Auditoria Amiental
14 pág.

Auditoria Amiental


DisciplinaContabilidade Geral36.366 materiais490.097 seguidores
Pré-visualização3 páginas
FAM \u2013 FACULDADE DE AMERICANA 
Curso de Ciências Contábeis 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
AUDITORIA AMBIENTAL 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Nome dos alunos: Eduardo Renan R.A. 20171842 
Daniel Rios R.A. 20172697 
Ingrid Ramos R.A. 9000366 
Juliany Gonçalves R.A. 20171035 
Luana de Souza R.A. 20170391 
Tayana Gomes R.A. 20170857 
 
 
 
 
Americana 
2020 
Sumário 
1. Introdução.................................................................................3 
2. Conceitos..................................................................................4 
3. Objetivos...................................................................................4 
4. Planejamento............................................................................5 
5. Obrigatoriedade........................................................................9 
6. Normas dos órgãos reguladores............................................11 
7. Conclusão.................................................................................13 
8. Bibliografia................................................................................14 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
1. Introdução 
 
Como bem se sabe, uma auditoria é uma avaliação, um exame 
detalhado das atividades executadas por uma empresa, setor ou organização, 
é saber se a atividade está sendo desenvolvida de forma adequada ou não. 
 
 Passou a ser cada vez mais importante a estabilidade e a 
preservação do meio ambiente, para isso organizações têm procurado 
maneiras de se desenvolver sem deteriorar e prejudica-lo. Essas medidas 
geram impactos positivos para ambos, nas organizações agrega valores, tanto 
no mercado interno e externo e o no meio ambiente se mantem preservado e 
cultivado. 
 
 E a partir desse momento que se destaca o papel da auditoria 
ambiental na quantificação de impactos ambientais e identificação das formas 
de reduzir os passivos ambientais, ou seja, esses profissionais precisam estar 
à frente das decisões da empresa plausíveis de causar alguma poluição, 
adotando medidas preventivas de maneira suavizando os impactos que 
poderão surgir nas atividades. 
 
 Sendo assim a auditoria ambiental é um mecanismo de 
gerenciamento, de natureza compulsória ou voluntária. A auditoria compulsória 
ocorre quando é legalmente exigida por um órgão regulatório ambiental, suas 
determinadas atividades ficam obrigados por determinação legal e é 
apresentada no âmbito de processos de licenciamento, seja para simples 
acompanhamento da operação, seja para fins de renovação de licenças. Já a 
auditoria voluntária como já se afirma o próprio nome, é aquela realizada 
voluntariamente pela empresa. 
 
 A Auditoria Ambiental conta como um fator de extrema 
importância para a produção de todo tipo de empresa que possui cargos com a 
Natureza e o Meio Ambiente, como previsto na Lei. Art 225 da CF/88. Todas as 
empresas que estão susceptíveis a uso de meio natural devem responder a 
sociedade com uma Auditoria de suas funções (discorrer sobre suas atividades 
e seu ambiente de trabalho perante as leis ambientais); para esta função, 
cargos de peritos e especialistas profissionais em Meio Ambiente, deverão ser 
capazes de compreender o estado e o nível de conformidade que a empresa e 
as suas Atividades estarão de acordo com a Legislação Ambiental. 
 
 Neste trabalho abordamos o conceito, Objetivos, planejamento, 
obrigatoriedades e normas regulamentadoras. Com tudo o porquê, da auditoria 
ambiental e suas finalidades e necessidades para a preservação do meio 
ambiente. 
 
2. Conceitos 
 
A auditoria ambiental consiste em processo sistemático de inspeção, 
análise e avaliação das condições gerais ou especificas de uma determinada 
empresa em relação a fontes de poluição, eficiência dos sistemas de controle 
de poluentes, riscos ambientais, legislação ambiental, relacionamento da 
empresa com a comunidade e órgão de controle, ou ainda do desempenho 
ambiental da empresa. 
Tem como objetivo caracterizar a situação da empresa para fornecer um 
diagnóstico atual no que diz respeito a poluição do ar, águas e resíduos 
sólidos, favorecendo a definição das ações de controle e de gerenciamento que 
deverão ser tomadas para proporcionar a sua melhoria ambiental. 
 
3. Objetivos 
 
A Norma NBR ISO 14.010 define Auditoria Ambiental como o 
\u201cprocesso sistemático e documentado de verificação, executado para obter e 
avaliar, de forma objetiva, evidências de auditoria para determinar se as 
atividades, eventos, sistemas de gestão e condições ambientais específicos ou 
as informações relacionadas a estes estão em conformidade com os critérios 
de auditoria e para comunicar os resultados deste processo ao cliente\u201d. A 
norma define praticamente a sua finalidade. 
 
A auditoria ambiental investiga as normas e/ou parâmetros de uma 
empresa, em relação a sua interação com o meio ambiente. O objetivo da 
auditoria ambiental é justamente verificar se uma empresa está cumprindo os 
regulamentos dispostos pelas leis no âmbito da proteção ambiental. Pode ser 
que as empresas se esqueçam da vertente ambiental e ecológica, para 
auferirem mais lucros. E vem se valorizando as organizações que adotam um 
modelo de gestão sustentável, e consequentemente, tem levado as empresas 
a um ajuste de suas atividades com o intuito de atender as legislações 
ambientais e diminuir seu impacto sobre a natureza. As empresas têm a 
possibilidade de fazer uso do marketing verde (é o marketing focado em 
beneficiar o meio ambiente), para que exalte as suas marcas e produtos com 
características ecologicamente corretas. Então a auditoria verifica se as 
empresas realmente estão cumprindo as leis e se essas informações 
divulgadas pelo marketing verde são realmente verídicas. 
 
As empresas têm enfrentado uma alta cobrança de ser responsável 
e de se comprometer com a qualidade ambiental. Essas cobranças vêm 
influenciando a ciência, a política, a legislação, o gerenciamento, o 
planejamento, e todo o mercado financeiro (BROCK 2012). 
 
O propósito é evitar a degradação ambiental e, a degradação 
ambiental ocorre quando há pouco controle do impacto ambiental. 
 
4. Planejamento 
 
O planejamento de auditoria se divide em etapas sendo elas, 
planejamento, preparação, execução, encerramento e follow-up. Que são 
definidos da seguinte maneira. 
 
Planejamento são as ações tomadas no momento anterior á realização 
da auditoria são determinantes para o sucesso das atividades. O planejamento 
começa com a elaboração de um plano, que irá orientar a execução da 
auditoria. Esse plano deverá apresentar todas as atividades numa linha do 
tempo, além do escopo, com processos, departamentos ou produtos que serão 
auditados. Nesta etapa também é importante que o auditor identifique toda a 
documentação relacionada, tais como políticas ou procedimentos de qualidade. 
Ainda nesta etapa, pode ser elaborada a lista preliminar das pessoas que serão 
entrevistadas. 
 
Preparação é o momento em que os auditores poderão conhecer um 
pouco mais sobre o SGQ da empresa, analisando mais afundo a 
documentação do sistema. É importante que cada membro da equipe de 
auditoria esteja preparado para a atividade, com acesso ao check-list de 
verificação. O check-list é fundamental para orientar o auditor de modo a não 
esquecer nenhum detalhe a ser avaliado, assim como para registrar as 
constatações e observações. 
 
A execução das auditorias se dá através da coleta de informações, que 
determinam se o departamento em questão está seguindo os padrões e 
procedimentos de controle de qualidade estabelecidos. Nesta fase, o auditor 
entrevista as pessoas, fazendo perguntas e tomando nota das constatações. 
De acordo com o que for constatado, os planos de auditoria e check-lists 
podem ter seu escopo expandido, e podem ser submetidos a uma avaliação 
mais profunda. São neste momento