A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
29 pág.
Serviço Social e Processo de Trabalho

Pré-visualização | Página 1 de 6

Serviço Social e Processo de Trabalho 
Questão 1/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A2 - Ao estudar a temática do trabalho, na Aula 02, pode-se compreender que, na passagem 
para o mundo capitalista de produção, o trabalho passa a fazer parte de um contrato livremente 
acordado entre os homens. Deste modo, conforme nos ensina Granemann (2009, p. 228), de 
um lado têm-se o possuidor do dinheiro, chamado capitalista e, de outro, o possuidor de força 
de trabalho, chamado proletário. Diante desta reflexão, é possível afirmar que: 
Nota: 10.0 
 
A Não há relação de um sistema estritamente econômico no modo de produção capitalista. 
 
B O ato de mercadejar a força de trabalho é inexistente diante de um sistema capitalista de produção. 
 
C O ato da troca de mercadorias entre os sujeitos, dentro do sistema capitalista, é nominado de “Ato de reproduzir a força de trabalho”. 
 
D O ato de mercadejar com a força de trabalho é o ato inaugural da sociedade capitalista. 
Você acertou! 
Resposta: d. Conforme as considerações de Granemann (2009), o ato inaugural da sociedade capitalista é o ato de 
mercadejar com a força de trabalho 
 
E A sociedade capitalista com bases igualitárias ao acesso dos meios de produção oportuniza mercadejar com a força de trabalho em 
condições iguais. 
 
Questão 2/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A3 - Ao considerarmos os estudos feitos sobre “Trabalho e processos de trabalho”, podemos 
lembrar que o trabalho humano é só mais uma das etapas mecânicas de trabalho necessário à 
produção do produto final, a mercadoria. Marque a alternativa que explica porque o processo 
de trabalho no capitalismo é alienante de acordo com a aula de número 3, no tema 2. 
Nota: 10.0 
 
A Devido a este não dominar o processo criativo de trabalho, mas só ser mero executor mecânico da atividade que lhe foi imposta em troca 
do salário. 
Você acertou! 
Resposta a – o processo de trabalho no capitalismo é alienante, devido a este não dominar o processo criativo de 
trabalho, mas só ser mero executor mecânico da atividade que lhe foi imposta em troca do salário. 
 
B Devido a este ser uma especialização do trabalho colocado na divisão social do trabalho 
 
C Devido a este ser uma das matérias primas do processo de produção e reprodução social 
 
D Devido a este não viabilizar o processo criativo, se tornando mero executor mecânico da atividade que lhe foi imposta em troca do salário. 
 
E Devido a sua importante necessidade de reprodução. 
 
Questão 3/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A2 - Uma reflexão importante trazida na aula 2, é que trocamos dinheiro por arroz, feijão, carne 
e tudo mais o que atenda às nossas necessidades. Assim sendo, podemos compreender que 
só constitui mercadoria o fruto do trabalho que encerre em si valor de uso e valor de troca 
(Netto, 2011, p. 90). 
 
Marque as alternativas que apresentam, segundo Netto (2011) as definições de valor de uso e 
de valor de troca. 
 
I. Tem valor de uso as ações de produção da mais valia que geram um salário para o 
trabalhador ao final do mês 
 
II. Tem valor de uso todo fruto do trabalho humano que corresponde a uma necessidade 
imediata. 
III. Tem valor de troca todo fruto do trabalho humano que se faça intercambiável por outro 
produto de trabalho humano. 
 
IV. Tem valor de troca as ações entre os trabalhadores que produzem um novo conhecimento a 
respeito da realidade social 
Nota: 10.0 
 
A As alternativas I e IV 
 
B Somente a alternativa II 
 
C As alternativas II e III 
Você acertou! 
Resposta: c. Vimos no material de impressão da aula 2 que tem valor de uso todo fruto do trabalho humano que corresponde a uma necessidade 
imediata e que tem valor de troca todo fruto do trabalho humano que se faça intercambiável por outro produto de trabalho humano. 
 
D Somente a alternativa IV 
 
E As alternativas I;II e III. 
 
Questão 4/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A1 - Leia o trecho do texto, retirado do conteúdo da aula 01, e escolha a alternativa que 
preenche as lacunas corretamente. 
 
“Sem exploração de trabalho humano vivo, não há produção de mais valor. O que acontece 
então é uma mudança nas formas como o trabalho humano tem sido apreendido pela 
_____________. Terceirizações, __________das leis trabalhistas, pagamento por 
produtividade, remuneração por comissões, enfim, uma série de mudanças tem sido levada a 
cabo e aponta os desafios para a ___________social”. 
Qual das alternativas abaixo preenche corretamente as lacunas do texto? 
Nota: 10.0 
 
A Terceirização, acumulação, interação 
 
B Sociedade comunista; criação; intervenção. 
 
C Igreja; cumprimento; reprodução. 
 
D Sociedade capitalista; flexibilização; intervenção. 
Você acertou! 
Resposta d - A resposta desta questão se encontra no conteúdo da aula tema 5 da aula 1. 
 
E democracia; intervenção; flexibilização 
 
Questão 5/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A3 - Desde a década de 1980, quando o Serviço Social passa a ser considerado pelo conjunto 
de profissionais proponentes do movimento de reconceituação como uma especialização do 
trabalho coletivo, partícipe dos processos de produção e reprodução das relações sociais 
(Iamamoto, 2007, p. 83), busca-se abandonar dois comportamentos diante do trabalho, por 
parte dos profissionais, o que Iamamoto definirá como fatalista ou messiânico utópico (2007, p. 
115). 
 
Marque as alternativas que apresentam definições corretas sobre o comportamento messiânico 
utópico, de acordo com a aula 3 do material impresso 
I - Comportamento messiânico utópico é definido como aquele em que o Assistente Social atua 
para salvação da alma dos usuários atendidos em diferentes locais 
II – Comportamento messiânico utópico é definido pela autora como aquele que privilegia as 
intenções e os propósitos do sujeito profissional individual 
III - Comportamento messiânico utópico é aquele que ignora o desvendamento dos processos 
sociais que determinam tanto a prática profissional quanto o comportamento social do público-
alvo de sua intervenção. 
IV - Comportamento messiânico utópico é aquele onde o assistente social baseia a sua 
intervenção nos fenômenos sociais, buscando a sua materialidade na realidade social 
Nota: 10.0 
 
A I e II 
 
B I, II e III 
 
C II e III 
 
Você acertou! 
Resposta c – Vemos na aula 3 que o comportamento messiânico utópico é definido pela autora como aquele que privilegia 
as intenções e os propósitos do sujeito profissional individual, que inclusive ignora o desvendamento dos processos sociais 
que determinam tanto a prática profissional quanto o comportamento social do público-alvo de sua intervenção. Em suma, 
trata-se de uma visão mágica de transformação social. 
 
D I, III e IV 
 
E II e IV 
 
Questão 6/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A1 - Com a Revolução Francesa, inicia-se um novo modo de produção, marcado pela 
crescente maquinalização da produção. Qual modo de produção é superado a partir do modo 
de produção capitalista. Marque a alternativa que apresenta corretamente esse modo de 
produção, com base na Aula 1 
Nota: 10.0 
 
A Modo de produção escravista 
 
B Modo de produção feudal 
Você acertou! 
Resposta b - A resposta desta questão se encontra no conteúdo da aula 1, tema 4 vemos que o referido modo de produção é Feudal. 
 
C Modo produção comunista 
 
D Modo de produção burguês 
 
E modo de produção primitivo 
 
Questão 7/10 - Serviço Social e Processo de Trabalho 
A3 - Ao estudarmos o Tema 4 da aula de número 3 podemos perceber que a crise fiscal do 
Estado, intimamente relacionada com o tema crise econômica e que, ao mesmo tempo, 
impulsiona e é afetada pelo desemprego, é um tema que impõe desafio aos assistentes 
sociais. Segundo Iamamoto (2007b), complete a sentença abaixo: 
 
“Tudo isso reflete no cenário atual sobre o qual atua o ____________________ e oferece 
grandes desafios no que se refere à construção de ______________________ adequados, já 
que induzem