A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Treinamento das habilidades psicológicas

Pré-visualização | Página 1 de 1

Treinamento das habilidades psicológicas
conceito
O THP ou Treinamento de Habilidades Psicológicas é a prática sistemática e consciente das habilidades psicológicas ou psíquicas específicas
 O trabalho do psicólogo no campo esportivo ainda não estar com a atenção merecida no mesmo padrão do que é realizado o trabalho técnico e físico das equipes ou atletas individuais.
Os fatores psicológicos são os principais responsáveis pelo o mau desempenho de um atleta que treina com uma eficiência exemplar e nas competições não rende o esperado por ele ou pelo público.
o treinamento das habilidades psicológicas deve fazer parte da preparação na mesma proporção do físico e tático, para adquirir uma resistência mental adequada.
Princípios do Treinamento Psicológico
antes da aplicação de qualquer técnica de treinamento psicológico;
 é necessário condições para que o aprendizado ocorra da melhor forma possível e com resultados expressivos;
OBJETIVOS DA THP
PARA ATINGIR ESSES OBJETIVOS, O PROFISSIONAL UTILIZARÁ TÉCNICAS PSICOLÓGICAS PARA
Fases do treinamento psicológico
Elementos da rotina psicológica 
Fatores a serem observados
 Segundo Becker Jr. (2002) o treinamento psicológico proporciona ao atleta a aprendizagem, manutenção e aperfeiçoamento psicofísico.
Situações que thp podem ajudar
 mitos para não usar a thp 
PARA SE TRABALHAR AS HABILIDADES PSICOLÓGICAS EM UM ATLETA, DEVEM SEGUIR AS FASES DISTINTAS:
 
    Esportistas de alto nível utilizam para:
Técnicas Emocionais
Alguns atletas estimulam-se por meio de emoções positivas durante o exercício e até por estímulos musicais para criar um estado emocional agradável. Existem reações/emoções estudadas como resultados das técnicas emocionais
O treinamento de Auto-motivação
Técnicas Cognitivas:  Abrange as funções psíquicas como percepção, imaginação e memória. Por meio de processos avaliativos, determinações de metas pessoais, atribuição de causas e autoafirmações, os praticantes modulam seu estado motivacional 
S
Monólogo interno
uma conversa interna do praticante consigo mesmo, objetivando modificar estados emocionais presentes.
“o monólogo interno vai desde experiências encobertas, silenciosas, até vocalizações com voz baixa, expressões treinadas para mobilizar o potencial psicofísico do atleta”. Van Noord (apud BECKER JR., 2002) 
  Efeitos do Monólogo interno
Modelo de autorregulação de kirschenbaum
IDENTIFICAÇÃO DO PROBLEMA
CAPACIDADE DE IDENTIFICAR UM PROBLEMA, DETERMINAR O QUE É POSSIVEL E DESEJÁVEL E ASSUMIR RESPONSABILIDADE PELA RESOLUÇÃO.
COMPROMISSO
ASSUMIR UM COMPROMISSO DE MUDAR E LIDAR COM OS OBSTÁCULOS
EXECUÇÃO
É CONSIDERADO O PRINCIPAL ESTÁGIO
APRENDIZADO E TREINAMENTO DAS TÉCNICAS
MANTER O EMPENHO APESAR DOS RETROCESSOS; 
CONTROLE AMBIENTAL
PLANEJAR E DEDUZIR ESTRATÉGIAS PARA LIDAR COM AMBIENTE FÍSICO E SOCIAL (TÉCNICOS, ESPECTADORES, COMPANHEIROS DE EQUIPE; 
GENERALIZAÇÃO
USAR AS HABILIDADES APRENDIDAS EM OUTROS AMBIENTES E EM OUTRAS SITUAÇÕES ONDE NECESSITAM DE CONTROLE EMOCINAL
 
.MsftOfcThm_Accent1_Fill {
 fill:#4472C4; 
}
.MsftOfcThm_Accent1_Stroke {
 stroke:#4472C4; 
}