jogo das Cores Poribidas
33 pág.

jogo das Cores Poribidas


Disciplina<strong>psicologia Sociointeracionalista</strong>15 materiais19 seguidores
Pré-visualização6 páginas
3
20
PSICOLOGIA SOCIOINTERACIONISTA
BAURU
2017
PSICOLOGIA SOCIOINTERACIONISTA
Trabalho da Disciplina Psicologia Sociointeracionista orientado pela: Prof.ª Dr.ª Rafaela A. Schiavo
BAURU
2017
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO	3
Objetivos	3
Regras do Jogo	3
2 MÉTODO	5
2.1 Criança 1	5
2.2 Criança 2	11
2.3 Criança 3	17
2.4 Criança 4	22
3 ANÁLISE DOS RESULTADOS	29
4 CONCLUSÃO	30
5 REFERÊNCIAS	31
1 INTRODUÇÃO
O presente trabalho se fundamentou com a aplicação do experimento \u201cJogo das cores proibidas\u201d de Leontiev, realizado com quatro crianças de idades: 4,7,9 e 10 anos, feito em quatro etapas e de forma individual. Com o objetivo de verificar como ocorre o desenvolvimento cognitivo e analisar como as crianças organizam seus pensamentos na resolução de problemas, com o auxílio de signos e instrumentos. No decorrer da aplicação do jogo, buscou-se verificar a presença da fala egocêntrica, que geralmente é utilizada também como uma forma de memorização das instruções dadas inicialmente a elas e o planejamento das ações seguintes. 
Objetivos
Este trabalho tem como objetivo principal verificar a habilidade da criança na utilização de instrumentos e signos culturais como auxiliares na lembrança (memória) de instruções em situações de jogos, observar a existência e a frequência da fala egocêntrica usada pela criança na tentativa de dirigir e organizar suas ações e observar como a capacidade das crianças de memorizar instruções, oferecidas em três situações de jogo, vai se construindo no decorrer de seu desenvolvimento físico e intelectual, segundo a ótica de Leontiev e Vygotsky.
Regras do Jogo
O jogo consiste em pedir à criança que responda a um conjunto de questões relativas a cores, seguindo dois tipos de instruções: não mencionar duas cores estabelecidas no início como proibidas; não repetir cores que já tenham sido mencionadas no decorrer da tarefa. Vence o jogo quem obedecer rigorosamente as duas regras acima: responder as 18 questões sem falar as cores proibidas e sem repetir as cores já faladas. A criança deve ser orientada a responder \u201ceu não posso falar essa cor\u201d, para as situações em que ela seja proibida ou repetida. As três tarefas devem ser aplicadas individualmente numa única vez.
Etapas do Jogo: 
· TAREFA 1 - Jogo sem cartões auxiliares e sem ajuda dos pesquisadores
Responder a um total de 18 questões sem repetir cores e nem falar as duas cores proibidas.
· TAREFA 2 - Jogo com cartões auxiliares e sem ajuda dos pesquisadores
As regras são as mesmas da tarefa 1; no entanto, fornecer à criança 8 cartões coloridos que pode ser utilizado da forma que desejar. Sinalizar para a criança que os cartões podem ajudá-la a ganhar o jogo.
· TAREFA 3 - Jogo com cartões auxiliares e com ajuda dos pesquisadores
Os pesquisadores sugerem o uso dos cartões com o objetivo de ganhar o jogo e mostram à criança, por exemplo, como virar o cartão da cor correspondente na medida em que cada uma é mencionada. Entre uma questão e outra, são feitas outras questões para não \u201ccansar\u201d a criança.
2 MÉTODO
2.1 Criança 1
Dados do entrevistado e os resultados dos testes:
Nome: Davi Lucas Malaquias Dias
Local: No domicilio da criança
Sexo: masculino	
Idade: 4 anos 
Observado e Anotado pela aluna: Gardênia Lisboa Silva
Materiais utilizados
Foram utilizados oito cartões nas seguintes cores: azul, vermelho, verde, amarelo, laranja, marrom, branco e preto com auxílio de objetos que faziam parte da decoração da casa da criança, e a vestimenta de pessoas que estavam presentes no momento da aplicação do jogo.
Procedimentos de aplicação
Foi solicitado à mãe da criança que conversasse com ela antes e avisasse que ela iria participar de um jogo envolvendo cores. A mãe relatou que ele gostou da ideia e perguntou durante o dia todo a respeito do horário que seria desenvolvida a brincadeira. Segundo a mãe, a criança estava tão ansiosa que dormiu pouco antes da chegada do aluno que iria realizar a dinâmica. 
A mãe acordou a criança, avisou que o aplicador havia chegado e a criança ficou eufórica com a notícia. Aguardou-se alguns instantes até que ela acordasse por inteiro. As regras do jogo foram explicadas de forma mais simples o possível, para que houvesse um entendimento da parte da criança, devido a idade,foram evitados termos técnicos que poderiam atrapalhar a compreensão, e pudesse alterar o resultado das respostas. Após a confirmação da criança de que havia entendido as regras, o jogo começou. 
Na primeira etapa, ele ainda não havia entendido completamente a dinâmica do jogo e cometeu erros simples. A mãe explicou que ele tem uma noção básica do que é certo ou errado, portanto a palavra proibido, para ele, remete a alguma coisa que não deve ser feita de forma alguma. Devido a esse fator, em nenhum momento pronunciou os termos: \u201ccor proibida\u201d, \u201cnão posso falar\u201d. Ele balançou o dedo negativamente, e as vezes colocava as duas mãos na boca, ao que a mãe explicou, seria a resposta que ele não poderia pronunciar.
Na segunda etapa,com cartões sem ajuda, ele separou as duas cores pré-estabelecidas como proibidas. Na quinta pergunta,a resposta era vermelha (cor proibida), ele pegou o cartão vermelho para se lembrar que não deveria dizer, porém o fato de estar com o cartão na mão,o fez falar vermelho,ele bateu na testa e falou: errei,tia! E deu risada, em seguida explicou que sabia a resposta mas confundiu as informações.
Na terceira etapa, houve apenas um erro, erro este que o deixou muito bravo, pois a mãe tentou ajudar, mostrando qual era a cor que respondia a pergunta, e ao olhar para o cartão indicado pela mãe, ele acabou pronunciando a cor, que era proibida, então ele disse: \u201cEu sabia mãe! Essa resposta não vale tia, eu sabia a resposta.\u201d Para não atrapalhar o desenvolvimento no restante do jogo, foi informado que o erro não iria interferir e seguiu-se com o jogo. 
TAREFA 1 \u2013 SEM cartões e SEM ajuda
Primeira regra: cores proibidas \u2013 amarelo e verde
Segunda regra: não repetir as cores
1. Qual é a cor deste brinquedo? (azul) C
2. Qual é a cor do sangue? C
3. Qual é a cor da sua camiseta? (amarelo) A
4. Qual é a cor da terra? C
5. Qual é a cor do sol? AB
6. Qual é a cor das folhas das árvores? A
7. Qual é a cor da banana? C
8. Qual é a cor da maçã? C
9. Qual é a cor desta cadeira? (marrom) C
10. Qual é a cor da grama? C
11. Qual é a cor da sua mochila? (verde) C
12. Qual é a cor da Coca-Cola? C
13. Qual é a cor da nuvem? (branco) C
14. Qual é a cor da laranja? C
15. Qual é a cor do abacate? (verde) C 
16. Qual é a cor desta caneta? (preta) C
17. Qual é a cor do leite? C
18. Qual é a cor do céu? C
19. Você acha que ganhou ou perdeu? O que não podia falar? O que mais?
R: Acha que ganhou; (balançou o dedo, para sugestionar que não poderia dizer, foi dito a ele que nesse momento pode falar a cor,então ele diz: amarelo e verde; todas as outras cores que depois ficaram proibidas.
 
TAREFA 2 \u2013 COM cartões e SEM ajuda
Primeira regra: