aps cardio
2 pág.

aps cardio


DisciplinaCardiorespiratoria271 materiais2.641 seguidores
Pré-visualização1 página
Aluno: Matheus Machado
Professor : Roberto Poton
Data de entrega: 29/05/2020
Trabalho: pneumonia 
APS: valendo 10 pontos
A pneumonia é uma infecção que provoca inflamação dos sacos de ar em um ou nos dois pulmões. O órgão ainda pode acumular líquido além do ar. A doença pode ter como causa a contaminação direta ou indireta por bactérias, vírus ou ainda fungos. O mais comum, no entanto, é quando há fragilidade do sistema imunológico e consequente contato com bactérias. Estas, por sua vez, podem ser a Streptococcus pneumoniae ou a Haemophilus influenzae.
Dentre os principais sintomas estão a febre alta e as constantes dores no corpo, sobretudo no tórax. O problema, basicamente, trata-se de uma infecção que atinge um organismo com sistema imunológico fragilizado. O pulmão torna-se o principal alvo. Ao chegar aos alvéolos pulmonares, a enfermidade causa problemas respiratórios graves.
A pneumonia tem ocorrência maior em determinadas épocas do ano, tal como no inverno. O frio constante e a fragilidade do sistema imunológico no período são algumas das justificativas. Durante a estação mais fria, o contágio por bactérias presentes no ar podem se tornar mais suscetíveis. Contudo, estes são alguns dos casos. Em situação de risco, é necessário ficar atento a alguns sintomas, tais como: dores em regiões específicas, como as costas, fortes dores concentradas no peito, tosse contendo catarro ou apenas seca, calafrios constantes, sensação de cansaço, mal-estar, pele fria, úmida e suor em excesso, faltas de ar que podem desencadear respiração rápida em seguida, frequência cardíaca disparada,
Existem seis tipos diferentes de pneumonia:
A atípica, esta costuma ser como um \u201cponto fora da curva\u201d dentre as pneumonias, tendo como causa organismos incomuns. Febre, nestes casos, pouco se manifesta. É comum acusar em exames clínicos ou ainda em radiografia na região do tórax.
A viral, acomete indivíduos portadores do vírus HIV. Causada geralmente por infecção viral nos alvéolos pulmonares
A bacteriana, tem como causa um específico tipo de bactéria. Esse tipo de pneumonia é considerado o mais grave. Entre os sintomas principais, nota-se a respiração dificultada e a febre alta.
A hospitalar, denominada como infecção hospitalar, ela ocorre geralmente em pacientes internados. Estes, por sua vez, costumam estar com o sistema imunológico debilitado, em UTIs, expostos a diversos tipos de bactérias
A química, é o tipo de pneumonia menos conhecida. Acontece através da inalação de toxinas. Ao entrarem em contato com o organismo (fumaça de cigarro ou agrotóxicos) acabam causando irritação nos alvéolos.
E a causada por fungos específicos acabam ocasionando esse tipo de pneumonia. Em muitas das vezes, o paciente sequer sabe da infecção, pois raramente os sintomas se manifestam.
O tratamento da pneumonia é geralmente realizado d forma individualizada. Em alguns casos, tratamentos por via endovenosa são necessárias. Assim, diversos pacientes acometidos pela enfermidade necessitam ser internados. O intuito é estar a cuidados para aplicação da medicação ao longo de 48 horas.
MAPA MENTAL: