A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
10 pág.
apol 1 Negociação e Relações Sindicais

Pré-visualização | Página 1 de 3

CAROLINE CRISTINE LEAL - RU: 1350738 
Nota: 30
PROTOCOLO: 202008151350738376AA31
Disciplina(s):
Negociação e Relações Sindicais
	Data de início:
	15/08/2020 15:29
	Prazo máximo entrega:
	- 
	Data de entrega:
	15/08/2020 16:01
Atenção. Este gabarito é para uso exclusivo do aluno e não deve ser publicado ou compartilhado em redes sociais ou grupo de mensagens.
O seu compartilhamento infringe as políticas do Centro Universitário UNINTER e poderá implicar sanções disciplinares, com possibilidade de desligamento do quadro de alunos do Centro Universitário, bem como responder ações judiciais no âmbito cível e criminal.
Questão 1/10 - Negociação e Relações Sindicais
O contrato de trabalho é a materialização de uma relação de trabalho, que pode ser alvo de negociações de âmbito coletivo ou, individual. Sendo que cada uma destas hipóteses de negociação tem suas peculiaridades próprias (regras, institutos e princípios), que caracterizam cada uma dessas negociações.
Considerando essas informações e o conteúdo estudado sobre relações individuais do trabalho x relações coletivas do trabalho, analise as afirmações e assinale a alternativa correta:
I - ( ) A Constituição Federal regulamenta as relações coletivas de trabalho e a CLT regula as relações individuais de trabalho.
II - ( ) As relações individuais do trabalho refere-se as relações entre empregado e empregador.
III - (  ) Os sujeitos do Direito Individual do Trabalho são: empregado e empregador e o sindicato.
IV - ( ) Na relação individual de trabalho ocorre a união do empregado a seu empregador, no qual se estabelecem para ambos direitos e deveres.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência correta:
Nota: 0.0
	
	A
	V, F, V, V.
	
	B
	F, V, V, V.
	
	C
	F, V, F, V.
Rota 1- ROTA 1 - NEGOCIAÇÃO E RELAÇÕES SINDICAIS - Tema 01 da Rota: RELAÇÕES INDIVIDUAIS DO TRABALHO X RELAÇÕES COLETIVAS DO TRABALHO
Justificativa
A alternativa I é falsa, visto que, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), criada em 1943, regula tanto as relações individuais, quanto coletivas do trabalho, como bem menciona seu artigo 1º.
A alternativa II é verdadeira, pois as relações individuais do trabalho, são os contratos e acordos entre empregado e empregador, tratados de maneira individual, que podem ser: salário, função exercida, horário de trabalho, dentre outros.
A alternativa III é falsa, pois os sujeitos do Direito Individual do Trabalho são: empregado e empregador.
A alternativa IV é verdadeira, pois a relação individual de trabalho é a que entrelaça um empregado a seu empregador, mediante direitos e obrigações recíprocas.
 
	
	D
	V, F, V, F.
	
	E
	F, F, V, V.
Questão 2/10 - Negociação e Relações Sindicais
O Direito Coletivo do Trabalho se transformou ao longo dos anos, principalmente devido as mudanças do Direito Individual do trabalho. Sendo assim, verifica-se que esse direito tem como objeto as relações que advém das relações coletivas de trabalho, como o caso da organização sindical, convenção coletiva de trabalho (direito normativo); conflitos coletivos de trabalho; e solução dos conflitos coletivos de trabalho.
 
Considerando essas informações e o conteúdo estudado sobre o função e conteúdo do direito coletivo do trabalho, pode se afirmar o conteúdo do Direito coletivo do trabalho, é
Nota: 10.0
	
	A
	são as normas que regem todo o direito do trabalho.
	
	B
	são os princípios, regras, institutos que advém das relações coletivas de trabalho.
Você acertou!
ROTA 1 - NEGOCIAÇÃO E RELAÇÕES SINDICAIS Tema 3 – FUNÇÃO E CONTEÚDO DO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO
“O conteúdo do Direito Coletivo do Trabalho é, pois, dado pelos princípios, regras e institutos que regem a existência e desenvolvimento das entidades coletivas trabalhistas, inclusive suas inter-relações, além das regras jurídicas trabalhistas criadas em decorrência de tais vínculos. São os princípios e normas reguladores dos sindicatos, da negociação coletiva, da greve, do dissídio coletivo, da mediação e arbitragem coletivas, ao lado dos dispositivos criados pela negociação coletiva e dissídios coletivos, por exemplo.” (DELGADO, 2017, p. 1459)
	
	C
	são os institutos que advém as relações individuais do trabalho
	
	D
	são as normas jurídicas que advém do contrato de trabalho
	
	E
	são os sindicatos
Questão 3/10 - Negociação e Relações Sindicais
Leia o Texto:
A relação coletiva de trabalho é a estrutura que fundamentalmente compõe o direito sindical e coletivo do trabalho. Dessa relação coletiva, além de específicos princípios e regras, decorre um conjunto de institutos peculiares ao ramo ora analisado, entre os quais se destacam aqueles ligados à organização sindical (como associação profissional, sindicato, federação, confederação, central sindical, contribuição sindical, contribuição confederativa, taxa assistencial etc.), às fórmulas de solução dos conflitos coletivos (negociação coletiva, conciliação, mediação, arbitragem, jurisdição coletiva, dissídio coletivo, sentença normativa etc.) e à paralisação coletiva do trabalho (greve e locaute).
Fonte: Martinez, Luciano. Curso de direito do trabalho: relações individuais, sindicais e coletivas do trabalho 7. ed. — São Paulo: Saraiva, 2016
Considerando essas informações e o conteúdo estudado sobre relações individuais do trabalho x relações coletivas do trabalho, pode se afirmar que a relação coletiva do trabalho ocorre quando
Nota: 10.0
	
	A
	num dos polos está apenas um empregado
	
	B
	num dos polos está apenas uma empresa
	
	C
	num dos polos está um grupo de empregados e no outro polo um grupo de empregadores
Você acertou!
ROTA 1 - NEGOCIAÇÃO E RELAÇÕES SINDICAIS Tema 01 da Rota: RELAÇÕES INDIVIDUAIS DO TRABALHO X RELAÇÕES COLETIVAS DO TRABALHO
As relações coletivas do trabalho se compõem por dois polos, no qual um deles se encontra um grupo de empregadores e no outro um grupo de trabalhadores, que visam resguardar os direitos coletivos de categorias de trabalho.
	
	D
	num dos polos está um grupo de empregadores e no outro polo está apenas um empregado.
	
	E
	num dos polos está um empregador e no outro polo está um grupo de empregadores
Questão 4/10 - Negociação e Relações Sindicais
Leia o texto:
Ao procurar o significado da palavra “princípios”, encontra-se a terminologia utilizada, dentre outras formas, como proposições diretoras de uma ciência, às quais todo o desenvolvimento posterior dessa ciência deve estar subordinado. Depreende se dessa definição que a palavra “princípio” exprime a ideia de começo, onde tudo se inicia.
Fonte: Awad, F. (2012). O princípio constitucional da dignidade da pessoa humana. Revista Justiça do Direito, 21
 Considerando essas informações e o conteúdo estudado sobre princípios do direito coletivo do trabalho, pode se afirmar que os princípios regentes das relações entre os seres coletivos trabalhistas são:
Nota: 0.0
	
	A
	Princípio da Interveniência Sindical na Normatização Coletiva, Princípio da Equivalência dos Contratantes Coletivos e Princípio da lealdade e transparência na negociação coletiva.
ROTA 1 - NEGOCIAÇÃO E RELAÇÕES SINDICAIS Tema 4 - PRINCÍPIOS DO DIREITO COLETIVO DO TRABALHO
Os Princípios regentes das relações entre os seres coletivos trabalhistas são: Princípio da Interveniência Sindical na Normatização Coletiva: através do presente, é imperativo que, o processo sindical negocial, sempre se submeta a intervenção do sindicato, sendo este institucionalizado; Princípio da Equivalência dos Contratantes Coletivos: este princípio é concernente a igualdade das partes, ou seja, com idêntica natureza jurídica, e que os instrumentos de pressão utilizadas por ambas sejam equivalentes; Princípio da lealdade e transparência na negociação coletiva: trata da boa-fé objetiva entre as partes, em que as mesmas devem agir com a máxima lealdade e transparência em relação ao outro.
	
	B
	Princípio da Interveniência Sindical na Normatização Coletiva, Princípio da Equivalência dos Contratantes Coletivos e Princípio da autonomia sindical.
	
	C
	Princípio da liberdade associativa e sindical, Princípio da