Buscar

GERÊNCIA DE MANUTENÇÃO

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 6, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 9, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Aula 01 - CONCEITOS DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL
1.
Qual deve ser o foco principal, e o maior objetivo do Gerente de Manutenção de uma indústria ?
Manter os equipamentos produtivos com a maior disponibilidade possível para a área de produção
Conseguir o maior rendimento possível da sua equipe e ao mesmo tempo desenvolver um excelente ambiente 
de trabalho.
Realizar manutenções com foco total no custo dos serviços uma vez que a manutenção não produz, apenas 
gera custos.
Atendimento de todas as solicitações oriundas da área de produção da empresa.
Manutenção de equipamentos sem retrabalhos.
Explicação:
É a pessoa responsável pela manutenção de máquinas e equipamentos, controle dos custos de manutenção entre outros.
2.
Em relação a manutenção é correto afirmar que:
É uma parte importante da maioria das atividades de produção, especialmente aquelas cujas instalações 
físicas têm papel fundamental na produção de seus bens e serviços.
Em operações como centrais elétricas, hotéis, companhias aéreas e refinarias petroquímicas, as atividades de 
manutenção serão responsáveis por parte significativa do tempo e da atenção da gerência de manutenção.
Apenas as alternativas A e B estão corretas.
Slack et al (2002) definiram manutenção como o termo usado para abordar a forma pela qual as organizações 
tentam evitar as falhas ao cuidar de suas instalações físicas.
Todas as alternativas estão corretas.
Explicação:
Todas corretas
3.
Qual das afirmativas a seguir se adequa melhor para o termo MANUTENÇÃO?
É a coordenação de atividades de reparos mecânicos, elétricos e tecnológicos.
São todas as ações necessárias para que um componente, equipamento ou sistema, seja conservado ou 
restaurado, de modo a poder permanecer de acordo com uma condição especificada.
É uma função que tem por mérito assegurar que todos os ativos de uma empresa cumpram e continuem 
cumprindo as funções para as quais foram especificadas.
São todas as atividades de reparos possíveis e viáveis ou não.
É a gestão de todos os ativos próprios da empresa, visando maximização do retorno do investimento nestes 
ativos.
Assinale a opção que melhor corresponde ao conceito de manutenção.
GERÊNCIA DE MANUTENÇÃOGERÊNCIA DE MANUTENÇÃOGERÊNCIA DE MANUTENÇÃOGERÊNCIA DE MANUTENÇÃO
sexta­feira, 14 de junho de 2019 13:40
4.
Assinale a opção que melhor corresponde ao conceito de manutenção.
Conjunto de cuidados econômicos necessários ao funcionamento regular e permanente de maquinas, 
equipamentos, ferramentas e instalações. Todos esses cuidados envolvem conservação, adequação, 
restauração, substituição e prevenção.
Conjunto de cuidados técnicos necessários ao funcionamento regular e permanente de maquinas, 
equipamentos, ferramentas e instalações. Todos esses cuidados envolvem conservação, adequação, 
restauração, substituição e prevenção.
Conjunto de cuidados técnicos-econômicos necessários ao reparo de maquinas, equipamentos, ferramentas e 
instalações. Todos esses cuidados envolvem conservação, adequação, restauração, substituição e prevenção.
Conjunto de cuidados técnicos necessários para promover o reparo de maquinas, equipamentos, ferramentas e 
instalações. Todos esses cuidados envolvem conservação, adequação, restauração, substituição e prevenção.
Conjunto de cuidados técnicos-econômicos necessários ao funcionamento regular e permanente de maquinas, 
equipamentos, ferramentas e instalações. Todos esses cuidados envolvem conservação, adequação, 
restauração, substituição e prevenção.
Gabarito
Coment.
5.
Um bom sistema de programação e controle de materiais de manutenção deve preferencialmente controlar:
I. as quantidades de itens adquiridos e em estoque.
II. o local de armazenamento e os fornecedores habilitados pela sua empresa.
III. a data e o custo do último fornecimento, o estoque de segurança e o prazo de entrega. IV. a quantidade 
de itens reprovados na última compra.
V. os fornecedores existentes no mercado. Está correto o que se afirma APENAS em:
I, II, III e IV.
I, II, III e V.
II, III e V.
III e IV.
IV e V.
Explicação: Esse núcleo engloba o conjunto de atividades da Manutenção relacionadas ao Planejamento, 
Aprovisionamento de Materiais e Sobressalentes, Programação, Coordenação e Controle dos serviços. Deve estar 
integrado ao Modelo de Gestão e participar de modo orientado dos projetos em que as Diretrizes são desdobradas para o 
atingimento das Metas. Assim estão procedendo as empresas que caminham para a classificação ¿CLASSE MUNDIAL¿.
6.
Política de Manutenção consiste na definição de objetivos técnico-econômicos relativos ao domínio das 
instalações e equipamentos da empresa, pelo serviço de manutenção. Deve ser estabelecida sob a forma de 
compromisso entre três fatores, quais são esses fatores?
Técnico, Estratégicos e Econômico.
Técnico, Sistêmicos e Econômico.
Técnico, Críticos e Estratégicos.
Técnico, Humano e Econômico.
Técnico, Humano e Estratégicos.
Explicação: Política de Manutenção consiste na definição de objetivos técnico-econômicos relativos ao domínio das 
instalações e equipamentos da empresa, pelo serviço de manutenção. Deve ser estabelecida sob a forma de compromisso 
entre três fatores: CompromissoE Técnico, Humano e Econômico
7.
Assinale a alternativa que não caracteriza abordagens que visam otimizar faturamento:
Minimização dos prazos de parada dos sistemas
Minimização do Tempo Médio para Reparo (TMPR)
Redução do Tempo Médio Entre Falhas (TMEF)
Aumento da campanha das unidades produtivas
Redução das perdas de produção ¿ busca da perda ¿zero¿
Explicação: A redução do tempo médio entre falhas caracteriza uma maior frequência de falhas e, por conseguinte, 
maiores perdas de produção e maiores custos de manutenção.
8.
Considerando seu entendimento sobre o processo de gestão de manutenção, assinale a resposta que 
corresponde aos itens abaixo. ¿ O processo de manutenção faz parte do processo produtivo ¿ A manutenção 
bem gerida agrega qualidade ao produto final ¿ Com a boa gestão de manutenção é possível melhorar os 
custos operacionais ¿ A manutenção bem gerida melhora a disponibilidade do parque fabril/ processo.
Visão limitada
Visão arcaica
Visão moderna
Visão empreendedora
Visão empresarial
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_7> 
Aula 02 - TIPOS DE MANUTENÇÃO
1.
Na manutenção preventiva de veículos a diesel deve-se:
analisar o sistema de freio, promover sangria do óleo do freio, trocar o filtro de gasolina e promover 
alinhamento e balanceamento de rodas.
calibrar pneus, efetuar abastecimento de óleo diesel, trocar o filtro de gasolina, promover alinhamento e 
balanceamento de rodas e sangria do sistema de freio.
efetuar a troca do óleo lubrificante do motor, verificar e corrigir eventuais vazamentos de combustível e óleo, 
analisar sistema de freio e promover os devidos reparos, ajustar tensões nas correias, substituir velas de 
ignição, verificar estado operacional da bomba de diesel e promover alinhamento e balanceamento de rodas.
efetuar a troca do óleo lubrificante do motor, verificar e corrigir eventuais vazamentos de combustível e óleo, 
analisar o sistema de freio e promover os devidos reparos, ajustar tensões nas correias, verificar o estado 
operacional da bomba de diesel, do sistema de suspensão e da transmissão e promover alinhamento e 
balanceamento de rodas.
completar o nível de óleo lubrificante do motor e da caixa de câmbio, trocar o filtro de gasolina, promover 
alinhamento e balanceamento de rodas e sangria do sistema de freio.
Explicação: A seleção da manutenção preventiva será mais conveniente quando a intervenção for mais simples e os 
custos e as consequências da falha forem maiores. Os inconvenientes da manutenção preventiva é a inclusão de defeitos 
nos equipamentos em função da intervenção: falha humana, falha nos sobressalentes, contaminações, falhas nos 
procedimentos e danos durante a partida e paradas (KARDEC, 2009).
2.
Entre os diversos tipos de manutenção podemos afirmar que a que tem a intençãode reduzir a 
probabilidade de falha de um bem ou a degradação de um serviço prestado é a manutenção:
preventiva.
proativa.
preditiva.
corretiva.
probabilística.
Explicação: A função manutenção possui uma significativa importância no atendimento dos objetivos de desempenho, 
sendo uma atividade interna de apoio à função manufatura, podendo influenciar diretamente ou indiretamente todos eles, 
com destaque para Manutenção Preventiva: Segundo Araújo e Santos (2004), consiste em um trabalho de prevenção de 
defeitos que possam originar a parada ou um baixo rendimento dos equipamentos em operação. A manutenção 
preventiva será mais conveniente quanto maior for a simplicidade na reposição; quanto mais altos forem os custos de 
falhas; quanto mais as falhas prejudicarem a produção e quanto maiores forem as implicações das falhas na segurança 
das pessoas e no sistema operacional (KARDEC e NASCIF, 1999).
3.
A prática das atividades industriais prevê três abordagens básicas para a manutenção: manutenção 
corretiva, manutenção preventiva e manutenção preditiva, as quais são empregadas em conjunto segundo o 
plano de manutenção da empresa. A manutenção preditiva consiste em:
manter um programa de avaliação do desgaste das instalações e equipamentos, os quais sofrem alguma 
intervenção da manutenção quando o desgaste atinge ou ultrapassa um limite estabelecido.
estabelecer um programa de troca de peças baseado nos ciclos de utilização das instalações e equipamentos.
manter uma sistemática de avaliação das instalações e equipamentos de maneira a criar um histórico dos 
motivos de falha ou quebra.
avaliar constantemente o desgaste das instalações e equipamentos visando a determinar quais são aqueles 
que apresentam maior taxa de desgaste, necessitando de um maior estoque de peças para reposição e 
manutenção.
usar mecanismos de avaliação das instalações e equipamentos de forma a predizer, com baixa margem de 
erro, o momento em que esses falharão.
Explicação:
É um conjunto de atividades de acompanhamento das variáveis ou parâmetros que indicam a performance ou 
desempenho dos equipamentos, de modo sistemático, visando a definir a necessidade ou não de intervenção. Para Xavier 
(2003) quando a intervenção, fruto do acompanhamento preditivo, é realizada, estamos fazendo uma Manutenção 
Corretiva Planejada. Esse tipo de manutenção é conhecido como manutenção baseada na condição, permite que os 
equipamentos operem por mais tempo e a intervenção ocorra com base em dados e não em suposições.
4.
Para manter em funcionamento máquinas rotativas, as atividades podem ser enquadradas nos seguintes 
tipos de manutenção: corretiva, preventiva e preditiva. Neste contexto assinale a alternativa correta:
O alinhamento e o balanceamento são medidas de manutenção preventiva.
Inspeções periódicas visuais em campo são técnicas de manutenção corretiva.
A manutenção preventiva é a que é planejada e que visa prevenir a ocorrência de falhas; não é periódica e 
inclui reparos, lubrificação, ajustes, recondicionamento, etc., levando em conta condições de desgaste e vida 
remanescente de componentes.
Manutenção corretiva é uma manutenção periódica, que invariavelmente ocorrerá e que trata da correção dos 
danos atuais e iminentes.
A manutenção preditiva é a manutenção periódica baseada na análise de dados coletados por monitoração ou 
inspeção em campo, visando prever com antecedência a ocorrência de falhas, podendo levar em conta 
eventuais vidas remanescentes de componentes.
Explicação:
Os serviços de rotina constam de inspeção e verificação das condições técnicas das unidades das máquinas. A detecção e 
a identificação de pequenos defeitos dos elementos das máquinas, a verificação dos sistemas de lubrificação e a 
constatação de falhas de ajustes são exemplos dos serviços da manutenção de rotina. A responsabilidade pelos serviços 
de rotina não é somente do pessoal da manutenção, mas também de todos os operadores de máquinas. Salientemos que 
há, também, manutenção de emergência ou corretiva que será estudada logo adiante.
5.
Considerando os tipos de manutenção apresentados no conteúdo, assinale a opção corresponde ao conceito: 
Consolidou-se durante a Segunda Guerra Mundial através dos processos tecnológicos e sociais advindos dos 
diversos acontecimentos.
Manutenção corretiva
Manutenção Centrada na Confiabilidade
Manutenção Produtiva Total
Manutenção não planejada
Manutenção planejada
6.
Analise as características abaixo: Consiste basicamente em deixar que as máquinas funcionem até que 
apresentem alguma falha ou algo próximo disso, para então programar a correção dos problemas. É 
evidente que esse método é o que acarreta maiores custos associados às perdas de produção, devido às 
paradas inesperadas e à impossibilidade de um planejamento eficiente. Essas características se referem a 
qual manutenção?
Manutenção corretiva
Nenhuma das respostas anteriores
Manutenção industrial
Manutenção preventiva
Manutenção produtiva
Explicação:
Quando uma avaria ocorre, a manutenção corretiva pode ou não ser planejada. Vou explicar melhor: algumas empresas 
que possuem implantado a manutenção autônoma e a planejada, possuem rotinas de atividades de inspeção, 
manutençãopreditiva ou mesmo um sistema de relatos de falhas pelos operadores. Nestes casos, quando detectado um 
problema antecipadamente, a manutenção corretiva (de forma a corrigir as falhas) pode ser planejada a fim de não 
comprometer o cronograma de produção.
7.
A Manutenção Preditiva, permite que os equipamentos operem por mais tempo e a intervenção ocorra com 
base em análise dos dados coletados na máquina ou no equipamento e não em suposições ou previsões. Na 
Manutenção Preditiva existem técnicas para que isso ocorra da melhor forma na manutenção de uma 
empresa. Quais são estas técnicas?
Monitoramento de variáveis operacionais
Análise de vibrações mecânicas
Todas as opções são verdadeiras
Termografia (análise de temperatura)
Ensaios não destrutivos (radiografia, ultra-som etc)
Explicação:
N A Manutenção Preditiva todas as técnicas são verdadeitas e precisam ser verificadas
8.
A Manutenção Corretiva é aquela de atendimento imediato à produção. Esse tipo de manutenção baseia-se 
na seguinte filosofia: ¿equipamento parou, manutenção conserta imediatamente¿. Diante dessa assertiva, 
determine qual item não é uma desvantagem desse tipo de manutenção.
Falta de segurança e Fragilidade do processo produtivo.
Excesso de estoque de peças de reposição e Excesso de hora extra do pessoal de manutenção.
Paradas programadas e Aumento da vida útil das máquinas e das instalações.
Baixa credibilidade e Diminuição da disponibilidade da máquina.
Falta de planejamento e Custo de manutenção elevado.
Explicação:
Notar a percepção do discente da negação da desvantagem da aplicação da Manutenção. Paradas programadas e 
Aumento da vida útil das máquinas e das instalações.
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_8> 
Aula 03 - TIPOS DE MANUTENÇÃO (CONTINUAÇÃO)
1.
Atualmente, as indústrias vêm utilizando, em suas linhas de produção, equipamentos cada vez mais 
sofisticados, com modernos sistemas mecânicos e eletroeletrônicos, de maior grau de complexidade, 
elevados custos e muitas exigências quanto ao nível da manutenção. Dessa forma, estruturar bem o 
planejamento, programação e controle tem papel fundamental na execução dos serviços de manutenção, 
pois representa um alto potencial de contribuição para o aumento da produtividade. Considerando a 
importância da escolha de um sistema de manutenção para assegurar um estado satisfatório, previamente 
especificado, de equipamentos e instalações, avalie as afirmações que se seguem.
A manutenção produtiva total é uma filosofia de organização em que a execução dos serviços de 
manutenção é feita por equipes especializadas, destacadamente as equipes de manutenção e 
produção.
1.
A manutenção preditiva ocorre nas situações em que o equipamento apresenta um desempenho 
abaixo do esperado,diagnosticado pelo monitoramento do mesmo, ou quando ocorre sua falha.
2.
A manutenção preventiva consiste na substituição de peças em intervalos predeterminados, ou de 
acordo com critérios prescritos, destinada a reduzir a probabilidade de falha ou a degradação do 
funcionamento de um item.
3.
A manutenção preditiva deve ser adotada na organização quando o equipamento permite algum tipo 
de monitoramento e as falhas são originadas de causas que possam ser monitoras e ter sua 
progressão acompanhada. É correto apenas o que se afirma em:
4.
I e III.
III e IV.
II e IV.
I.
II.
Explicação: Estas intervenções são programadas em um equipamento ou sistema através da sua criticidade e 
recomendações definidas pelo fabricante (VIERRI, 2007). O fabricante é o detentor dos conhecimentos e recomendações 
para garantir o bom funcionamento do equipamento (BRANCO FILHO, 2006). Já Kardec (2009), afirma que os fabricantes 
nem sempre fornecem com precisão os dados necessários para executar os planos de manutenção preventiva.
2.
Assinale a alternativa que não caracteriza o Desgaste (falhas por desgaste).
Envelhecimento
Fadiga
Degradação de resistência
Manutenção suficiente
Desgaste/abrasão
Gabarito
Coment.
3.
O TPM (Total Productive Maintenance) se ampara em 8 pilares para o desenvolvimento de sua filosofia. Qual 
dos pilares abaixo não é representado nessa filosofia.
Manutenção Planejada
Treinamento e Educação
Programação Qualitativa
Manutenção Autônoma
Manutenção da Qualidade
Explicação:
Todos os outros são pilares, exceto Programação Qualitativa
Programação Qualitativa
O programa de trabalho, que define qualitativamente a programação orçamentária deve responder às perguntas que 
caracterizam o ato de orçar, sendo composto dos seguintes blocos de informação: classificação por esfera, classificação 
institucional, classificação funcional e estrutura programática.
4.
Todas as máquinas desgastam-se naturalmente; isso é inevitável. Considerando o que aprendeu como 
conceito de falha, assinale a resposta correta.
Perda da função operacional de toda a máquina.
Efeito cumulativo de desgaste que pode ser recuperado com manutenção de forma a tornar a maquina como 
nova.
Perda da função básica de um componente ou peça, com interrupção ou degeneração da mesma.
Perda da função básica de um componente ou peça, sem interrupção ou degeneração da mesma.
Dano causado a uma peça ou componente que pode ser recuperado através de manutenção.
5.
A manutenção preventiva deverá ser registrada e controlada. Com base nessa afirmação, indique qual 
documento deverá ser usado para fins de registro:
Planilha de controle.
Inventário individual.
Catálogo individual.
Cartão de registro.
Ficha individual de registro.
Explicação:
O objetivo deste manual é orientar uma equipe de manutenção a gerenciar suas atividades e conscientizá-la da sua 
importância. Ele foi especialmente elaborado para pessoas que estão iniciando um grupo de manutenção ou que querem 
reformular o sistema de gerenciamento já existente. O acompanhamento e o REGISTRO do estado da máquina, bem 
como dos reparos feitos, são fatores importantes em qualquer programa de manutenção.
6.
Quanto aos quatro tipos de restrição ou gargalos em uma organização ou negócio, pode-se afirmar com 
segurança, EXCETO:
A alta qualificação das pessoas limita o desempenho do sistema;
Se os fornecedores se encontram altamente demandados, acima de suas capacidades, passam a ser gargalos 
para o processo produtivo;
A política gerencial passa a introduzir gargalos nos processos quando falha no planejamento e distribuição das 
atividades na organização.
A influência da geopolítica no mercado, contribuindo para a capacidade da demanda.
A maneira como os equipamentos e demais recursos são utilizados pode limitar drasticamente a capacidade do 
sistema;
Explicação: Segundo Araujo (2009, p. 234), ¿Gargalo é qualquer recurso cuja capacidade é inferior a demanda e, se ele 
não for solucionado, comprometerá os planos de produção da organização¿. Sendo assim, muitas vezes, as indústrias têm 
um custo operacional muito alto devido à má gestão da produção e a um precário controle, principalmente em se 
tratando de manutenção. Para identificar seus gargalos no setor produtivo. Destaque-se: eliminar desperdícios, 
ociosidade de pessoal e atender às demandas das vendas dentro dos prazos combinados, dentro de um mercado cada vez 
mais exigente.
7.
Qual das afirmativas a seguir se adequa melhor para A FUNÇÃO DA ATIVIDADE DE MANUTENÇÃO?
São todas as ações necessárias para que um componente, equipamento ou sistema, seja conservado ou 
restaurado, de modo a poder permanecer de acordo com uma condição especificada.
São todas as atividades de reparos possíveis e viáveis ou não.
É uma função que tem por mérito assegurar que todos os ativos de uma empresa cumpram e continuem 
cumprindo as funções para as quais foram especificadas.
É a gestão de todos os ativos próprios da empresa, visando maximização do retorno do investimento nestes 
ativos.
É a coordenação de atividades de reparos mecânicos, elétricos e tecnológicos.
8.
São medidas básicas para redução de FALHAS exceto:
Estabelecimento das condições básicas: limpeza, lubrificação e reapertos são itens básicos para o 
funcionamento do equipamento.
Aperfeiçoamento dos pontos fracos do projeto: através de análises minuciosas deve-se descobrir estes pontos 
e elimina-los.
Manutenção das condições de operação: pré-definidas por projeto e quando operadores nestas condições são 
mais suscetíveis a falhas.
Aperfeiçoamento do nível de capacitação: dar treinamento aos envolvidos.
Restauração das deteriorações: mesmo operando dentro das condições os equipamentos se deterioram. É 
Restauração das deteriorações: mesmo operando dentro das condições os equipamentos se deterioram. É 
essencial detectar e restaurar as deteriorações antes que ocorra um problema.
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_1> 
Aula 04 - ATRIBUTOS DA DEPENDABILIDADE
1.
A análise dos óleos tem o objetivo de:
descobrir a viscosidade do lubrificante;
diminuir as partículas metálicas no óleo.
descobrir a causa do defeito;
economizar o lubrificante e sanar o defeito;
eliminar o defeito das máquinas;
Explicação:
É sempre importante ter em mente a verificação periódica desse produto e respeitar as tabelas de manutenções 
preventivas
2.
O Ciclo da Manutenção na Fase Operacional Inicia-se após a liberação do equipamento para a operação 
comercial e termina com o esgotamento da sua vida útil. A Fase Operacional é composta pelas seguintes 
etapas EXCETO:
Controle
Execução
Descarte
Planejamento
Melhoria
3.
Uma das finalidades da Confiabilidade é a elaboração de regras que permitam a concepção de sistemas 
muito complexos, assinale a alternativa que não representa um sistema complexo.
Computadores
Parque aquático
Sistemas de geração de energia
Usinas nucleares
Usinas químicas
4.
Na análise da curva da banheira de um componente ou sistema pode-se afirmar que:
Existem sempre três fases distintas.
Considera a variação da taxa de reparo (µ) no tempo.
O formato da curva é sempre o mesmo para qualquer componente ou sistema sob análise.
Representa o registro temporal da taxa de falhas
Serve para avaliar a variação entre as quantidades de reparos e de falhas.
5.
A metodologia preditiva é composta por diversas tecnologias que podem trazer resultados positivos para a 
manutenção. Nas alternativas abaixo estão citadas algumas das técnicas preditivas mais utilizadas nos 
serviços de manutenção, EXCETO na alternativa:
Temperatura e Termografia;
Análise de Vibração;
Testes Elétricos e Análise de Motores Elétricos;
Medição de Vazão;
Substituição de correia dentada no tempo indicado;
6.
A sequência do trabalho de localização de uma trinca é:
revelação, aplicação do líquido penetrante e limpeza;
limpeza, aplicação do líquido penetrante e revelação;
limpeza, revelação e aplicação do líquido penetrante.
aplicação dolíquido penetrante, revelação e limpeza;
revelação, limpeza e aplicação do líquido penetrante;
Explicação:
Uma trica é um defeito que pode causar uma ruptura irreversível numa máquina ou num equipamento e nem sempre é 
detectável visualmente, precisando-se meios de investigar mais profundamente o problema
7.
Na engenharia mecânica, o gráfico que mostra o índice de ocorrência de falhas em função da vida de um 
equipamento é conhecido como ¿curva da banheira¿. Considere as afirmações a seguir, sobre o índice de 
falhas:
I. Na fase I, o procedimento a ser adotado, para diminuírem as ocorrências de falhas, é o cuidado na 
instalação e na partida do equipamento.
II. Na fase III, são comuns as quebras por desgaste e as falhas de fim de vida útil.
III. Na fase I, o procedimento a ser adotado, para diminuírem as ocorrências de falhas, é a realização de 
manutenção preditiva e de treinamento do setor de manutenção.
IV. Na fase II, deve-se iniciar o acompanhamento, a medição, a análise e a comparação de índices e 
parâmetros (pressão, vibrações, etc.) indicativos do estado e da condição do sistema em relação ao 
desempenho de projeto.
As afirmações corretas são:
I, II, IV.
I, III, IV.
II, III, IV.
I, II, III.
II e IV.
Explicação:
Confiabilidade pode ser definida como: ¿a probabilidade de que um determinado item (componente, equipamento ou 
sistema) desempenhe com sucesso a sua função durante um certo período de tempo e sob condições específicas¿. 
Logicamente a probabilidade de sucesso irá mudar com o tempo. Para muitos equipamentos, entretanto, o 
comportamento da confiabilidade pode ser representado pela curva abaixo, também conhecida como ¿curva da 
banheira¿. As 3 fases da curva representam: (a) infância, quando os componentes fora do padrão e problemas de 
fabricação são eliminados; (b) vida útil, quando as falhas são relativamente infrequentes e distribuídas aleatoriamente 
com o tempo; (c) desgaste, quando o equipamento já está fora da sua especificação de projeto e requer substituição.
8.
Na análise da curva da banheira de um componente ou sistema pode-se afirmar que:
Sempre existe a fase de fadiga por desgaste
Sofre influência da manutenção preventiva
Considera a variação temporal da taxa de reparo do sistema.
Não pode ser usada para avaliar o ciclo de vida de um sistema
Serve para avaliar a relação entra as taxas de falha e de reparo
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_8> 
Aula 05 - ATRIBUTOS DA DEPENDABILIDADE (CONTINUAÇÃO)
1.
Existe um entendimento dentro de ambientes produtivos de que quanto maior o tempo em que um sistema 
funciona sem apresentar uma falha, maior é o seu nível de confiabilidade. Desta maneira, a gestão de 
1.
funciona sem apresentar uma falha, maior é o seu nível de confiabilidade. Desta maneira, a gestão de 
manutenção pode fazer uso de métricas de confiabilidade. A respeito do emprego de tais métricas, é correto 
afirmar que:
Evita que uma falha aconteça novamente em um sistema.
Permite fazer previsão, dentro de uma margem de erro controlada, de quando um sistema falhará pela 
primeira vez.
Garante um sistema livre de falhas, mas não de defeitos.
Não existem métricas confiáveis que apoiem às decisões de gestores de manutenção.
Ajuda no cálculo do tempo em que o sistema fica parado, mas não auxilia no cálculo dos prejuízos causados 
pela sua indisponibilidade.
Explicação:
As métricas são usadas para acompanhar os níveis de disponibilidade, confiabilidade e sustentabilidade de máquinas e 
equipamentos presentes dentro de sistemas. É normal utilizá-las para a tomada de decisão considerando diferentes 
cenários de operação.
2.
Quando uma máquina ou um equipamento dentro de um ambiente fabril apresenta algum tipo de falha, é 
importante que o gerente de manutenção fique atento quanto à frequência que tal evento ocorre. Até 
mesmo porque é importante evitar que novas paradas ocorram dentro de uma linha de produção. Algo que 
pode resultar em atrasos na entrega de produtos aos clientes. Em relação às falhas, pode-se afirmar que:
Não provocam prejuízos econômicos, somente operacionais.
A chance de ocorrência de uma falha é quase zero porque os sistemas de produção da maioria das indústrias 
são verificados antes de iniciarem as suas operações.
Existem e são consideradas elementos chave na competição entre produtos.
São eventos que podem provocar paradas na produção, mas não quebras de máquinas ou de equipamentos.
Elas acontecem com muito mais frequência em produtos específicos, geralmente compostos por muitos 
componentes.
Explicação:
Saber estimar o número de vezes e quando uma falha pode ocorrer dentro de um ambiente produtivo proporciona uma 
grande vantagem competitiva para qualquer empresa. Sobretudo, porque ajuda na escolha do tipo de manutenção que 
pode ser empreendido. Evitando custos desnecessários e, consequentemente, perdas de clientes.
3. Diferenciar esses conceitos é essencial para empresas de todos os 
segmentos, especialmente as que trabalham com ambientes de alta 
disponibilidade nas quais as falhas podem gerar grandes prejuízos 
ou perda confiança na entrega dos serviços.
Qual das afirmações abaixo está relacionada com o INDICADOR 
MTBF ?
Refere-se ao prazo médio que demora para realizar uma correção depois da eventualidade, o erro.
Se este indicador está despencando após uma operação, isso deve 
apontar alguma falha no processo de manutenção.
É a métrica que se refere à média de tempo transcorrido entre uma irregularidade e o próximo lapso.
É o tempo gasto durante a intervenção em um determinado 
processo.
Refere-se á efetividade nas operações corretivas do sistema.
Explicação:
MTBF ("Mean Time Between Failures") ou período médio entre falhas é um valor atribuído a um determinado dispositivo 
ou aparelho para descrever a sua confiabilidade. Este valor atribuído indica quando poderá ocorrer uma falha no aparelho 
em questão. Quanto maior for este índice, maior será a confiabilidade no equipamento
4.
Os indicadores de métricas de manutenção são cruciais para que prejuízos econômicos sejam medidos e 
controlados; dentre eles podemos citar.
Tempo médio entre falhas (MTBF), duração de vida e tempo médio entre danos (MDFF).
Tempo médio entre erros (MTEF), duração de vida e tempo médio para a falha (MTFF).
Tempo médio entre falhas (MTBF), duração de funcionamento e tempo médio para a falha (MTFF).
Tempo médio entre erros (MTEF), duração de vida e tempo médio entre danos (MDFF).
Tempo médio entre falhas (MTBF), duração de vida e tempo médio para a falha (MTFF).
5.
Dentre as afirmativas a seguir, qual é a correta?
Após a existência de um erro, sempre ocorrerá um defeito
Antes da existência da falha ocorre o defeito
Uma falha sempre gera um erro
Antes da ocorrência de um defeito sempre acontecerá uma falha
Um defeito pode gerar uma falha
6.
Escolha entre os itens a seguir aquele que não se enquadra completamente na análise da criticidade.
Mantenabilidade
Probabilidade da ocorrência
Severidade
Cálculo do índice de risco
Diagramação hierarquizada
7.
Durante muito tempo, associou-se melhoria da qualidade ao aumento dos custos dos produtos. Deming 
mostrou que isso não era verdadeiro, citando constantemente que ao aumentar a qualidade, aumenta-se a 
produtividade. Contudo, não era muito claro o que se entendia por custos da qualidade. Hoje, os principais 
itens que compões os custos de qualidade estão relacionados com custos de prevenção; custos de 
avaliação; custos de falhas internas e custos de falhas externas. Considerando a classificação dos custos da 
qualidade, marque a alternativa CORRETA em relação aos custos com falhas internas.
Inspeção no fornecedor;
Retrabalho;
Avaliação do modal logístico.
Análise de novos produtos;
Avaliação da qualidade do fornecedor;
Explicação: O conceito das ferramentas da Gestão da Qualidade pode ser considerado como estruturas simples para 
implantar ou avaliar alterações no processo produtivo através de analises objetivas de partes bem definidas,com o 
objetivo de gerar melhorias (PALADINI, 2012). Eliminar desperdícios significa trabalhar com atividades realizadas num 
sistema de produção, removendo as tarefas que não agregam valor ao produto. A eliminação do que não agrega valor se 
aplica identificando as funções que agregam ou não valor para o cliente daquele determinado produto ou serviço 
(TUBINO, 2009). Qualquer atividade ou processo que por algum motivo tenha que ser refeito, pode ser considerado um 
retrabalho, gerando assim um custo que não estava previsto se tudo ocorresse perfeitamente, ou seja, um custo adicional 
ao produto ou serviço (JURAN, 1993). Para Bornia (2010), retrabalho consiste na confecção de itens fora das 
especificações de qualidade. Inúmeras causas podem ocasionar o retrabalho, porém praticamente todas estão ligadas 
diretamente a má qualidade do produto.
8. Diferenciar esses conceitos é essencial para empresas de todos os 
segmentos, especialmente as que trabalham com ambientes de alta 
disponibilidade nas quais as falhas podem gerar grandes prejuízos 
ou perda confiança na entrega dos serviços.
Qual das afirmações abaixo está relacionada com o INDICADOR 
MTTR
Refere-se essencialmente à credibilidade de um sistema,
Devemos aplicar o tempo total do desempenho natural durante um 
ciclo preestabelecido sob o número de erros ocorridos durante esse 
tempo.
Após um processo de manutenção preventiva este indicador indica o 
grau de melhoria na qualidade de seus processos e, provavelmente, 
em seu produto final
São os períodos de tempo que se perdem na operação de uma 
máquina,
O indicador de refere-se ao prazo médio que demora para realizar uma correção depois da eventualidade, o 
erro.
Explicação:
MTTR (mean time to repair ou tempo médio para reparo) refere-se ao 
prazo médio que demora para realizar uma correção depois da 
eventualidade, o erro. Ou seja, é o tempo gasto durante a intervenção em 
um determinado processo.
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_1> 
Aula 06 - ANÁLISE DE CRITICIDADE DE SISTEMAS E COMPONENTES
1.
Do ponto de vista do gerenciamento de manutenção, é crucial que exista algum tipo de controle sobre a 
ocorrência de falhas dentro de sistemas de produção. Assim sendo, é comum o uso de indicadores de 
manutenção de equipamentos, tais como: tempo médio entre falhas (MTBF), que vai ser utilizados para a 
realização de acompanhamento e análise de resultados. A respeito do MTBF, pode-se dizer que é 
verdadeiro:
A relação das falhas ocorridas no sistema ao longo do tempo é utilizada para o seu cálculo.
Não serve como elemento para a tomada de decisão na gestão de manutenção.
Para efeitos de cálculos, utiliza-se o conhecimento do responsável pelo equipamento, sem a necessidade de 
consultar o seu histórico.
Não é um termo de confiabilidade usado nas indústrias.
É simples de calcular quando se tem dados disponíveis, mas não se baseia em hipóteses.
Explicação:
Uma forma usada para calcular o tempo médio de bom funcionamento (MTBF) de equipamentos presentes em um 
sistema de produção é relacionar as falhas ocorridas em cada um ao longo do tempo.
2.
Quanto à Distribuição de Weibull qual é a afirmativa certa?
Não permite identificar em que fase da vida útil o sistema se encontra
É utilizada para avaliar somente sistemas mecânicos
Não permite avaliar falhas por desgaste
A função taxa de falhas pode ser crescente, decrescente ou constante
É utilizada para avaliar, exclusivamente, a fase inicial do ciclo de vida de um sistema
3.
A manutenção preventiva consiste no conjunto de procedimentos e ações antecipadas que visam manter a 
máquina em funcionamento. Ela obedece a um padrão previamente esquematizado, que estabelece paradas 
periódicas com a finalidade de permitir a troca de peças gastas por novas, assegurando assim o 
funcionamento perfeito da máquina por um período pré-determinado. Assinale a alternativa a seguir que 
está coerente com a Manutenção Preventiva:
A manutenção preventiva encontra na liberdade de operação uma condição favorável, já que não há 
necessidade de adequá-la ao melhor momento para ser realizada.
A manutenção preventiva não proporciona uma diminuição de custos já que é obrigatória e demanda mão de 
obra constante para realizá-la.
A manutenção preventiva necessita de uma escala de sobreaviso com alguém sempre disponível a ser 
chamado para realizá-la a qualquer momento;
A manutenção preventiva abrange cronogramas dos quais são tratados planos e revisões periódicas (por 
tempo ou por medidor de monitoramento);
A manutenção preventiva necessita de uma reserva técnica de peças para utilização não programada;
4.
É necessário utilizar registros e formulários para uma perfeita organização da manutenção. O primeiro 
formulário a ser implantado para o controle da manutenção são os registros organizados dos serviços 
executados pela manutenção. Qual o nome desse formulário na maioria dos departamentos e empresas de 
manutenção?
Ordem de Recebimento
Formulário de Recebimento
Ficha de Equipamento
Ficha de Cadastro
Ordem de Serviço
5.
Qual dos itens a seguir não é um atributo da dependabilidade?
Performabilidade
Confiabilidade
Taxa de falhas
Segurança
Mantenabilidade
6. O Tempo médio entre Falhas MTBF ou Mean Time Between Failures 
é um termo de confiabilidade que mede o intervalo de tempo entre 
duas ou mais falhas consecutivas.
Se durante um ano o equipamento operou 200 horas, depois 450 
horas, depois 4000 horas e finalmente 1400 horas, o MTBF será :
1520 horas
1412 horas
1508 horas
1512 horas
1490 horas
Explicação:
O MTBF é um indicador de performance que deve ser utilizado pela 
manutenção para identificação de oportunidades de melhorias em seus 
processos. É um termo de confiabilidade que mede o intervalo de tempo 
médio entre duas ou mais falhas consecutivas nos equipamentos em 
operações.
200 + 450 + 4000 + 1400 = 6050/4 = 1512.
7.
A colocação de redundância em sistemas permite?
Redução da confiabilidade do sistema
Aumento do risco de falha funcional no sistema
Redução do tempo de operação do sistema
Redução da taxa de falhas do sistema
Aumento da probabilidade de defeitos no sistema
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_3> 
Aula 07 - ANÁLISE DE CRITICIDADE DE SISTEMAS E COMPONENTES (CONTINUAÇÃO)
1.
Compreende uma DESVANTAGEM da MANUTENÇÃO PREVENTIVA:
Não garante o controle sobre todas as falhas.
Reduz as falhas nos equipamentos ou processo operacional.
Permite uma certa flexibilidade das indisponibilidades para atender as necessidades da produção.
Aumenta a vida útil dos componentes e equipamentos, valorizando os ativos.
Se bem aplicada apresenta uma melhor relação custo x benefício.
2.
Escolha entre os itens a seguir aquele que não se enquadra completamente na análise da confiabilidade 
usando a distribuição de Weibull.
Serve somente para fase onde a taxa de falhas é constante
Para se determinar a confiabilidade pela distribuição de Weibull são necessários, apenas, os parâmetros de 
escala e de forma
Permite o cálculo da taxa de falhas
Indica em que fase da vida útil o ativo se encontra
Quando o β = 1 pode-se utilizar o cálculo da confiabilidade pelo TMEF e o TMPR
Gabarito
Coment.
3.
Compreende uma VANTAGEM da MANUTENÇÂO CORRETIVA o item:
Menor custo de pessoal em função de horas extras ou emergência
A falha ou defeito ocorre sem controle (inesperado)
Se os equipamentos forem novos, pode-se esperar um período sem manutenção
Menor custo de reparo por troca de peças, estragos adicionais
Menores custos devido a saída não programada do equipamento
4.
Escolha entre as afirmativas a seguir aquela que identifica a MANUTENÇÃO PREDITIVA:
É todo o serviço de manutenção realizado em equipamentos que não estejam sob falha, ou seja, que estejam 
em condições operacionais normais ou com defeito.
São tarefas de manutenção que visam acompanhar o equipamento, por monitoramento, por medição ou 
controle estatístico, tentando prever ou predizer a ocorrência de umafalha.
É aquela realizada quando ocorre o desvio de algum parâmetro que está sendo controlado. Reparo de um 
defeito ou intervenção antes que ocorra uma falha.
É aquela que é realizada a intervalos regulares (quilômetros, horas de funcionamento, meses, ciclos de 
operação, etc.).
É a manutenção realizada em equipamentos que estão sob falha, para sanar esta falha. Essa manutenção 
pode ser de emergência, urgência ou programada, dependendo dos efeitos e consequentemente das 
necessidades de atendimento.
5.
Escolha entre as afirmativas a seguir aquela que identifica a MANUTENÇÃO PREVENTIVA SISTEMÁTICA:
É aquela que é realizada a intervalos regulares (quilômetros, horas de funcionamento, meses, ciclos de 
operação, etc.).
São tarefas de manutenção que visam acompanhar o equipamento, por monitoramento, por medição ou 
controle estatístico, tentando prever ou predizer a ocorrência de uma falha.
É aquela realizada quando ocorre o desvio de algum parâmetro que está sendo controlado. Reparo de um 
defeito ou intervenção antes que ocorra uma falha.
É a manutenção realizada em equipamentos que estão sob falha, para sanar esta falha. Essa manutenção 
pode ser de emergência, urgência ou programada, dependendo dos efeitos e consequentemente das 
necessidades de atendimento.
É todo o serviço de manutenção realizado em equipamentos que não estejam sob falha, ou seja, que estejam 
em condições operacionais normais ou com defeito.
6.
Considere um sistema que esteja na fase de vida útil com registros de Tempo Entre Falhas (TEF) e Tempo 
Para Reparo (TPR) conforme a seguir. Determine a sua confiabilidade para 30 horas de funcionamento do 
sistema. TEF (h) 53,5 / 46,1 / 66,4 / 67,1 / 98,2 / 35,3 / 44,6 / 65,3 / 68,4 / 69,0 / 67,2 / 33,6 / 32,8 / 
42,5 TPR (h) 2,4 / 3,1 / 5,5 / 6,5 / 7,4 / 1,2 / 2,2 / 4,3 / 5,5 / 4,1 / 6,1 / 9,5 / 5,5 / 3,7
58,8%
42,2%
48,8%
38,8%
35,5%
7.
Compreende uma DESVANTAGEM da MANUTENÇÃO PREDITIVA
Maior custo de implantação (equipamentos de monitoramento e diagnóstico).
Melhorar a qualidade dos produtos fabricados.
Aumentar a disponibilidade e confiabilidade do equipamento.
Melhorar a segurança das pessoas e meio ambiente.
Aumentar a vida útil dos componentes e equipamentos.
8.
Escolha entre as afirmativas a seguir aquela que identifica a MANUTENÇÃO PREVENTIVA SIMPLES:
É todo o serviço de manutenção realizado em equipamentos que não estejam sob falha, ou seja, que estejam 
em condições operacionais normais ou com defeito.
É aquela que é realizada a intervalos regulares (quilômetros, horas de funcionamento, meses, ciclos de 
operação, etc.).
É aquela realizada quando ocorre o desvio de algum parâmetro que está sendo controlado. Reparo de um 
defeito ou intervenção antes que ocorra uma falha.
São tarefas de manutenção que visam acompanhar o equipamento, por monitoramento, por medição ou 
controle estatístico, tentando prever ou predizer a ocorrência de uma falha.
É a manutenção realizada em equipamentos que estão sob falha, para sanar esta falha. Essa manutenção 
pode ser de emergência, urgência ou programada, dependendo dos efeitos e consequentemente das 
necessidades de atendimento.
Gabarito
Coment.
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_2> 
Aula 08 - TÉCNICAS PARA GESTÃO E ANÁLISE DA MANUTENÇÃO
1. As empresas buscam permanecer no mercado, com participação 
estável ou crescente,visando novos paradigmas. O caminho que se 
percorre de uma para outra situação deve ser balizado por 
indicadores de criticidade , sintonizados com os objetivos 
estratégicos da empresa...
Quais dos fatores de criticidade abaixo está classificado como 
SEGURANÇA E MEIO AMBIENTE
Impacto na qualidade do produto
Reclamações dos clientes
Impacto na eficiência dos processos
Ameaça à vida dos colaboradores;
Custos de Produção
Explicação:
A grande maioria das empresas que buscam permanecer no mercado, com 
uma cota de participação estável ou crescente, devem ter um desempenho 
classe mundial. O caminho que se percorre de uma para outra situação 
deve ser balizado por indicadores de performance relacionados com critérios 
como Segurança e Meio Ambiente, Econômicos Financeiros, Produtividade e 
Qualidade e assim por diante dentro de uma visão ampliada.
2.
Dois Engenheiros de Produção conversando a respeito de um evento que ocorreu em um sistema de 
produção em uma fábrica, fizeram as seguintes considerações:
Engenheiro 1: A máquina da terceira linha fabril quebra todo mês. Precisamos ficar sempre atentos e 
providenciar a correção o quanto antes para evitar atrasos na entrega de pedidos de clientes.
Engenheiro 2: Concordo com você. Todavia, a minha preocupação é ainda maior. Na verdade, devemos 
realizar análises de criticidade dentro de todo o sistema produtivo, porque provocam impactos sobre os 
objetivos que foram definidos dentro da nossa empresa.
Diante da conversa entre os dois profissionais e procurando atender ao que Engenheiro 2 considerou, 
assinale a alternativa que mostra uma vantagem de se realizar as análises de criticidade:
Qualquer profissional pode realizar uma análise de criticidade.
Podem identificar o impacto da indisponibilidade de equipamentos e sistemas industriais em uma empresa.
Até os dias atuais, não existem modelos de confiabilidade.
Eliminam completamente todos os defeitos atuais e futuros dos equipamentos.
Não tem relação com a observação de interações entre processos
Explicação:
O engenheiro 2 está correto porque uma análise da criticidade dos equipamentos é uma metodologia utilizada para 
determinar quais equipamentos tem o maior impacto potencial sobre o alcance de objetivos definidos para o sucesso dos 
negócios de uma empresa.
3.
A taxa de falhas de um item e suas fases de vida ¿ partida, operação e fim de operação ¿ são representadas 
graficamente pela seguinte curva
criticidade
reparos por hora
banheira
média econômica
tempo
4.
Escolha entre os itens a seguir aquele que não se enquadra completamente na análise dos modos de falha, 
dos efeitos e da criticidade
Permite determinar a probabilidade de detecção dos modos de falha
Permite avaliar a causa de cada modo de falha em conjunto com os seus efeitos
Serve para avaliação quantitativa dos modos de falhas
Serve para avaliação qualitativa dos modos de falhas
Possibilita o cálculo da taxa de falhas
5.
A Manutenção Centrada na Confiabilidade é caracterizada por:
Não analisar atividades pró-ativas
Não permitir a análise da funcionalidade do sistema
Não analisar os efeitos das falhas funcionais
Não permitir a redução de impactos ambientais.
Não considerar, durante o seu desenvolvimento, a causa da falha.
6.
Qual o tipo de manutenção que considera o monitoramento e a análise de sintomas do sistema para 
determinar o momento de intervir em um sistema?
Preditiva
Corretiva
Preventiva
Produtiva Total
Centrada na Confiabilidade
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_6> 
Aula 09 - TÉCNICAS PARA GESTÃO E ANÁLISE DA MANUTENÇÃO
1.
O conceito a seguir é de qual das ferramentas da qualidade e que muito é utilizada na Gerência da 
Manutenção?
Ferramenta de qualidade utilizada para priorização dos problemas, levando em consideração os parâmetros: 
gravidade, urgência e tendência
MATRIZ GUT
CICLO PDCA
ANÁLISE DE SENSIBILIDADE
DIAGRAMA DE ISHIKAWA
DIAGRAMA DE PARETO
Explicação:
MATRIZ GUT: siglas de: gravidade, urgência e tendência, respectivamente
Ferramenta de qualidade utilizada para priorização dos problemas, levando em consideração os parâmetros: gravidade, 
urgência e tendência
2.
Os processos produtivos nas empresas são organizados em hierarquia de prioridades em relação às 
necessidades de seus clientes, uma vez que as necessidades do mercado são voláteis e mudam 
constantemente.
Olhando o setor de saúde, o grau de importância irá depender da realidade de cada instituição de saúde. 
Escolha a frase que significa uma avaliação de ALTA PRIORIDADE,
Geralmente esses equipamentos possuem um valor financeiro moderadoe as instituições costumam contar 
com diversas unidades.
Aqui enquadram os equipamentos que impactam de diretamente o tratamento de um paciente, também causa 
perdas financeiras. Os valores desses equipamentos são mais moderados e em geral há uma quantidade maior 
destes na instituição o que facilita sua substituição.
Neste grupo se encaixam os equipamentos que sua falta não gera paralisação da assistência médica, são 
facilmente substituídos e de fácil aquisição.
São considerados equipamentos importantes para o processo produtivo. Para estes equipamentos são 
adotadas técnicas de manutenção mais refinadas com periodicidades menores.
São aqueles equipamentos que, em caso de falha, não interrompem a prestação da assistência médica. Sendo 
assim, em caso de falhas, há como realizar uma substituição rápida.
Explicação:
Os processos produtivos nas empresas são organizados em hierarquia de prioridades em relação às necessidades de seus 
clientes, uma vez que as necessidades do mercado são voláteis e mudam constantemente. A esse grupo pertencem os 
equipamentos a qual sua parada gera impacto direto ao serviço que está sendo executado e causando perda financeira 
em alta, média e baixa prioridade.
3.
Quanto à análise da árvore de falhas, assinale a alternativa que apresenta a sequência de execução.
1. Escolher o evento não desejado a ser analisado e definir a configuração do sistema, módulo, ciclo de vida 
e ambiente do objetivo do estudo.
2. Obter informações, desenhos e qualquer outro tipo de informação disponível para ter um bom 
entendimento do sistema a ser analisado.
3. Construir diagrama lógico da árvore de falhas e avaliá-lo utilizando os enfoques objetivos definidos.
4.Preparar um resumo das conclusões da análise da árvore de falhas para ser apresentado e analisado pela 
gerência.
1 - 2 - 3 -4.
1 - 4 - 3 - 2.
2 - 1 - 3 - 4.
4 - 1 - 2 - 3.
4 - 1 - 3 - 2.
Explicação:
A árvore de falhas é considerada como um método de análise de produtos e processos que permite uma avaliação 
sistemática e padronizada de possíveis falhas, estabelecendo suas consequências e orientado a adoção de medidas 
preventivas ou corretivas (HELMAN, ANDERY, 1995). Sua estrutura em formato de fluxograma permite verificar as 
interações dos processos, oferecendo uma visão macro, a qual adicionada aos cálculos da probabilidade auxilia na tomada 
de decisão. O desenho da árvore de falhas parte de um evento de topo, que é a falha principal a ser analisada. Este 
defeito principal é desdobrado em demais falhas (eventos básicos) que em conjunto ou individualmente, podem causar o 
evento de topo e consequentemente ocasionar a falha do sistema. Este tipo de procedimento, onde há o desdobramento 
da falha de cima para baixo, é conhecido como top down.
4.
Qual a alternativa correta, em relação à definição sobre a Análise da árvore de falhas ¿ FTA?
Consiste em uma base de dados para a criação de um modelo de confiabilidade, auxiliando o processo de 
seleção das atividades de manutenção para eliminar esses modos de falha.
Ferramenta para avaliar a criticidade de uma máquina ou sistema dentro de um processo industrial, mediante 
a utilização de um fluxograma decisional.
Consiste em uma base de dados para a criação de um modelo de confiabilidade, auxiliando o processo de 
seleção das atividades de manutenção sem levar em conta esses modos de falha.
Ferramenta de qualidade utilizada para priorização dos problemas, levando em consideração os parâmetros: 
gravidade, urgência e tendência
É um dos métodos mais amplamente usados em sistemas de relatividade, manutenção e análise de segurança, 
representado por um diagrama lógico.
Explicação:
a Análise da árvore de falhas ¿ FTA, é um dos métodos mais amplamente usados em sistemas de relatividade, 
manutenção e análise de segurança, representado por um diagrama lógico.
5.
Qual dos itens não corresponde ao FMECA?
Pode ser desenvolvido para projeto e processo
Serve para analisar funcionalmente o sistema
Serve para determinar as atividades de manutenção e suas periodicidades
Hierarquiza os modos de falha pelo Índice de Risco
Relaciona causa e efeito
6.
A curva D apresenta componentes não confiáveis.
A curva E apresenta período de desgaste.
O período inicial da curva D indica que houve falha de projeto e baixo controle de qualidade.
A curva B apresenta o período de mortalidade infantil.
A curva D indica que os componentes são confiáveis.
7.
Qual dos itens não é avaliado igualmente na MCC e na FMECA?
Taxa de Falhas
Falhas Funcionais
Efeitos da Falha
Funções do sistema
Modos de Falha
Gabarito
Coment.
8.
O emprego da análise de vibração, é uma das ferramentas fundamentais para monitoramento da condição, 
vem sendo desenvolvido extensivamente por um período de aproximadamente 35 anos. Com o 
desenvolvimento paralelo de equipamentos eletrônicos, transdutores, computadores e softwares, a 
supervisão de máquinas, hoje em dia, é praticamente automática. Atualmente os gerentes de fábricas têm 
enfrentado problemas gerais, tais como maior disponibilidade de máquinas, redução de mão-de-obra e 
problemas diversos inerentes a qualquer unidade produtiva. A análise de vibração é uma ferramenta 
adequada para que tipo de manutenção?
Manutenção Corretiva
Manutenção Sistemática
Manutenção Preventiva
Manutenção Simples
A análise de vibração não é utilizada na manutenção.
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_2> 
Aula 10 - TÉCNICAS PARA GESTÃO E ANÁLISE DA MANUTENÇÃO
1.
A Função Manutenção dentro das organizações deve ser considerada um ponto critico para o aumento da 
competitividade contribuindo para o sucesso diante dos seus clientes. O aparecimento de ideias com novas 
expectativas, pesquisas e técnicas tornou possível uma mudança do ponto de vista gerencial, gerando novos 
conceitos sobre a Função Manutenção. Qual das definições a seguir expressa O conceito de 
CONFIABILIDADE.
Apresenta o maior grau de complexidade na solução de defeitos, ou aquele que fisicamente impõe dificuldades 
de acesso para eventual ação corretiva ou não possui equipamento reserva instalado (stand-by).
É a capacidade de um item ser mantido ou recolocado em condições de executar suas funções requeridas, sob 
condições de uso especificadas, quando a manutenção é executada sob condições determinadas e mediante 
procedimentos e meios prescritos.
É a capacidade de um item desempenhar satisfatoriamente a função requerida, sob condições de operação 
estabelecidas, por um período de tempo determinado.
É o tempo em que o equipamento, sistema ou instalação esta disponível para operar ou em condições de 
produzir.
Pode ser expressa como a probabilidade de que um equipamento avariado volte ao seu estado operacional em 
um período de tempo dado quando a manutenção é executada em condições determinadas e com os meios e 
procedimentos estabelecidos.
Explicação:
O grau de confiabilidade dos objetos de manutenção (equipamentos, instalações e ferramentas especiais que necessitam 
ser controlados), deve garantir índices de disponibilidade para aproveitar ao máximo as variáveis que envolvem o setor 
produtivo. É a aptidão de um equipamento para cumprir uma função requerida, em condições prefixadas e durante certo 
tempo;
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_1> 
2. A gestão de ativos requer entendimento técnico, com fundamentos 
de engenharia ou métodos científicos. Alcançou métodos mais 
amplos de análise e gerenciamento.
A evolução conceitual da manutenção alcançou o patamar de 
Gestão de Ativos. Qual dos conceitos abaixo está alinhado com esta 
visão mais ampla
Manutenção corretiva
Objetivo na quebra
Enfoque nos custos
Vigilância permanente
Atividades multidisciplinares
Explicação:
A gestão de ativos, implica num compromisso de melhoria contínua na organização e exige critérios mais amplos de 
gestão. Entre os benefícios da gestão de ativos, porém não limitados a estes, estão: equipes multidisciplinares melhor 
análise financeira,gestão efetiva da geração de valor, gestão de risco e responsabilidades, tomada de decisão de 
investimento em ativos, redução de custos de capital e de manutenção, aumento da segurança das pessoas e processos e 
assim por diante,
3.
Consoante a situação da empresa, assim se justificará uma organização de tipo centralizado ou 
descentralizado, com mais ou menos pessoal e níveis hierárquicos, tendo vantagens e desvantagens.
No caso da manutenção descentralizada, escolha o item que corresponde a desvantagem.
Na ocorrência de uma parada, o problema deixa de ser da área de produção ou manutenção e passa a ser um 
problema da área conjunta de produção e de manutenção.
Maior sinergia e cooperação entre as áreas da produção e da manutenção.
Maior rapidez no atendimento à produção e maior flexibilidade operacional entre as equipas da produção e da 
manutenção.
A não uniformização do desenvolvimento técnico e profissional da manutenção como um todo.
Maior familiaridade com as necessidades específicas da área assistida, facilitando a relação entre a 
manutenção e a produção.
Explicação:
A Função Manutenção, para cumprir os seus objetivos no seio de uma empresa, terá que possuir uma organização interna 
que corresponda realmente às suas necessidades. Não existe uma decisão padronizada de centralização ou 
descentralização, dependendo de cada empresa e suas características organizacionais e de mercado.
4.
É muito comum sucessivos registros de ocorrências envolvendo quebras de ônibus, atrasos nos itinerários e 
condições inapropriadas dos veículos que transportam os passageiros em cidades no país. Diante disso, 
muitas notificações são enviadas pelas Prefeituras locais para as empresas responsáveis pelos serviços de 
transporte coletivo. Supondo que você trabalhasse na Gerência de Manutenção de uma empresa de ônibus 
que recebeu uma notificação. Caso você precisasse justificar junto à sua chefia a necessidade de realizar, ou 
não, a manutenção das frotas de ônibus, qual seria o melhor argumento a ser empregado:
A empresa não deve gastar tanto com manutenção de frotas de ônibus, pois os custos do pessoal de 
manutenção são muito elevados.
Devem ser selecionadas algumas frotas de ônibus para se fazer as atividades de manutenção, causadas pelo 
seu desgaste natural e pelo uso. Desta maneira, os custos serão menores ao longo da vida útil de cada 
veículo.
A empresa não se deve realizar manutenção com frequência em linhas de pouco uso pela população.
A organização da manutenção de uma empresa deve estar voltada para a sua gerência, bem como a solução 
dos problemas, de modo que a empresa seja competitiva no mercado.
É sempre melhor realizar manutenção das frotas de ônibus no momento de quebra, pois os custos são 
normalmente menores do que as multas recebidas.
Explicação:
A gerência é a área responsável pela resolução de problemas e deve estar sempre 
preocupada com a elevação de custos motivados pela falta de manutenção, ou de uma 
postura mais preventiva, que podem resultar em possíveis prejuízos operacionais para uma 
empresa.
5.
Em se tratando de manutenção, pode-se entender que promover a formação de uma cultura organizacional 
calcada em seus preceitos, pode trazer uma série de benefícios para uma empresa. Isto, inclusive, vai 
ajudar no seu crescimento e no destaque diante da concorrência. A cultura deve ser desenvolvida em bases 
firmes e de maneira planejada, mantendo um ritmo ascendente que viabiliza a prática de projeções e 
planejamento de metas. Escolha a alternativa que indica como uma organização atua com relação as 
mudanças, caso opte por aprender fazendo:
A organização é rígida no convencimento das mudanças. Entretanto, uma vez convencida as ações são 
tomadas e a reação é rápida.
A visão é colocada, a reação é lenta e o progresso é estável.
A organização permanece no rumo certo durante um longo período de tempo.
A organização permanece travada nas análises, ou seja, permanece paralisada e nunca promove qualquer 
mudança.
A organização acredita que está pronta para tentar novas coisas e comete erros enquanto aprende com eles e 
continua a melhorar.
Explicação:
Caso a empresa escolha promover uma cultura ¿Aprende Fazendo¿, possivelmente existe a crença que está totalmente 
preparada para novas realizações, porém os erros serão inevitáveis. Estes, por sua vez, serão importantes em seu 
processo de aprendizagem.
6.
Em uma instalação ocorreu um grande vazamento de óleo hidráulico de custo elevadíssimo em 
compartimento confinado. A alta gerencia deseja aproveitar este material e solicita providencias suas para 
esta discrepância. Que medidas você propõem, utilizando técnicas preditivas, para o reaproveitamento do 
óleo?
Filtragem inicial e análise do óleo posterior.
Solicitar nova compra de óleo.
Não há técnicas para prever o estado do óleo.
Filtragem inicial e Ferrografia do óleo posterior.
Somente a Filtragem do óleo basta.
7.
A respeito da organização da manutenção, muitos autores indicam que os princípios básicos da Qualidade 
podem ser aplicados normalmente às atividades de manutenção. Tais princípios são os mesmos da gestão 
pela Qualidade Total. Assinale a alternativa que contempla um princípio verdadeiro e sua respectiva 
explicação:
Gerência participativa: os gestores devem valorizar o trabalho individual.
Constância de propósito: manutenção de conceitos, sendo pouco resistente às mudanças.
Desenvolvimento contínuo: de onde se está e aonde se quer chegar.
Satisfação total dos clientes: o motivo de ser da atividade de manutenção é o custo.
Desenvolvimento humano: o aprendizado de uma técnica é suficiente para atender as demandas da operação. 
Não há necessidade de capacitações continuadas.
Explicação:
A Qualidade Total exige uma postura mais pró-ativa da empresa. É preciso ter o discernimento do momento em que se 
encontra a empresa, principalmente quando o assunto é ¿manutenção¿ e manter a expectativa em busca de novos 
objetivos. Tudo é dinâmico dentro de uma empresa.
8.
Não é característica da técnica FMECA?
Relacionar causas e efeitos das falhas
Avaliar os modos de falha
Avaliar o tipo de manutenção mais adequado para certa falha funcional
Pode ser desenvolvido individualmente
Auxilia no desenvolvimento de alternativas de projeto
De <http://simulado.estacio.br/bdq_simulados_exercicio.asp#ancora_8>

Continue navegando