A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
atividade 4 sist cardio 1

Pré-visualização | Página 1 de 3

Pergunta 1
1 em 1 pontos
Atualmente existe a possibilidade de identificar precocemente malformações cardíacas durante 
o período intrauterino por meio de exames como a ecocardiografia. É importante conhecer os 
aspectos morfológicos do coração do feto para que se faça o diagnóstico precoce dessas 
malformações, assim como para reconhecer outras alterações na fisiologia da circulação fetal, 
as quais podem evoluir para insuficiência cardíaca e até mesmo para o óbito do feto caso as 
correções não sejam feitas em tempo hábil.
 
CAVALCANTI, J. S.; DUARTE, S. M. Estudo morfométrico do coração fetal: sua utilização 
como parâmetro para análise ecocardiográfica. Radiol Bras , São Paulo, v. 41, n. 2, p. 99-101, 
abr. 2008. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0100-
39842008000200008&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 10/03/2019.
 
A Tetralogia de Fallot é uma anomalia cardíaca frequente e caracterizada por quatro alterações 
decorrentes de efeitos congênitos.
 
Considerando essa patologia e suas consequências funcionais, analise as seguintes 
proposições e a relação entre elas.
 
I. A artéria pulmonar é estenosada, o que leva a maior parte do sangue a passar diretamente 
para a artéria aorta, desviando-se dos pulmões.
 
PORQUE
 
II. A aorta se origina do ventrículo direito, em vez de se originar do esquerdo, ou se sobrepõe 
no septo, recebendo sangue de ambos os ventrículos.
 
A respeito dessas proposições, assinale a opção correta.
Resposta Selecionada:
Correta As proposições I e II são verdadeiras, mas a II não é justificativa da I.
Resposta Correta:
Correta As proposições I e II são verdadeiras, mas a II não é justificativa da I.
Feedback da resposta: Sua resposta está correta! Apesar de uma afirmação não justificar 
a outra, ambas descrevem defeitos que caracterizam a Tetralogia de Fallot, em que ocorre 
tanto a estenose da artéria pulmonar, o que leva ao desvio do sangue dos pulmões, quanto o 
defeito na saída da aorta, que sai do ventrículo direito em vez de sair do esquerdo.
Pergunta 2
1 em 1 pontos
A placenta tem funções muito importantes para manter a vida do feto. Pode-se considerar 
como uma barreira que protege contra fatores que podem prejudicar o desenvolvimento dele. 
Apesar de oferecer proteção, vírus como os da rubéola, o citomegalovírus, o da varíola, o da 
varicela e o da poliomielite podem atravessar a placenta e causar infecções, as quais podem 
levar a defeitos congênitos e até mesmo à morte. Além dos vírus, outras substâncias podem 
atravessar tal barreira como medicamentos e drogas.
 
SADLER, T. W. Langman : embriologia médica. 13. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 
2017.
 
Considerando as funções da placenta, analise as afirmações a seguir.
 
I. O sangue na placenta é essencial para o fornecimento de oxigênio ao feto, já que este não 
realiza trocas gasosas nos pulmões.
II. À medida que a gestação avança, ocorrem cada vez mais trocas de aminoácidos, lipídeos, 
carboidratos e vitaminas entre mãe e feto para garantir as demandas metabólicas.
III. Transmissão de anticorpos maternos ao feto, mecanismo que leva o feto a desenvolver 
imunidade ativa.
IV. A placenta é importante para manter a gravidez devido a sua função de produção de 
hormônios como progesterona e estrogênio.
 
Assinale a alternativa que apresenta as assertivas corretas.
Resposta Selecionada:
Correta I, II e IV.
Resposta Correta:
Correta I, II e IV.
Feedback da resposta: Sua resposta está correta! A placenta tem importante função na 
gestação, atuando como superfície de troca de gases, com fornecimento de oxigênio e retirada 
de gás carbônico; além disso, fornece nutrientes e produz hormônios. A ação da placenta na 
defesa ocorre por meio do fornecimento de anticorpos, o que confere a eles a imunidade 
passiva, e não ativa.
Pergunta 3
1 em 1 pontos
Durante a vida pré-natal, a circulação placentária fornece oxigênio ao feto, mas, ao nascimento, 
são os pulmões que passam a fazer a troca gasosa. No sistema circulatório, ocorrem 
alterações ao nascimento e durante os primeiros meses pós-natais. É no momento do 
nascimento que podem aparecer disfunções cardiovasculares decorrentes de malformações 
cardíacas, que são os defeitos congênitos mais comuns. Atualmente, existem métodos 
capazes de diagnosticar e até mesmo de tratar disfunções fetais ainda no período intrauterino, 
sendo necessário para isso um acompanhamento pré-natal adequado.
 
Para que os pulmões passem a realizar as trocas gasosas após o parto, mudanças devem 
acontecer. Analise as afirmações a seguir relativas a essas mudanças.
 
I. Fechamento do ducto arterioso por onde passa sangue pouco oxigenado do ventrículo direito 
para a aorta descendente na circulação fetal.
II. Abertura do forame oval decorrente do aumento de pressão na circulação pulmonar.
III. Fechamento da veia umbilical e do ducto venoso, permanecendo o ligamento redondo do 
fígado e o ligamento venoso.
IV. Fechamento das artérias umbilicais decorrente de estímulos térmico, mecânico e pela 
variação na pressão de oxigênio.
 
Assinale a alternativa que apresenta as assertivas corretas.
Resposta Selecionada:
Correta I, III e IV.
Resposta Correta:
Correta I, III e IV.
Feedback da resposta: Sua resposta está correta! Após o nascimento, fecham-se os 
locais por onde se misturam sangue oxigenado com sangue não oxigenado: ducto arterioso e 
forame oval. Além disso, fecham-se veia umbilical e ducto venoso, assim como as artérias 
umbilicais.
Pergunta 4
1 em 1 pontos
Um dos problemas na sociedade atual relacionado a defeitos congênitos é o uso de drogas 
como maconha, cocaína, álcool etílico e tabagismo durante o desenvolvimento embrionário e 
fetal. Substâncias que têm o potencial de causar defeitos congênitos são denominadas 
teratogênicas. O efeito delas depende de fatores genéticos, do período em que ocorreu a 
exposição, da dose e do tempo de exposição do concepto à substância, assim como dos seus 
mecanismos de ação no organismo. Tais efeitos incluem morte, malformações, retardo no 
crescimento e distúrbios funcionais.
 
SADLER, T. W. Langman : embriologia médica. 13. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 
2017.
 
Analise as afirmações a seguir sobre os possíveis efeitos do uso de tabaco durante a gestação.
 
I. A exposição ao tabaco provoca maior concentração de monóxido de carbono na corrente 
sanguínea e leva à vasoconstrição na circulação materna.
II. O monóxido de carbono se associa fortemente à hemoglobina, formando a 
carboxiemoglobina, que é quimicamente estável, favorecendo assim a ligação da hemoglobina 
ao oxigênio.
III. Quando o oxigênio se liga à hemoglobina, não fica disponível para as células; assim, o 
sangue materno chega à placenta com pequena concentração de oxigênio.
IV. A vasoconstrição na circulação materna diminui o fluxo de sangue na placenta, diminuindo a 
quantidade de oxigênio e de nutrientes que chega ao feto.
V. O desenvolvimento do feto fica comprometido diante da menor oferta de oxigênio e de 
nutrientes, o que está associado ao baixo peso da criança ao nascimento.
 
Agora, assinale a alternativa que apresenta as assertivas corretas.
Resposta Selecionada:
Correta I, IV e V.
Resposta Correta:
Correta I, IV e V.
Feedback da resposta: Sua resposta está correta! A exposição ao tabaco causa maior 
concentração de monóxido de carbono no sangue, diminuindo a oxigenação sanguínea e 
provocando a vasoconstrição. Assim, o feto receberá menos oxigênio e nutrientes pela 
placenta, o que compromete o seu desenvolvimento e crescimento, aumentando o risco de 
baixo peso ao nascimento.
Pergunta 5
0 em 1 pontos
A circulação fetal é diferente da circulação após o nascimento. Antes do parto, o sangue que 
passa da placenta para o feto apresenta cerca de 80% de saturação de oxigênio. Após o parto, 
ocorrem alterações no sistema vascular decorrentes da interrupção da circulação de sangue na 
placenta e do início das trocas gasosas pulmonares. Acontecem mudanças nas pressões do 
sangue na circulação, assim como nas pressões parciais dos gases

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.