A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
Recursos Didático para o Ensino de Língua Inglesa - Envio1

Pré-visualização | Página 1 de 6

PRÁTICA INTERDISCIPLINAR : RECURSOS 
DIDÁTICOS PARA O ENSINO DA LÍNGUA INGLESA 
 
Mario José Nunes Dutra¹ 
Eliane Beatriz dos Santos Couto ² 
(Uniasselvi) 
 
 
RESUMO 
Esse trabalho acadêmico trata sobre Recursos Didáticos para o Ensino da Língua Inglesa 
e sua importância na comunicação multicultural e efetiva no mundo moderno e efeitos na 
cultura linguística em constante transformação nos diferentes grupos socias. O presente trabalho 
tem como finalidade abordar elementos históricos, para contextualizar o momento da nossa 
realidade comtemporânea . A ideia deste projeto é apresentar estratégias e mecanismos que 
permitam que o processo de ensino, aquisição e aprendizagem sejam cada vez mais eficazes. 
Dentro desse contexto pedagógico, particularmente defendo que, 5 elementos são importantes 
e precisam estar em plena sincronia, ou sejam : grammar, speaking, listening, reading and 
writing . Digo isso, uma vez que, muitas metodologias e muitas escolas de inglês, não atribuem 
importancia sobre a questão gramatical. È comum ver em muitos livros apenas os 4 elementos 
em sincronia, o que na minha leitura não soma no processo de construção de uma L2. O 
alfabeto que utilizamos nos dias de hoje, avanços tecnologicos e seus impactos na sociedade, 
estrangeirismos presente em todos idiomas e culturas do planeta, guerras, diásporas e suas 
consequências culturais no mundo globalizado. Mecanismos e ferramentas do mundo moderno 
que facilitam de forma direta e eficiente o processo de aprendizagem. Os alfabetos e idiomas 
pelo planeta, relações comerciais e diversidade cultural e globalização onipresente. A 
comunicação multilateral, teve que buscar um elemento convergente, como instrumento de 
transmissão verbal e escrita. 
Palavras-chave: Artigo Científico, alfabeto, estrangeirismo, léxico, cultura linguística, 
idiomas, globalização, português, inglês. Normatização. NBR-6022. 
 
 
• INTRODUÇÃO 
Estarei abordando a questão dos "ALFABETOS " que temos conhecimento ao longo da 
história e o que faz com usemos esse sistema de escrita nos dias de hoje : o alfabeto LATINO . Vou 
abordar esse tema, apenas no sentido da contextualização, ou seja, não serão feitas análises 
históricas, uma vez que o foco principal desse trabalho acadêmico é o estudo de Recursos Didáticos 
para o Ensino da Língua Inglesa . 
Este estudo tem por objetivo investigar as novas ferramentas, estragégias e mecanismos no 
processo de aquisição e, construção e aprendizagem de uma L2, não apenas na essência linguística, 
mas trazendo tambem neste processo a discussão de uma identidade cultural, compreendendo-se que 
essa relação se apresenta como representação da própria relação social do mundo globalizado, ou 
seja, é necessário também uma atenção para o aspecto cultural do idioma . 
A partir desta explanação este trabalho levanta a seguinte questão: Recursos Didáticos para o 
Ensino da Língua Inglesa, globalização, estrageirismos, comunicação multilateral, diversidade 
cultural, tipos de alfabetos pelo planeta . Qual é o caminho de fato ? 
Com base neste tema, este trabalho busca caracterizar os principais pontos para apresentação 
dos trabalhos científicos para os cursos da UNIASSELVI. 
Para a construção da introdução, bem como sua contextualização, coloco minha própria 
experiência como professor . Passei por 3 escolas , desde que retornei pro meu país, e é claro que 
em nome dessa vivencia e experiência tenho parâmetros sólidos pra avaliar o que funciona e produz 
resultados efetivos na aprendizagem . Nas minhas aulas particulares e , mesmo quando estou 
atuando de fato nesse processo e a escola permite acrescentar novos elementos metodológicos, 
utilizo a Gestalt Theory como metodologia, ou seja a abordagem dos temas são colocadas de forma 
global, ou seja, utilizando o elemento SPEAKING, que por sua vez aciona o LISTENING, 
independente do conteúdo programático que esteja sendo estudado . O READING deve estar em 
sincronia, com as intervenções do professor escrevendo no quadro e esclarecendo dúvidas fonèticas, 
e para concluir esse mecanismmo de habilidade de aquisição da língua em questão, fecha-se com o 
WRITING. A partir da atividade globalizada na sua essência, são acionadas as partes que aparecem 
durante esse processo, tudo isso sempre utilizando a L2 em construção. Neste processo de 
construção e aprendizagem da L2, é de extrema importância a análise gramatical, é necessário o 
esclarecimento de comparativos de semântica e sintáxe, comparativos léxicos e expressões 
idiomáticas. A partir do momento que eventuais duvidas de associação linguítica são esclarecidas, 
esse ciclo se fecha na sua total eficácia e meta pedagógica. Dentro desse processo é extremamente 
importante a ferramenta de apoio do computador em sala de aula, como ferramenta de apoio efetivo 
e contextualizador para qualquer tema que surja no decorrer dessa troca de habilidades. O professor, 
o tutor é a representação da figura mediadora neste processo. Recentemente passei por uma escola 
que possuia uma metodologia completamente diferente, onde era visível perceber a ineficiência do 
método, onde o aluno é visto como um cliente e não como um aluno, ou seja, o estudante que busca 
conhecimento e aperfeiçoaento pessoal para o seu crescimento. Assim sendo, devem-se contemplar 
os seguintes itens: 
 
 
• escolha do tema: que consiste em anunciar sua ideia de forma precisa e colocar em debate 
novas metodologias no processo de aquisição, construção ( faço questão de utilizar o verbo 
construir ) e aquisição de uma L2 . Mostrar a importância da temática e do estudo a ser realizado; 
• problematização: consiste na definição sobre o que será estudado, em que situação este 
conhecimento será aplicado. Os Recursos Didáticos para o Ensino da Língua Inglesa com as 
ferramentas e facilidades do mundo globalizado. Associar os conteúdos disponíveis e por todos os 
mecanismos de MIDIA e acessibilidade e suas aplicações práticas e efetivas ; 
• estabelecimento dos objetivos: Verbos abrangentes na forma infinitiva que indiquem 
ação (estudar, avaliar, comer, pesquisar, tocar, conversar, falar, contar, cozinhar, rezar, vender, 
aplaudir, cantar, escrever, analisar, ler, fazer, ser/estar, chorar, beber, desenhar, amar, sorrir, 
contestar, somar, diminuir, mensurar, vir, ver, analisar e outros tantos verbos que existem em 
qualquer idioma . ); 
• indicação breve da metodologia para mencionar a questão proposta. Neste trabalho 
acadêmico especifico é apontar os Recursos Didáticos no Ensino, Construção e Aprendizagem de 
Lígua Inglesa. Explicitar as fontes de pesquisa. CERVO; BERVIAN; SILVA, 2006. 
 
 
 
• FUNDAMENTAÇÂO TEÓRICA 
 
 
A fundamentação teórica consiste em realizar leituras e pesquisas em trabalhos , que 
abordaram esse tema e, a partir dessa análise, verificar o que de fato converge em ideias e ações 
efetivas. (PEROVANO, 2016). De acordo com Perovano (2016), a leitura, análise e revisão permite 
a identificação de questões, temas e ideias convergentes, bem como de itens ainda não focalizados. 
Este item pode ser construído com base em livros, artigos, enciclopédias, monografias, 
dissertações, teses, filmes, mídias eletrônicas e outros materiais cientificamente confiáveis. 
Um estudo dessa natureza, onde buscamos mecanismos efetivos e produtivos do Ensino da Lígua 
Inglesa, onde vemos e convivemos com empréstimos léxicos diários, representa generalizadamente a 
utilização de algo que pertença a outrem. Uma unidade lexical estrangeira, ao integrar a língua 
nacional, representa um empréstimo linguístico. Isso já esta incorporado no nosso dia, quando 
atendemos o Smartphone e fizemos um download de uma foto qualquer, e precisamos estar ON 
LINE para ver a previsão do tempo pro dia de hoje, e seu computador não está ok e você precisa dar 
um RE-START pra fazer UPDATE de Software que a empresa enviou para todos funcionários. 
Tranquilo pra você, já fizeste o Download e colocaste num PEN DRIVE. Comendo um sandwich