Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
24 pág.
IV_Teorico

Pré-visualização | Página 1 de 5

Inserir Título Aqui 
Inserir Título Aqui
Prevenção e Controle 
de Riscos em Máquinas, 
Equipamentos e 
Instalações 
Fornos
Responsável pelo Conteúdo:
Prof. Me. Alessandro José Nunes da Silva
Revisão Textual:
Prof.ª Dr.ª Selma Aparecida Cesarin
Nesta unidade, trabalharemos os seguintes tópicos:
• Normas Regulamentadoras Nº 14 – Fornos;
• Riscos de Acidentes com Lesões e Ações para Proteção e Prevenção;
• Poluição e Proteção do Meio Ambiente;
• Sistema de Refrigeração, Ventilação e Exaustão em Estabelecimento 
Industrial;
• Programa de Gestão de Saúde e Segurança.
Fonte: Getty Im
ages
Objetivo
• Apresentar aos alunos informações básicas sobre as atividades que possuem fornos no 
processo produtivo, visando às barreiras de segurança, as obrigações legais, as respon-
sabilidades técnicas e as ações que visem à proteção e à prevenção de ocorrências de 
incidentes e acidentes.
Caro Aluno(a)!
Normalmente, com a correria do dia a dia, não nos organizamos e deixamos para o úl-
timo momento o acesso ao estudo, o que implicará o não aprofundamento no material 
trabalhado ou, ainda, a perda dos prazos para o lançamento das atividades solicitadas.
Assim, organize seus estudos de maneira que entrem na sua rotina. Por exemplo, você 
poderá escolher um dia ao longo da semana ou um determinado horário todos ou alguns 
dias e determinar como o seu “momento do estudo”.
No material de cada Unidade, há videoaulas e leituras indicadas, assim como sugestões 
de materiais complementares, elementos didáticos que ampliarão sua interpretação e 
auxiliarão o pleno entendimento dos temas abordados.
Após o contato com o conteúdo proposto, participe dos debates mediados em fóruns de 
discussão, pois estes ajudarão a verificar o quanto você absorveu do conteúdo, além de 
propiciar o contato com seus colegas e tutores, o que se apresenta como rico espaço de 
troca de ideias e aprendizagem.
Bons Estudos!
Fornos
UNIDADE 
Fornos
Contextualização
As Legislações e as Normas que envolvem segurança no processo produtivo de 
indústrias metalúrgicas que utilizam fornos e as atividades desenvolvidas nessas indús-
trias de transformação são variadas e muito hostis para a saúde do trabalhador e para 
a Organização. 
Nesse segmento de produção e refinação de metais, existe uma série de diferentes re-
ações físico-químicas que separam os componentes valiosos dos materiais inutilizáveis. 
O produto final é um metal que contém quantidades controladas de impurezas.
Os resíduos de processo são chamados de escória, produto residual que deve passar 
por controle para ser retrabalhado e descartado.
Os riscos presentes nesse ambiente de trabalho são muitos e devem estimular os 
profissionais de segurança a buscar conhecimento, interação com os profissionais de 
produção e qualidade, para buscar sempre a melhoria do processo e, assim, conseguir 
montar uma Gestão de Saúde e Segurança que vise à proteção e à prevenção.
Nesta Unidade, o profissional de segurança deverá ficar atento aos conceitos e
às responsabilidades.
6
7
Normas Regulamentadoras Nº 14 – Fornos 
A normativa de fornos teve sua última atualização no ano de 1983, portanto uma 
norma bem antiga. Por isso, é de suma importância atender à norma técnica de requi-
sitos de segurança na construção dos fornos.
Também é preciso que se realize uma apreciação dos riscos que, na prática, consis-
te em uma série de passos lógicos que permitem, de forma sistemática, o exame dos 
perigos associados às máquinas, nesse caso, os fornos e seus acessórios. 
A identificação dos perigos e a apreciação dos riscos resultantes de substâncias 
perigosas à saúde devem ser feitas pelo fabricante da máquina. Isso deve abranger, 
tanto quanto possível, qualquer perigo potencial proveniente da exposição de pessoas 
à máquina, em qualquer estágio de sua vida (NBR ISO 12100, 2013).
Um princípio importante da construção dos fornos é que devem ser construídos 
solidamente, revestidos com material refratário, de forma que o calor radiante não 
ultrapasse os limites de tolerância estabelecidos, de acordo com a Norma Regulamen-
tadora – NR 15.
A NR 14 determina que a instalação dos fornos deve ficar localizada em espaços 
adequados para garantir segurança, deve evitar acúmulo de gases nocivos e altas tem-
peraturas em áreas vizinhas, as escadas e plataformas de acesso aos fornos devem ser 
feitas conforme Norma Técnica específica e que garanta aos trabalhadores a locomo-
ção segura de suas tarefas (BRASIL, NR 14, 1983).
É importante destacar que os fornos que utilizam combustíveis gasosos ou líquidos 
devem ter sistema de proteção apoiado nas Normas Técnicas específicas, para evitar 
explosão por falha da chama de aquecimento, no acionamento do queimador ou para 
evitar retrocesso da chama (BRASIL, NR 14, 1983).
Para dispersar os produtos químicos oriundos do processo, as instalações devem 
possuir chaminés, avaliadas por profissional capacitado, para dimensionar a livre sa-
ída dos produtos químicos presentes no ambiente de trabalho, sempre observando as 
Normas Técnicas oficiais sobre poluição do ar (BRASIL, NR 14, 1983).
Nas atividades que envolvem fornos, os resíduos industriais são muito presentes e 
eles podem estar na forma sólida, líquida ou gasosa, ou na combinação delas.
Para isso, a equipe de segurança tem de seguir a Norma Regulamentadora 25, que 
trata de resíduos industriais.
O primeiro passo que deve ser dado é auxiliar as equipes de produção e de meio 
ambiente a reduzir a geração de resíduos por meio da adoção das melhores práticas 
tecnológicas e organizacionais disponíveis.
Não é permitido que os resíduos industriais sejam lançados ou liberados no am-
biente de trabalho. As medidas, métodos, equipamentos ou dispositivos de controle 
do lançamento ou liberação dos contaminantes gasosos, líquidos e sólidos devem ser 
7
UNIDADE 
Fornos
submetidos ao exame e à aprovação dos Órgãos competentes e os resíduos devem 
ser adequadamente coletados, acondicionados, armazenados, transportados, tratados 
e descartados conforme as Normas Técnicas Específicas de cada resíduo (BRASIL,
NR 25, 1978).
Riscos em Atividades dos Fornos e Ações
para Proteção e Prevenção
A prevenção de riscos para a saúde e acidentes na Indústria Metalúrgica é fundamen-
talmente uma questão técnica e cultural. As avaliações médicas desempenham papel 
complementar na proteção dos riscos. 
Com vistas a criar ações para reduzir risco à saúde dos trabalhadores, é extremamen-
te útil sistematizar as informações e desenvolver uma articulação harmoniosa entre os 
Departamentos de Produção, Qualidade, Segurança e Medicina do Trabalho.
Importante destacar que existem Empresas de grande e de pequeno porte e que as 
ações e as exigências não serão similares. Assim, é preciso pensar que as melhores e 
mais baratas medidas preventivas são aquelas que são adotadas na fase do planejamen-
to, em uma nova planta ou processo, mas para planejar as novas instalações de produ-
ção deve-se levar em conta as seguintes situações:
• As fontes potenciais de poluentes atmosféricos devem ser confinadas e isoladas;
• As instalações dos fornos devem permitir fácil acesso para operações de manutenção;
• Tarefas de alto risco devem ser monitoradas continuamente, por meio de checa-
gem, auditorias, indicadores e outros instrumentos que a equipe compreender que 
sejam adequados;
• Devem ser criados meios de proteção nas atividades de adição e manipulação de 
produtos químicos tóxicos usados no processo, vez que devem ser planejados de 
forma que seja evitado manuseio;
• Deve-se adotar uma visão sistêmica no controle dos riscos dos gases, poeiras e ruídos, 
para eliminar ou minimizar a exposição dos trabalhadores e a poluição ambiental;
• No planejamento das instalações industriais, deve-se levar em conta necessidades 
de futuras mudanças
Página12345