Rede de Atenção às Urgências no Âmbito do Sistema Único de Saúde - NOTA 100
5 pág.

Rede de Atenção às Urgências no Âmbito do Sistema Único de Saúde - NOTA 100


DisciplinaMedicina13.781 materiais55.959 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Questão 1
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
De acordo com o Ministério da Saúde, as Redes de Atenção à Saúde (RAS) representam um avanço na organização do Sistema Único de Saúde (SUS), nos seus resultados e na sua avaliação pela população. Nesse novo contexto de organização dos serviços de saúde, temos a Rede de Atenção às Urgências, com o objetivo de ampliar e qualificar o acesso humanizado e integral aos usuários em situação de urgência/emergência nos serviços de saúde, de forma ágil e oportuna. Sobre essa rede temática, é correto que:
A Atenção Primária à Saúde é um importante ponto de atenção nas RAS, mas não coordena os fluxos/contrafluxos da Rede de Atenção às Urgências.
O modelo de atenção às condições agudas exige que a estrutura operacional da Rede de Atenção às Urgências seja isenta de sistemas logísticos e de apoio.
Os usuários com condições crônicas de saúde não se encaixam no perfil episódico e reativo de atendimento dos serviços da Rede de Atenção às Urgências.
O atendimento aos usuários com quadros agudos deve ser prestado apenas pelos serviços especializados das unidades de pronto atendimento.
A Rede de Atenção às Urgências no SUS tem a finalidade de articular e integrar todos os equipamentos de saúde, exceto promoção de saúde.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
Na Rede de Atenção às Urgências, a Atenção Primária à Saúde desloca-se do centro de comunicação das RAS para constituir um importante ponto de atenção à saúde, mas sem cumprir a função de coordenação dos fluxos e contrafluxos dessa rede.
Questão 2
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
O acolhimento com classificação de risco é um dispositivo de intervenção dinâmica que visa à identificação e priorização dos pacientes que necessitam de tratamento imediato, de acordo com o potencial de risco, os agravos à saúde e/ou o grau de sofrimento apresentado. Dessa forma, considera-se o acolhimento com classificação de risco como dispositivo de racionalidade assistencial no pronto atendimento baseado na condição clínica do usuário e que tem como objetivo:
I - Organizar a fila de espera, com prioridade aos usuários que chegaram primeiro.
II - Garantir o atendimento imediato do usuário com grau de risco elevado.
III - Fomentar a maior produção de procedimentos e atividades de trabalho dos profissionais.
IV - Melhorar as condições de trabalho dos profissionais e aumentar a satisfação dos usuários.
V - Informar o paciente que não corre risco imediato sobre seu tempo de espera.
VI - Realizar classificação de risco de forma isolada e independente em cada serviço de saúde.
V e VI
I e V
II e V
I e II
III e IV
Sua resposta está correta.
Feedback: 
O acolhimento com classificação de risco tem como objetivo garantir o atendimento imediato do usuário com grau de risco elevado, levando em conta a criticidade e a gravidade do usuário que está num fila a espera por atendimento. Nesse mesmo sentido, objetiva também informar o paciente que não corre risco imediato, assim como a seus familiares, sobre o tempo provável de espera.
Questão 3
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
O acolhimento é um modo de operar os processos de trabalho em saúde assumindo uma postura capaz de acolher, escutar e dar respostas adequadas aos usuários. Pode ser compreendido como uma ação de aproximação, uma atitude de inclusão, um \u201cestar com\u201d e um \u201cestar perto de\u201d. Sobre o acolhimento nos serviços de urgência é correto que:
É responsabilidade exclusiva de médicos (as) e enfermeiros (as) dos serviços de urgência.
Dispensa o estabelecimento de articulações e produção de vínculo entre os pontos de atenção.
Pressupõe espaço/local e horário para sua realização, como nas unidades de pronto atendimento.
Deve colocar em ação uma rede multidisciplinar de compromisso coletivo com o usuário.
É obrigatória apenas nas portas de entrada dos serviços de saúde de urgências e emergências.
Sua resposta está correta.
Feedback: 
O acolhimento não deve ser visto como um ato isolado, mas sim como um dispositivo de acionamento de redes internas, externas, multidisciplinares, comprometidas com as respostas às necessidades dos cidadãos, colocando em ação uma rede multidisciplinar de compromisso coletivo com a resolução dos problemas de saúde das pessoas.
Questão 4
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
A organização da Rede de Atenção às Urgências tem a finalidade de articular e integrar os equipamentos de saúde. Trata-se de uma rede complexa, composta por diferentes pontos de atenção necessários para as diversas ações que são fundamentais ao atendimento das situações de urgência. Para isso, é essencial que os componentes da rede atuem de forma integrada, articulada e sinérgica. Nesse sentido, são componentes e interfaces da referida Rede de Atenção às Urgências:
I - Atenção Domiciliar
II - Promoção, Prevenção e Vigilância à Saúde
III - Atenção Básica em Saúde
IV - Unidades de Pronto Atendimento
V - Força Nacional de Saúde do SUS
Destes, são corretos apenas:
II, III e IV
I, III e IV
I, II, III e V
I, II III, IV e V
II, IV e V
Sua resposta está correta.
Feedback: 
A Portaria de Consolidação nº 3, de 28 de setembro de 2017, do Ministério da Saúde, no anexo III, livro I, art. 4º (Origem: PRT MS/GM 1.600/2011), cita cada componente da Rede de Atenção às Urgências, sendo eles: Promoção, Prevenção e Vigilância à Saúde; Atenção Básica em Saúde; Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192) e suas Centrais de Regulação Médica das Urgências; Força Nacional de Saúde do SUS; Unidades de Pronto Atendimento (UPA 24h) e o conjunto de serviços de urgência 24 horas; Hospitalar; e Atenção Domiciliar.
Questão 5
Correto
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
Como componentes pré-hospitalares da Rede de Atenção às Urgências, temos as unidades básicas de saúde, ambulatórios especializados, serviços de diagnóstico e terapias, unidades não hospitalares. Assim, a Atenção Básica (AB) aparece como parte do componente pré-hospitalar da Rede de Atenção às Urgências, sendo correto afirmar que:
1ª sentença: (     ) As unidades básicas de saúde devem dispor de material e equipamento necessários para o atendimento primário, incluindo a estrutura física da unidade que deve contar com uma sala de curativos e, quando necessário, sala de estabilização dessas condições clínicas.
2ª sentença: (     ) Todos os casos de agravamento das condições de saúde de pacientes que já são atendidos nas Unidades Básicas de Saúde devem ser imediatamente encaminhados para pontos de atenção à saúde de maior complexidade.
3ª sentença: (     ) Se faz necessária a qualificação das equipes de profissionais da Atenção Básica, assim como deve ser incorporado o manejo clínico de condições de urgências e emergências como rotina das unidades básicas de saúde.
4ª sentença: (    ) A Atenção Básica é um componente fundamental também para a análise dos indicadores de saúde relacionados às urgências e emergências e o consequente desdobramento desses dados em ações de saúde.
 
A sequência que aponta corretamente as sentenças verdadeiras ou falsas está em:
V, F, V, V
V, F, V, F
V, V, V, V
F, F, V, V
F, V, V, V
Sua resposta está correta.
Feedback: 
Todas as sentenças são verdadeiras, exceto a segunda. Isso porque a Atenção Básica (AB) também é responsável pelo atendimento em primeiro nível de atenção aos usuários com quadros que necessitam de pronto atendimento ou estabilização imediata ou mediata. Incluindo os pacientes que já estão em atendimento na AB ou por algum de seus programas. Nesse sentido, é importante destacar que a Atenção Básica em Saúde tem por objetivo a ampliação do acesso, fortalecimento do vínculo e responsabilização e o primeiro cuidado às urgências e emergências, em ambiente adequado, até a transferência/encaminhamento a outros pontos de atenção, quando necessário, com a implantação de acolhimento com avaliação de riscos e vulnerabilidades.
Questão 1
 
Correto
 
Atingiu 20.00 de 20.00 ponto(s)
 
De acordo com o Ministério da Saúde, as Redes de Atenção à Saúde (RAS) representam 
um avanço na organização