A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
Projeto de Estágio

Pré-visualização | Página 1 de 3

Centro Universitário Leonardo Da Vinci 
 
 
 
MANOELLA COELHO LUIZ 
TATIANE DUTRA VOLPATO PRAZERES 
 
(PED 2289) 
 
 
 
 
 
 
PROJETO DE ESTÁGIO: 
 
ALFABETIZAÇÃO E LETRAMENTO EM TEMPOS DE ENSINO A 
DISTÂNCIA 
 
 
 
 
 
 
 
BIGUAÇU 
2020 
 
 
 
SUMÁRIO 
 
1 PARTE I: PESQUISA...................................................................................... 3 
1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA: ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E 
JUSTIFICATIVA ................................................................................................. 3 
1.2 OBJETIVOS ....................................................................................... 3 
1.3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA PESQUISA ................................ 4 
2 PARTE II: PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO ................................................ 6 
2.1 METODOLOGIA ................................................................................ 6 
2.2 CRONOGRAMA ................................................................................ 8 
REFERÊNCIAS .................................................................................................. 9 
APÊNDICES .................................................................................................... 10 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
 
1 PARTE I: PESQUISA 
 
1.1 DELIMITAÇÃO DO TEMA: ÁREA DE CONCENTRAÇÃO E 
JUSTIFICATIVA 
 
Área de concentração: Educação a distância. 
Tema: Alfabetização e letramento em tempos de ensino a distância. 
 
A partir da delimitação do tema e a definição da área escolhida para o 
estudo, tem-se que o intuito é direcionar os esforços a descobrir as 
particularidades do tema proposto para o projeto. 
Observa-se pertinente destacar que, nos dias atuais, devido a fatores 
que fogem em partes o controle humano, e com o aflorar do novo Coronavírus, 
os cidadãos estão gradativamente percebendo a necessidade de se 
redescobrir. 
No contexto acadêmico, essa mudança precisou atender diversos 
fatores evolutivos, desde estratégicos educacionais a socialização educativa, e 
em paralelo os modais da alfabetização e do letramento precisaram se adequar 
rapidamente para suprir a ausência do calor humano nas instituições de 
ensino. 
Deste modo, o interesse de estudo é de maneira sucinta relatar a 
importância de, mesmo à distância, buscar alternativas paralelas para encarar 
a realidade do afastamento entre docente e discente com a necessidade 
educacionais. 
 
1.2 OBJETIVOS 
 
 Identificar o conceito de alfabetização e letramento; 
 Verificar a importância da alfabetização e do letramento; 
 Contextualizar a dificuldade do afastamento entre docente e discente. 
4 
 
 Destacar as formas alternativas de promover a alfabetização e o 
Letramento mesmo à distância. 
 
1.3 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA DA PESQUISA 
 
Neste momento o estudo propõe a fundamentação teórica do tema 
escolhido, busca-se alcançar gradativamente os objetivos anteriormente 
mencionados, embasado na doutrina inerente ao tema propriamente escolhido, 
sugando e direcionando a fundamentação no desenvolvimento evolutivo deste 
estudo. 
Permite assim, primeiramente fundamentar o conceito de alfabetização, 
a saber que, consiste num fenômeno social, entende-se que não pode ser 
promovida e desenvolvida em segundo plano e considera que se identifica na 
linguagem para evoluir seu ensino. A alfabetização tem como fundamento 
servir como base para a expressão dos valores sociais, humanos, universais e 
étnicos, em paralelo é utilizada inicialmente para o ensino da leitura e escrita 
(SCHIOCHETTI, 2006). 
Temos na alfabetização a figura o alfabetizador e segundo Soares 
(2008, p. 24), 
a formação do alfabetizador tem uma grande especificidade, e exige 
uma preparação do professor que o leve a compreender todas as 
facetas (psicológica, psicolinguística, sociolinguística e linguística) e 
todos os condicionantes (sociais, culturais, políticos) do processo de 
alfabetização, que o leve a saber operacionalizar essas diversas 
facetas (sem desprezar seus condicionantes) em métodos e 
procedimentos de preparação para a alfabetização , em elaboração e 
uso adequados de materiais didáticos, e, sobretudo, que o leve a 
assumir uma postura política diante das implicações ideológicas do 
significado e do papel atribuído à alfabetização. 
 
Quando surge o tema alfabetização, é expressamente identificado a 
visão do mentor e doutrinador Paulo Freire. 
Sendo assim, Paulo Freire comenta que o objetivo maior da 
alfabetização é conscientizar o acadêmico. Considerando os mais desprovidos 
socialmente, comenta que a alfabetização tem como proposito leva-los a 
5 
 
entender sua situação de oprimidos e agir em favor de sua própria libertação 
com métodos de alfabetização (SOUZA, 2001). 
Cabe mencionar que na alfabetização temos presente a palavra 
alfabeto, e permite entender que a alfabetização surge com as delimitações 
das características pertinentes a construção dos processos de alfabetizar. 
Deste modo define Jung (2012, p. 67) que, 
 
Uma das palavras que está contida na alfabetização é, sem dúvida, o 
alfabeto. É em torno dele que se desenvolve o processo de 
alfabetização. Na verdade, o surgimento do alfabeto exigiu que se 
desenvolvessem estratégias de ensino e de aprendizagem, a fim de 
que se possa conhecer este sistema de escrita. A referência a 
sistema de escrita é feita tendo em mente que o alfabeto é um 
sistema de escrita, um conjunto de letras e outros sinais gráficos que 
servem de apoio para a nossa escrita. A partir destas letras e sinais, 
podemos escrever e submeter a nossa escrita à leitura, sempre com 
o objetivo de que haja compreensão. 
 
 
Com a definição do conceito de alfabetização e tendo como proposito 
alcançar o objetivo deste estudo permite em seguida definir as peculiaridades 
encontradas na doutrina quando está se estudando letramento. 
Contudo uma dicotomia doutrinaria entre alfabetização e letramento é 
evidenciada na visão de Jung (2012), que a alfabetização é pautada a propiciar 
a escrita, já o letramento é o resultado do que se faz com o processo de 
escrita. 
Corrobora para o assunto Kleiman (2010, p. 378-379), 
 
 Não existe “método” de letramento, como conjunto de estratégias 
didáticas para o ensino inicial da leitura e da escritura. Há muitos 
modos – métodos, se forem sistemáticos – de alfabetizar, e todos 
eles, simples ou complicados, modernos ou antigos, penosos ou 
prazerosos, fazem parte do conjunto de práticas escolares de 
letramentos e são sócio-histórica e culturalmente situados. A 
alfabetização é uma prática de letramento que pode envolver 
diferentes estratégias (reconhecimento global da palavra, 
reconhecimento de sílabas, leitura em voz alta, leitura silenciosa), 
diversos gêneros (cartilhas, exercícios, imagens, notícias, relatos, 
contos, verbetes, famílias de palavras), diferentes tecnologias (lápis, 
caneta, papel, quadro negro, giz, lousa branca, pincel atômico, livro, 
tela e teclado). 
 
6 
 
Seguindo a mesma linha de raciocínio sobre a questão de que o 
letramento é algo social definem Leite e Colello (2010, p. 28) que o 
“Letramento refere-se ao envolvimento com as práticas sociais que incluem a 
leitura e a escrita. Somente o domínio do código não garante esse processo”. 
Após identificar os conceitos de alfabetização e letramento, nos remete a 
entender a importância da formação de um indivíduo desde os anos inicias 
pautada nas diretrizes educacionais para que a escrita, bem como, a 
interpretação de textos escritos seja facilmente interiorizada para uma boa 
comunicação e o convívio em sociedade. 
Sendo assim, observa-se importante mencionar que nesse momento é 
alcançado mais um dos objetivos proposto do estudo. 
Neste momento propõe apresentar os procedimentos de sugeridos de 
estagio, propondo assim alcançar mais um dos objetivos deste estudo. 
 
2 PARTE II: PROCEDIMENTOS DE ESTÁGIO 
 
2.1 METODOLOGIA