A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
2 Procedimento para recebimento de produtos

Pré-visualização | Página 1 de 1

1 
 
 
 
 
Procedimentos para recebimento de produtos 
 
 
Para realizar o recebimento adequado de produtos observe os procedimentos que devem 
ser adotados: 
 
 
• Conferir a entrega e o peso, comparando com o pedido e com a nota fiscal. 
 
 
• Receber os produtos devidamente embalados e rotulados. É importante conhecer a 
origem do produto, as condições de cultivo ou captura, industrialização, armazenamento 
e transporte dos insumos utilizados nos produtos, por isso não aceite receber nenhum 
produto sem a identificação completa e de fornecedores idôneos. 
 
 
• Dispor estrados para apoiar as caixas e carrinhos para transporte, evitando colocá-los 
diretamente no piso. 
 
 
• Avaliar as condições dos veículos de entrega: 
- Os compartimentos para transportar alimentos e substâncias estranhas devem ser 
diferentes para evitar contaminação. 
- A cabine do condutor deve ser isolada da parte utilizada para transportar alimentos. 
- No lado esquerdo do veículo devem ser colocadas identificação (“Transporte de 
alimentos”) e informações como nome, endereço e telefone da empresa. Quando for o 
caso, também deve estar escrito: “Produto Perecível”. 
- A documentação concedida por autoridade sanitária deve estar disponível. 
- Devem estar em perfeito estado de conservação e higiene, sem evidências da presença 
de insetos, roedores e pássaros. Não devem ter vazamentos, umidade e odores que 
possam comprometer os alimentos transportados. 
- Devem ser revestidos de material liso, resistente, impermeável, atóxico e lavável. 
- Havendo equipamento de refrigeração, devem garantir o transporte em temperatura 
adequada e portar o equipamento para controle da temperatura. A carga deve ser 
organizada visando sempre uma boa distribuição de frio. Observação: para conhecer 
mais sobre exigências no transporte de alimentos, consulte as legislações pertinentes ao 
seu estado. 
 
 
• Avaliar a apresentação pessoal dos entregadores, que deverão estar com uniforme 
adequado e limpo. 
2 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
• Reduzir ao máximo o tempo de espera sem refrigeração para alimentos resfriados 
e congelados. Levar para armazenamento primeiro os alimentos refrigerados, depois 
os congelados e, por último, os de temperatura ambiente, no caso de haver entrega 
simultânea. 
 
 
• Proibir o acesso de caixas de papelão nos espaços de preparação de alimentos, devendo 
ser previamente descartadas. Os conteúdos devem ser transferidos para caixas plásticas 
limpas e nunca colocados no piso sem que haja estrado ou carrinho. As informações de 
origem devem ser mantidas nos produtos para garantir a rastreabilidade. Por exemplo, 
pode-se recortar a parte da caixa de papelão que contém as informações do produto 
(nome do produto, produtor, data de fabricação, data de validade etc.) e colocá-la 
acondicionada em uma caixa plástica junto ao produto. Outra alternativa seria transcrever 
as informações para uma etiqueta. 
 
 
• Conferir as datas de validade e fabricação e as demais informações de rotulagem: 
nome, composição do produto, lote, número de registro no órgão oficial (quando for 
o caso), CNPJ, endereço do produtor e/ou fracionador e/ou importador, condições de 
armazenamento e quantidade, e as informações que permitam identificar a origem do 
produto. No caso de produtos importados, é obrigatória a presença de etiqueta com 
informações pertinentes ao produto em língua portuguesa. Não aceite receber nenhum 
produto sem a identificação completa e de fornecedores idôneos. 
 
 
• Verificar as condições sensoriais do produto: cor, odor, aparência, textura. 
 
 
• Observar as condições das embalagens dos produtos, que deverão estar: limpas e 
íntegras, isto é, sem danos, aberturas indesejáveis, amassamento, ferrugem, sujidades, 
umidade anormal, emboloramento, vestígios de insetos etc. Verificar, também, se as 
embalagens estão protegidas de contaminação pelo ambiente ou pela forma de transporte, 
como poeira, derramamentos, contaminação cruzada etc. 
3 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
• Adquirir as embalagens descartáveis após comprovação de que não transmitam 
contaminantes aos alimentos. É importante ter a informação de como as embalagens 
podem ser utilizadas, pois existem alguns materiais que não podem ser colocados no 
freezer e outros que não podem ser usados no micro-ondas, por exemplo. As embalagens 
devem ser recebidas bem acondicionadas para garantir que não tenham sido contaminadas 
desde a origem. 
 
 
• Medir as temperaturas dos produtos no recebimento, conferindo com a recomendação 
do fornecedor que consta nos rótulos. No caso de congelados, por exemplo, estes deverão 
estar “duros como pedra” e sem sinais de descongelamento.