A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
13 pág.
Projeto de Pesquisa: TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS NO DIREITO DIGITAL: O IMPACTO DA LEI DE PROTEÇÃO DE DADOS (LEI Nº 13.709/2018) PARA OS PLANOS DE SAÚDE E CLIENTES

Pré-visualização | Página 1 de 3

UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
LILIAN CARINE DE LIMA SANTOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS NO DIREITO DIGITAL: O IMPACTO DA LEI 
DE PROTEÇÃO DE DADOS (LEI Nº 13.709/2018) PARA OS PLANOS DE SAÚDE E 
CLIENTES 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CAXIAS DO SUL 
2018 
 
2 
LILIAN CARINE DE LIMA SANTOS 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
TRATAMENTO DE DADOS PESSOAIS NO DIREITO DIGITAL: O IMPACTO DA LEI 
DE PROTEÇÃO DE DADOS (LEI Nº 13.709/2018) PARA OS PLANOS DE SAÚDE E 
CLIENTES 
 
 
 
 
 
 
 
 
Projeto de Pesquisa para a avaliação 
na disciplina de Seminário de Pesquisa 
no Curso de Direito da Universidade de 
Caxias do Sul (UCS). 
 
Orientador: Professor Dr. Luis Fernando 
Biasoli. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
CAXIAS DO SUL 
2018 
 
3 
SUMÁRIO 
 
 
1 TEMA ....................................................................................................................... 4 
2 DELIMITAÇÃO DO TEMA ....................................................................................... 4 
3 PROBLEMA DE PESQUISA ................................................................................... 4 
4 HIPÓTESES ............................................................................................................. 4 
5 OBJETIVOS ............................................................................................................. 4 
5.1 OBJETIVO GERAL ............................................................................................... 4 
5.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS ................................................................................. 4 
6 JUSTIFICATIVA ....................................................................................................... 5 
7 METODOLOGIA ...................................................................................................... 5 
8 ORÇAMENTO .......................................................................................................... 6 
9 CRONOGRAMA ...................................................................................................... 7 
10 REVISÃO BIBLIOGRÁFICA .................................................................................. 8 
10.1 SOBRE DE DIREITO DIGITAL E DADOS PESSOAIS ....................................... 8 
10.2 LEI DE PROTEÇÃO DE DADOS BRASILEIRA Nº 13.709/2018 ........................ 8 
10.2.1 A INFLUÊNCIA DO REGULAMENTO GERAL DE PROTEÇÃO DE DADOS 
DA UNIÃO EUROPEIA................................................................................................ 9 
10.2.2 PLANOS DE SAÚDE E CLIENTES NA LEI GERAL DE PROTEÇÃO DE 
DADOS 13.709/2018 ................................................................................................. 10 
11 CONCLUSÃO ...................................................................................................... 12 
12 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .................................................................... 13 
 
 
 
 
4 
1 TEMA 
Tratamento de dados pessoais no direito digital. 
 
2 DELIMITAÇÃO DO TEMA 
O impacto da Lei de proteção de dados (Lei nº 13.709/2018) para os planos 
de saúde e seus respectivos clientes. 
 
3 PROBLEMA DE PESQUISA 
A lei brasileira nº 13.709/2018 trará impactos eficazes para proteção de 
dados pessoais de clientes vinculados a operadoras de planos de saúde? 
 
4 HIPÓTESES 
a) Sim, a lei nº 13.709/2018 traz impactos eficazes para a proteção de dados 
pessoais de clientes vinculados à operadora de plano de saúde, visto que, 
proporciona benefícios ao indivíduo enquanto norma reguladora, trazendo 
ao usuário maior segurança quanto ao tratamento de dados e promovendo 
o desenvolvimento no setor de planos de saúde; 
b) Não, a lei nº 13.709/2018 não apresenta impactos efetivos para os clientes 
vinculados a operadora de plano de saúde devido a falta de órgão 
fiscalizatório; 
c) A lei nº 13.709/2018 tem alguns impactos eficazes na proteção de dados 
pessoais de clientes vinculados a operadora de plano de saúde, porém 
esta eficiência é limitada, de modo que a referida lei precisa de maior 
discussão a fim de, proporcionar maior receptividade prática. 
 
5 OBJETIVOS 
5.1 OBJETIVO GERAL 
Demonstrar o impacto da lei de proteção de dados (nº 13.709/2018) quanto 
ao tratamento de dados pessoais de clientes vinculados a planos de saúde. 
 
5.2 OBJETIVOS ESPECÍFICOS 
a) Avaliar o posicionamento sugerido para os planos de saúde segundo a Lei 
13.709/2018 no que diz respeito ao tratamento de proteção de dados 
pessoais de seus clientes; 
b) Estudar os princípios dispostos na lei 13.709/2018 quanto à proteção dos 
dados pessoais do cliente; 
c) Apresentar a influência europeia a partir do Regulamento Geral de 
Proteção de Dados (RGPD) na Lei 13.709/2018. 
 
5 
6 JUSTIFICATIVA 
A evolução da proteção de dados pessoais nos países, abraçada pelo direito 
digital, tem ocorrido de maneira rápida, felizmente. A crescente demanda por 
mecanismos de proteção são reflexos de uma sociedade globalizada cada vez mais 
preocupada com o sigilo de seus dados e o resultado disso tem sido a manifestação 
dos países em criar leis que regulam direitos e deveres cibernéticos. O Brasil, tem 
seguido passos a favor de países europeus por exemplo, que já aplicam efetivamente a 
proteção de dados pessoais. 
A necessidade da proteção de dados pessoais tem se apresentado em 
diversas áreas na sociedade brasileira, e a área da saúde, evidentemente, está 
incluída. A troca de informações nesta área abarca não apenas o sigilo médico, mas a 
privacidade e intimidade dos usuários. 
Assim, o presente artigo se perfaz importante para a demonstração dos 
impactos da nova lei implementada no Brasil recentemente, não apenas quanto aos 
conceitos e princípios apresentados pela mesma, pois, antes desta lei não se tinha 
nenhuma conceituação quanto ao tema dados pessoais no país. Além disso, há valor 
em compreender a influência da Regulamentação Geral de Proteção de Dados 
Europeia à lei 13.709/2018, que demonstra os bons rumos que o país brasileiro vem 
tomando quanto às iniciativas relacionadas ao direito digital. 
Por fim, apresenta-se relevante a análise do condicionamento que a nova lei 
brasileira traz quanto ao tratamento de dados pessoais para as operadoras de planos 
de saúde em termos de dilação de debates e do sistema digital quanto ao assunto 
saúde. 
 
7 METODOLOGIA 
O presente artigo terá como metodologia de estudo a pesquisa doutrinária 
existente sobre o tema a fim de esclarecer conceitos pertinentes à área do direito 
digital. Além disso, a análise da legislação nacional e internacional, com a utilização do 
método dedutivo de modo a percorrer um caminho de raciocínio, do geral para o 
particular, objetivando conclusões (ANDRADE, 2012). Ou seja, será feito o exame do 
regulamento europeu e suas influências e da lei 13.709/2018 quanto aos impactos aos 
dados pessoais dos seguintes núcleos específicos: operadoras de planos de saúde e 
clientes com o intuito de verificar as hipóteses apresentadas no item 4. Por fim, serão 
delimitadas jurisprudências que pontuam posicionamentos importantes sobre o tema. 
 
 
6 
8 ORÇAMENTO 
Quadro 1 - Orçamento 
TIPO DE CUSTO VALOR EM R$ TOTAL 
Alimentação 
Caderno 
Caneta esferográfica azul 
Encadernação 
Notebook 
Papel A4 
Transporte 
R$ 25,00 
R$ 7,50 
R$ 3,50 
R$ 2,00 
R$ 950,00 
R$ 19,00 
R$ 72,20 
 
 
 
 
 
 
R$ 1079.20 
Fonte: Do autor. 
 
 
 
 
7 
9 CRONOGRAMA 
 
Quadro 2 - Cronograma 
 Semanas 
Atividades 1ª 2ª 3ª 4ª 5ª 6ª 7ª 8ª 9ª 10ª 
Escolha