIGDALA
Reconhece as
reações de medo e
agressão e evoca as
respectivas reações
O MEDO
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
5/16/2019
5
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
5/16/2019
6
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
5/16/2019
7
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
5/16/2019
8
MEDO E ANSIEDADE
O MEDO
Ativação do giro cingulado e da amígdala em resposta a estímulos aversivos
MEDO E ANSIEDADE
RESPOSTA (ATIVIDADE) CEREBRAL EM RESPOSTA A ESTÍMULOS AVERSIVOS
5/16/2019
9
MEDO E ANSIEDADE
IMAGINAÇÃO
OU
PENSAMENTOS
MEDOMEDO
ANSIEDADEANSIEDADE
CÉREBRO PRIMITIVO
(Resposta automática)
MEDO E ANSIEDADE
5/16/2019
10
MEDO E ANSIEDADE
- RELAÇÕES ENTRE NEURONIOS EXCITATÓRIOS E INIBITÓRIOS
- Quando o neurônio inibitório está
desativadodesativado o neurônio excitatório
libera grande quantidade de
neurotransmissor na fenda sináptica
- Quando o neurônio inibitório está
ativadoativado libera neurotransmissor
inibitório na sinapse com o neurônio
excitatório o que inibe a liberação do
neurotransmissor na fenda sináptica.
MUITO 
NEUROTRANSMISSOR
POUCO 
NEUROTRANSMISSOR
EXEMPLO DE NEUROTRANSMISSOR INIBITÓRIO: Ácido Gama-Aminobutírico (GABA) 
5/16/2019
11
DINÂMICA NEURONAL NA ANSIEDADEDINÂMICA NEURONAL NA ANSIEDADE
TERMINAIS AXONICOS EXCITATÓRIOS EXCITATÓRIOS PROVENIENTES DE VÁRIAS REGIÕES DO ENCÉFALO
TERMINAIS AXONICOS 
INIBITÓRIOS INIBITÓRIOS PROVENIENTES 
DE VÁRIAS REGIÕES DO 
ENCÉFALO
NEURÔNIO DO 
HIPOTÁLAMO
RECEPTOR 
DE GABA
Na Ansiedade a imaginação ativa neurônios que
EXCITAM neurônios da amigdala
PENSAMENTO OU 
IMAGINAÇÃO
MEDO E ANSIEDADE ESTRESSE 
O sistema nervoso simpático e o eixo hipotalâmico-pituitário-adrenal liberam 
adrenocorticotropina (ACTH), adrenalina, noradrenalina e cortisol.
5/16/2019
12
REGULAÇÃO DE HORMONAL NO ESTRESSE
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
MEDO E ANSIEDADE ESTRESSE 
Atividades do Sistema Nervoso Simpático
REGULAÇÃO NERVOSA NO ESTRESSE
5/16/2019
13
MEDO E ANSIEDADE ESTRESSE 
Atividades do Sistema Nervoso Simpático
EIXO
HIPOTALÁMO
HIPÓFISE
(ou pituitária)
ADRENAl
(ou supra renal)
REGULAÇÃO DA PRODUÇÃO E SECREÇÃO DE CORTISOL – POTENTE ANTI-INFLAMATÓRIO E 
IMUNOSSUPRESSOR
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
AMIGDALAAMIGDALA
Neurônios da amigdala fazem
sinapse com neurônios
do hipotálamo.
5/16/2019
14
SNC
SNP
Sistema nervoso 
autônomo
QUEDA DA
RESPOSTA
IMUNE
ENDÓCRINO
atividade inibitória 
sobre células imune
expressões de medo
vasoconstrição e aumento da 
ritimicidade cardiaca
(cortisol)
Provaveis ligantes envolvidos 
com reações cutâneas 
(‘’alergias’’)
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
PROSTAGLANDINAS
ESTIMULAM AS CÉLULAS 
ESTOMACAIS PRODUTORAS DE 
MUCO PROTETOR DO 
ESTÔMAGO
O CORTISOL
PRODUZIDO EM SITUAÇÃO DE 
ESTRESSE INIBE A PRODUÇÃO DE 
PROSTAGLANDINA
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
5/16/2019
15
O CORTISOL PRODUZIDO
EM SITUAÇÃO DE ES-
TRESSE (luta ou fuga)
ESTIMULA A SINTESE DE
GLUCAGON PELAS CÉLU-
LAS ALFAS DO PANCREAS
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
O GLUCAGON ESTIMULA O FÍGADO A
QUEBRAR O GLICOGÊNIO (reserva de
glicose) LEVANDO A ELEVAÇÃO DA
CONCENTRAÇÃO DE GLICOSE NO SANGUE
A CONTINUACONTINUA CONCENTRAÇÃOCONCENTRAÇÃO ELEVADAELEVADA DEDE
GLICOSEGLICOSE INDUZEM AS CÉLULAS ALFA DO
PANCREAS (produtoras de insulina) A UMA
SOBRECARGA DE TRABALHO LEVANDOLEVANDO--ASAS AA
MORTEMORTE GRADATIVAMENTEGRADATIVAMENTE..
DIABETES ADRENAL
• Estimula a gliconeogênese, particularmente no fígado 
(aumenta a expressão das enzimas envolvidas na 
gliconeogênese → quebra do glicogênio em GLICOSEGLICOSE).
• Mobilização de aminoácidos dos tecidos não hepáticos
• Inibição da captação de glicose pelos músculos e tecido 
adiposo.
• Estimula a quebra de gordura pelo tecido adiposo.
CortisolCortisol
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
5/16/2019
16
Aumenta a taxa e a força de contração do músculo cardíaco. Uma ação 
da epinefrina atuando por meio de receptores β adrenérgicos. 
Constricção dos vasos sanguíneos. Norepinefrina causa vasoconstricção
generalizada resultando no aumento da pressão arterial.
Dilatação dos bronquíolos. Ajuda na ventilação pulmonar. 
Estimulação da lipólise nos adipócitos. 
Aumento da taxa metabólica. O consumo de oxigênio e produção de 
calor aumentam em resposta a epinefrina.
Promove a quebra do glilcogênio no músculo esquelético. 
Dilatação das pupilas. 
Inibição da secreção e motilidade gastrointestinal. 
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
Adrenalina e NoradrenalinaAdrenalina e Noradrenalina
ESTES DOIS HORMÔNIOS SÃO RESPONSÁVEIS:
• Pelo aumento do transporte de O2 ao estimular o coração;
• Pelo aumento do fluxo sanguíneo corporal em até 10 vezes;
• Pelo aumento do fluxo sanguíneo muscular em até 75 vezes;
• Pelo aumento da concentração de hemácias no sangue (pela 
contração do baço) e;
• Pelo aumento da respiração e relaxamento dos bronquíolos.
• O aumento do fluxo sanguíneo cutâneo leva ao aumento da sudorese.
MEDO, ANSIEDADE E ESTRESSE 
CORTISOL
5/16/2019
17
- RELAÇÕES ENTRE NEURONIOS EXCITATÓRIOS E INIBITÓRIOS NO 
MEDO OU ANSIEDADE
DROGAS HIPNOTICAS E ANSIOLÍTICASDROGAS HIPNOTICAS E ANSIOLÍTICAS
NEURÔNIOS DO 
HIPOTÁLAMO
NEURÔNIO DA 
AMIGDALA
NEURÔNIO DA 
INIBITÓRIO
NEURÔNIO DA 
AMIGDALA
NEURÔNIO DA 
INIBITÓRIO
NEUROTRANSMISSOR 
GABA
SEMSEM MEDO OU 
ANSIEDADE
COMCOM MEDO OU 
ANSIEDADE
- Quando o neurônio inibitório gabaérgico
está desativadodesativado o neurônio da amigdala
libera grande quantidade de
neurotransmissor na sinapse com o neurônio
do hipotálamo..
- Quando neurônio inibitório gabaérgico
está ativadoativado o neurônio da amigdala
libera pouco neurotransmissor na sinapse
com o neurônio do hipotálamo.
DINÂMICA NEURONAL NA ANSIEDADEDINÂMICA