Buscar

AD2 - ADOL JUV - 2020 1 - CINDY BATISTA DA ROSA NEVES - 17216080124 - SANTA MARIA MADALENA

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 4 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

(
UNIVERSIDADE FEDERAL DO
ESTADO DO RIO DE JANEIRO
)
	Aluno: Cindy Batista da Rosa Neves
	Matrícula: 17216080124
	Polo: Santa Maria Madalena
Disciplina: Adolescência e Juventude
Coordenador: Prof. Francisco Ramos de Farias
AD2 – 2020/1
EstaAvaliação a Distância 2 tem como objetivo analisar uma situação real que expresse os dilemas vividos pelos jovens e/ou adolescentes, tendo como base uma reportagem e a fundamentação teórica do nosso material de estudo.
	A atividade compreende duas partes:
a) Selecione uma reportagem de jornal ou revista digitalizados, que expresse um dilema envolvendo jovens e/ou adolescentes, recorte e cole em seu trabalho, indicando a fonte. 
b) Elabore um texto de 10 a 15 linhas, comentando o acontecimento, fazendo referência aos autores do material das aulas da nossa disciplina.
Pontuação: 10 pontos no total, sendo até 4 pontos pela qualidade da reportagem escolhida, contendo informações sobre a fonte e o endereço onde está disponível; e até 6 pontos para a elaboração da análise da reportagem. Não esqueça de citar corretamente – autor, ano, pág., informando ao final as referências bibliográficas.
A data limite para postagem na plataforma é: 17/05/2020, às 23h55.As respostas devem ser enviadas neste mesmo modelo, a partir da pág. 2.
	ATENÇÃO: TRABALHOS IGUAIS TERÃO NOTA 0,0. SEJA AUTÊNTICO! 
PLÁGIOÉCRIME!!!
REPORTAGEM:
 ADOLESCENTES
 O impacto da depressão na adolescência
E se fosse possível prever qual a chance de um adolescente ter depressão no futuro? Isso poderia nos ajudar a entender por que alguns jovens desenvolvem a doença e outros não
05/02/2020-12h51min
Atualizada em 05/02/2020 - 15h15min
Por Thiago Botter Maio Rocha, psiquiatra da Infância e Adolescência, Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Hospital Moinhos de Vento
 
Em uma conversa informal com uma colega pediatra, experiente em casos graves, um desabafo: "Não sei bem o que está acontecendo, mas não era tão comum vermos tantos casos". Ela se referia a quadros de depressão em adolescentes. Constatações como essa têm sido comuns, preocupando pais, professores e profissionais da saúde. 
Os quadros depressivos, quando surgem cedo na vida, podem ter impacto mais grave, prejudicando relacionamentos, desempenho na escola e no trabalho. Além disso, estão associados ao abuso de drogas e ao suicídio – segunda principal causa de morte evitável entre jovens.
Mas e se fosse possível prever qual a chance de um adolescente ter depressão no futuro? Isso poderia nos ajudar a entender por que alguns jovens desenvolvem a doença e outros não – e talvez a avançar na possibilidade de prevenção desses quadros.
Foi com esse propósito que nosso grupo, em parceria com pesquisadores da Inglaterra e Nova Zelândia, deu um passo pioneiro nessa direção, em um artigo recentemente publicado na mais importante revista do mundo sobre psiquiatria da infância e adolescência. Inspirados em estratégias já utilizadas em outras áreas da medicina, quando fatores como hipertensão, diabetes ou tabagismo são utilizados para medir o risco de infarto ou derrame, propusemos uma maneira de calcular o risco de um adolescente desenvolver depressão mesmo antes do aparecimento dos sintomas.
Fazendo uso de informações simples, como características pessoais e situações vivenciadas ao longo da vida de cada adolescente, sem necessidade de exames complexos, buscamos desenvolver uma ferramenta para auxiliar clínicos e pesquisadores a identificar aqueles adolescentes com maior risco de desenvolver um quadro depressivo futuro.
Apesar de ser um passo ainda inicial, esperamos avançar mais em breve: a ferramenta, ainda não recomendada para uso clínico, está servindo de base para o projeto Idea, uma rede de colaboração de pesquisadores do Reino Unido, do Brasil, da Nigéria e do Nepal, que tem como meta reduzir o impacto da depressão na adolescência no mundo.
ANÁLISE:
[...] podemos entender que a adolescência é a etapa do desenvolvimento psicológico caracterizada por ser uma fase de transição, marcada pela vulnerabilidade e incerteza. [...] (CEDERJ, P. 40, aula 12) pelo fato dessa transição, que os adolescentes enfrentam problemas nesse processo com certos tipos de pensamentos, crises emocionais, momento de fazer escolhas, inicio da pressão social (um exemplo é a escolha da profissão relatada na aula 10), isso faz com que tenham problemas muitas das vezes com a depressão, as drogas (aula12), gravidez (aula 11) e principalmente os levam muitas vezes ao suicídio. São situações que milhares de adolescentes enfrentam no seu cotidiano todos os dias, pois muitas das vezes os pais ou quem está mais próximo, não observam sua mudança de comportamento, o que poderia funcionar como um freio e até mesmo evitar momentos complicados na vida do adolescente.
Assim, a reportagem busca uma forma de tentar ajudar essas pessoas, esperando em breve avançar com a pesquisa e os resultados para ao menos tentar diminuir o quadro de depressão nos adolescentes
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS:
https://gauchazh.clicrbs.com.br/opiniao/noticia/2020/02/o-impacto-da-depressao-na-adolescencia-ck69hd3kc0ghv01qdohetud24.html 
3

Outros materiais