Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
APOL - EDUCAÇÃO E TRABALHO - ELETIVA

Pré-visualização | Página 1 de 4

APOL - EDUCAÇÃO E TRABALHO – ELETIVA
Questão 1/5 - Educação e trabalho - Eletiva
Leia o fragmento de texto a seguir:
“Ao analisar o americanismo e o fordismo, Gramsci (1978) demonstra sua eficiência no tocante ao processo de valorização do capital através dos processos pedagógicos, à medida que, a partir das relações de produção e das novas formas de organização do trabalho, são concebidos e veiculados novos modos de vida, comportamentos, atitudes, valores. O novo tipo de produção racionalizada demandava um novo tipo de homem, capaz de ajustar-se aos novos métodos da produção, para cuja educação eram insuficientes os mecanismos de coerção social; tratava-se de articular novas competências a novos modos de viver, pensar e sentir, adequados aos novos métodos de trabalho caracterizados pela automação, ou seja, pela ausência de mobilização de energias intelectuais e criativas no desempenho do trabalho”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: KUENZER A. Z. Exclusão Includente e Inclusão Excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. Disponível em: <http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/sem_pedagogica/fev_2009/exclusao_includente_acacia_kuenzer.pdf> Acesso em: 10 nov. 2017.
Em relação ao taylorismo, de acordo com o livro-base Trabalho e educação: uma perspectiva histórica, analise as assertivas a seguir e assinale a alternativa correta.
I. O taylorismo é a gerência ou forma de organização do trabalho apresentado pelo engenheiro mecânico Frederick Taylor para aumentar a produção mesmo que comprometendo a qualidade de vida do trabalhador. O importante sempre foi garantir aumento de produtividade dispendendo o menor tempo possível e a realização de pequenas tarefas ao invés de grandes partes do todo garantia resultados nesse sentido.
                                                    Porque:
II. Com o taylorismo/fordismo passamos a ter uma divisão, simplificação, fragmentação e mecanização do processo de trabalho. Com a introdução da esteira na fábrica, foi possível intensificar a produtividade, tornando o trabalhador mais habilidoso, aumentando assim sua capacidade de produção.
A respeito dessas assertivas, assinale a opção correta.
Nota: 20.0
	
	A
	A assertiva I é verdadeira e a assertiva II é falsa.
	
	B
	As duas assertivas são verdadeiras e se complementam.
Você acertou!
A assertiva II endossa a afirmativa I e vice-versa. No Taylorismo, Taylor constatou que os trabalhadores produziriam mais em menos tempo se fossem organizados de forma hierarquizada e sistematizada. Assim, cada um desenvolveria uma atividade determinada, se “especializando” naquela tarefa. Como o trabalhador é monitorado segundo o tempo de produção, o indivíduo cumpre sua tarefa no menor tempo possível. O sistema de controle inclui conceitos de meritocracia, premiando aqueles que se destacam. Esse tipo de recompensa caracteriza a manipulação, domínio e exploração do proletariado em benefício do capital.
	
	C
	As duas assertivas são falsas.
	
	D
	A assertiva II é verdadeira e a assertiva I é falsa.
	
	E
	A assertiva II contraria a afirmação da assertiva I.
Questão 2/5 - Educação e trabalho - Eletiva
Leia o excerto de texto a seguir.
“As tradições clássicas da Sociologia burguesa e da Sociologia marxista compartilham a visão de que o trabalho constitui o fato sociológico fundamental; constroem a sociedade moderna e sua dinâmica central como uma ‘sociedade do trabalho’ [...]. Certamente, todas as sociedades são compelidas a entrar em um ‘metabolismo com a natureza’, através do ‘trabalho’, e a organizar e estabilizar esse metabolismo de forma tal que seu produto garanta a sobrevivência física de seus membros”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: OFFE, Claus. Trabalho: a categoria chave da sociologia? Disponível em: <http://www.anpocs.org.br/portal/publicacoes/rbcs_00_10/rbcs10_01.>. Acesso em: 07 nov. 2017.
De acordo com os conteúdos das aulas e do livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva histórica, o conceito de trabalho está vinculado a uma determinada compreensão da natureza humana. Sabendo disso, responda à seguinte questão: Como essa natureza pode ser definida? Assinale a alternativa correta.
Nota: 20.0
	
	A
	Pode ser definida pelas características biológicas e hereditárias dos seres humanos.
	
	B
	Pode ser definida pela permanente luta dos seres humanos entre si.
	
	C
	Pode ser definida pelo caráter social do trabalho e da educação.
Você acertou!
O texto afirma que trabalho e educação são práticas sociais cuja forma varia de acordo com o modo pelo qual os seres humanos organizam a produção da sua existência. (Livro-base, p. 30).
	
	D
	Pode ser definida pela essência emocional e afetiva.
	
	E
	Pode ser definida pelo instinto gregário.
Questão 3/5 - Educação e trabalho - Eletiva
Leia o excerto de texto a seguir.
“O trabalho pedagógico, enquanto conjunto das práticas sociais intencionais e sistematizadas de formação humana que ocorrem nas relações produtivas e sociais, embora expresse em parte a concepção de trabalho em geral porquanto se constitui em uma das formas de construção material da existência através da reprodução do conhecimento, não deixa de se constituir, no capitalismo, em uma das suas formas de expressão”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: KUENZER A. Z. Exclusão Includente e Inclusão Excludente: a nova forma de dualidade estrutural que objetiva as novas relações entre educação e trabalho. Disponível em: <http://www.gestaoescolar.diaadia.pr.gov.br/arquivos/File/sem_pedagogica/fev_2009/exclusao_includente_acacia_kuenzer.pdf>. Acesso em: 10 nov. 2017.
O livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva histórica apresenta três educadores que ganharam centralidade na expansão da escola. Quais são esses educadores? Assinale a alternativa correta.
Nota: 20.0
	
	A
	Sócrates, Platão e Aristóteles.
	
	B
	Galileu Galilei, Isaac Newton, Copérnico.
	
	C
	Rousseau, Pestalozzi, Froebel.
	
	D
	Martinho Lutero, John Wyclif e João Calvino.
	
	E
	Maria Monessori, Ovide Decroly e John Dewey.
Você acertou!
A resposta correta é a e) porque cita os estudiosos da educação apresentado no livro-base que defenderam as ideias do escolanovismo no finaldo século XIX. As demais alternativas estão incorretas porque referem-se a outros períodos históricos. Sócrates, Platão e Aristóteles ao século V; Galileu, Newton e Copérnico ao século XV no Período da Renascença; Rousseau, Pestalozzi e Froebel, no século XVIII, com a Revolução Francesa; e, Lutero, Wyclif e João Calvino, no século XVII com a Reforma Protestante (livro-base, p. 117).
Questão 4/5 - Educação e trabalho - Eletiva
Atente para o excerto de texto a seguir.
“Como se sabe, a sociedade capitalista ou burguesa, ao constituir a economia de mercado, isto é, a produção para a troca, inverteu os termos próprios da sociedade feudal. Nesta, dominava a economia de subsistência. Produzia-se para atender às necessidades de consumo, e só residualmente, na medida em que a produção excedesse em certo grau as necessidades de consumo, podia ocorrer algum tipo de troca. Mas o avanço das forças produtivas, ainda sob as relações feudais, intensificou o desenvolvimento da economia medieval, provocando a geração sistemática de excedentes e ativando o comércio. Esse processo desembocou na organização da produção especificamente voltada para a troca, dando origem à sociedade capitalista”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: SAVIANI, D. Trabalho e educação: fundamentos ontológicos e históricos. Disponível em:<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-24782007000100012>. Acesso em: 01 nov. 2017.
Considerando o excerto de texto e de acordo com os conteúdos do livro-base Trabalho e Educação: uma perspectiva
Página1234