Química Aplicada - Geral e Inorganica
153 pág.

Química Aplicada - Geral e Inorganica

Pré-visualização32 páginas
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
1
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Curso de Formação 
de Técnicos de Operação Jr 
do Abastecimento 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
2ª edição 
 
Química 
Aplicada 
 
 
 
Geral e Inorgânica 
 
 
 
 
 
Índice 
METODOLOGIA CIENTÍFICA 06 
(a) Observação e dados 06 
(b) Leis 07 
(c) Hipóteses e teorias 08 
A MATÉRIA 10 
(a) Volume, massa e inércia 10 
(b) Estados da matéria 11 
(c) Átomos e moléculas 13 
(d) A distribuição eletrônica 19 
(e) Classificação da matéria 23 
TABELA PERIÓDICA 28 
LIGAÇÕES QUÍMICAS 31 
(a) Ligação iônica 33 
(a.1) Substância iônica 34 
(b) Ligação covalente 36 
(b.1) Polaridade das ligações covalentes 39 
(b.2) Substâncias moleculares e covalentes 41 
(c) Ligações metálicas 43 
(d) Número de oxidação 44 
GASES 47 
(a) Lei de Boyle-Mariotte: relação pressão x volume 47 
(b) Lei de Charles: relação temperatura x volume 48 
(c) Lei de Gay-Lussac das combinações dos volumes 48 
(d) Equação de estado de um gás ideal 49 
(d.1) Gases ideais x gases reais 50 
(e) Propriedades de um gás 51 
(e.1) Volume molar 52 
(e.2) Densidade 52 
(e.3) Lei de Dalton das pressões parciais para mistura de gases 55 
(e.4) Difusão de um gás 55 
(f) Mistura de gases 56 
LÍQUIDOS 58 
(a) Equilíbrio líquido-vapor 58 
(b) Equilíbrio líquido-sólido 61 
(c) Densidade relativa dos líquidos 62 
SOLUÇÕES 63 
(a) Concentração das soluções 64 
(a.1) Concentração comum 64 
(a.2) Concentração molar 65 
(a.3) Molalidade 65 
(a.4) Fração e percentagem molar 66 
(a.5) Fração mássica 67 
(a.6) Parte por milhão \u2013 ppm 67 
(b) Densidade de misturas 67 
(c) Solubilidade 68 
(d) Propriedades coligativas 70 
(d.1) Redução da pressão de vapor 71 
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
2
Índice 
(d.2) Elevação do ponto de ebulição \u2013 ebuliometria 74 
(d.3) Diminuição do ponto de congelamento \u2013 crioscopia 74 
(d.4) Pressão osmótica 74 
(e) Fracionamento de Misturas 75 
(e.1) Fracionamento de misturas heterogêneas 75 
(e.2) Fracionamento de misturas homogêneas 77 
FUNÇÕES INORGÂNICAS 79 
(a) Ácidos e bases 82 
(a.1) Classificação dos ácidos 86 
(a.2) Nomenclatura dos ácidos 88 
(a.3) Principais ácidos utilizados em uma refinaria 91 
(a.4) Nomenclatura das bases 91 
(a.5) Classificação das bases 92 
(a.6) Principais bases utilizadas em uma refinaria 93 
(a.7) Reações ácido-base 93 
(a.8) Ação sobre indicadores 94 
(b) Sais 94 
(b.1) Nomenclatura dos sais 94 
(b.2) Classificação dos sais 95 
(b.3) Principais sais utilizados em refinarias 96 
(c) Óxidos 96 
(c.1) Nomenclatura dos óxidos 97 
(c.2) Classificação dos óxidos 98 
REAÇÕES QUÍMICAS 100 
(a) A equação química 100 
(a) Classificação das reações químicas 102 
(b.1) Reação de oxirredução 102 
(b.2) Reação de análise ou decomposição 103 
(b.3) Reação de síntese ou composição 104 
(b.4) Reação de deslocamento ou simples troca 104 
(b.5) Reação de dupla troca 106 
(b.6) Reação ácido-base 108 
(b.7) Reação exotérmica e endotérmica 108 
(b.8) Espontaneidade de uma reação 109 
CINÉTICA QUÍMICA 111 
(a) Influência da concentração na velocidade de reação 111 
(b) Influência da temperatura na velocidade de reação 115 
(c) Influência do catalisador na velocidade de reação 116 
CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO 117 
EQUILÍBRIO QUÍMICO 119 
(a) Deslocamento do equilíbrio químico 119 
(b) Constante de equilíbrio 122 
(c) Equilíbrio iônico em solução aquosa 123 
(c.1) Produto iônico da água 124 
(c.2) A escala de pH \u2013 potencial hidrogeniônico 125 
(c.3) Solução tampão 127 
 
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
3
Índice 
 
 
 
 
 
 
APL
ICA
DA 
 
 
 
 
ELETROQUÍMICA 128 
(a) Pilhas ou células galvânicas 128 
(b) Potencial\u2013padrão de eletrodo 132 
(c) Células eletrolíticas 135 
ALGUNS ELEMENTOS IMPORTANTES E SEUS COMPOSTOS 136 
(a) Hidrogênio 136 
(b) Oxigênio 137 
(c) Flúor 138 
(d) Cloro 139 
(e) Iodo 140 
(f) Bromo 140 
(g) Enxofre 140 
(h) Nitrogênio 142 
(i) Fósforo 143 
(j) Alumínio 143 
(l) Ferro 144 
(m) Cobre 144 
(n) Cromo 144 
(o) Vanádio 145 
(p) Titânio 145 
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 146 
ANEXO A 147 
ANEXO B 152 
 
TABELAS 
 
METODOLOGIA CIENTÍFICA 
Tabela 1 - Dados experimentais para a formulação da Lei de Charles 07 
A MATÉRIA 
Tabela 1 - Distribuição dos elétrons 20 
Tabela 2 - Componentes e fases de alguns sistemas 27 
TABELA PERIÓDICA 
Tabela 1 - Nomes dos grupos dos elementos representativos 30 
LIGAÇÕES QUÍMICAS 
Tabela 1 - Nox de alguns elementos 46 
SOLUÇÕES 
Tabela 1 - Exemplos de soluções 63 
FUNÇÕES INORGÂNICAS 
Tabela 1 - Classificação quanto ao nº. de hidrogênios ionizáveis 87 
Tabela 2 - Indicadores ácido-base 94 
CINÉTICA QUÍMICA 
Tabela 1 - Cinética de reação 112 
ELETROQUÍMICA 
Tabela 1 - Potenciais-padrão de eletrodo 133 
 
 
 
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
4
Índice 
 
 
 
 
 
 
 
APL
ICA
DA 
 
 
 
 
FIGURAS 
 
METODOLOGIA CIENTÍFICA 
Figura 1 - Esquema de desenvolvimento de um método científico 09 
A MATÉRIA 
Figura 1 - Estrutura didática do átomo 14 
Figura 2 - Eletrosfera e níveis atômicos 19 
Figura 3 - Distribuição eletrônica 20 
Figura 4 - Camada e elétron de valência do átomo de potássio (K) 21 
Figura 5 - Clasificação da matéria 23 
Figura 6 - Eletrólise da água 24 
Figura 7 - Formas alotrópicas do carbono 25 
Figura 8 - Gás liquefeito de petróleo (GLP), uma mistura de C3H8 e C4H10 26 
TABELA PERIÓDICA 
Figura 1 - Classificação periódica dos elementos 28 
Figura 2 - Subnível mais energético de cada grupo da tabela periódica 29 
LIGAÇÕES QUÍMICAS 
Figura 1 - Formação do sólido iônico 35 
Figura 2 - Estrutura do NaCl 36 
Figura 3 - Nuvem eletrônica em estrutura metálica 44 
LÍQUIDOS 
Figura 1 - Gráfico de pressão de vapor para o éter dietílico, etanol e água 59 
SOLUÇÕES 
Figura 1 - Variação da solubilidade com a temperatura 68 
Figura 2 - Redução da pressão de vapor 71 
Figura 3 - Pressão de vapor \u2013 (a) parcial para a substância 1; (b) 
parcial para a substância 2; e (c) total da solução 73 
Figura 4 - Aparelhagem de laboratório para destilação fracionada 78 
FUNÇÕES INORGÂNICAS 
Figura 1 - Ensaio de condutibilidade elétrica de soluções 80 
REAÇÕES QUÍMICAS 
Figura 1 - Ordem de reatividade de metais e não-metais 105 
CINÉTICA QUÍMICA 
Figura 1 - Cálculo da velocidade instantânea de uma reação 113 
Figura 2 - Energia de ativação 115 
EQUILÍBRIO QUÍMICO 
Figura 1 - Escalas de pH e pOH 126 
ELETROQUÍMICA 
Figura 1 - Corrosão do ferro da esponja de aço 129 
Figura 2 - Pilha ou célula galvânica de zinco/cobre 131 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
5
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
6
 
PP EE TT RR OO BB RR AA SS AA BB AA SS TT EE CC II MM EE NN TT OO 22 00 00 88 
QQ uuaa ll ii ff ii ccAAbbaass tt 
7
 
 
[Metodologia científica 
 
 
 
 
 
 
 
 
Todos os processos de desenvolvimento científico (e conseqüentemente 
tecnológico) são em sua grande maioria