A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
analise citopatologica teste

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disc.: ANÁLISES CITOPATOLÓGICAS E ANATOMIA PATOLÓGICA 
Aluno(a): CARLA ADRIANA CALISTRO 201912014831 
Acertos: 10,0 de 10,0 09/10/2020 
 
 
 
1a 
 Questão 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
O Doutor George Papanicolaou, foi o responsável pela criação da 
técnica de análise cervicovaginal, que é conhecida como teste de 
Papaicolaou. Em 1954, ele publicou um atlas aonde era possível 
verificar observações, em relação, as características celulares em 
condições patológicas e fisiológicas de amostras. Nesse atlas era 
demonstrado uma área da citologia, que é chamada de: 
 
 
 
 Citologia inflamatória 
 Citologia esfoliativa 
 Citologia cervicovaginal 
 
 Citologia comparativa 
 
Citologia patológica 
Respondido em 11/10/2020 21:31:45 
 
 
2a 
 Questão 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
Durante a análise da citologia cervicovaginal, podemos encontrar 
diferentes tipos celulares e notar que esse padrão se altera ao 
longo do ciclo menstrual. Sobre o padrão de células encontradas 
nos esfregaços cervicovaginais normais, analise as afirmativas a 
seguir: 
 
I. Em condições normais, as células endoteliais são observadas 
nos esfregaços após o 12º dia do ciclo menstrual. Essas células 
descamam isoladas e em agrupamentos densos, tridimensionais e 
com contorno duplo. Comparadas com as células endocervicais, 
as endometriais são menores, apresentam citoplasma mais 
https://simulado.estacio.br/bdq_simulados_avaliacao_parcial_resultado.asp?cod_hist_prova=208441466&cod_prova=4163800090&f_cod_disc=
escasso e núcleo menor. Além disso, podem ainda ser ciliadas ou 
não e apresentar pouca definição de borda citoplasmática, com 
núcleo redondo ou oval, pequeno, excêntrico e hipercromático. 
II. Em mulheres na menopausa e nas crianças, o epitélio de 
revestimento da ectocérvice é atrófico. Nesse epitélio, há o 
predomínio de células parabasais, que são ovaladas, com o 
citoplasma denso cianofílico, núcleo redondo, metade do volume 
celular, cromatina granular e sem evidência de nucléolo. 
III. Na puberdade, com o início da vida reprodutiva, ocorre o 
alargamento do canal cervical, gerando uma inversão do epitélio 
endocervical que faz a mucosa cervical ter contato direto com o 
pH ácido vaginal. A acidificação do meio estimula as células de 
reserva que apresentam a capacidade de se proliferar em células 
escamosas ou glandulares endocervicais e estão localizadas na 
endocérvice, entre a lâmina basal e o epitélio endocervical. Essas 
células se proliferarem em diversas camadas (hiperplasia das 
células de reserva), iniciando um processo chamado de 
metaplasia escamosa. Nos esfregaços cervicovaginais, as células 
de reserva apresentam uma coloração de citoplasma bifásica, com 
prolongamentos citoplasmáticos. 
IV. A partir do segundo semestre da gravidez, há o predomínio na 
ectocérvice de células escamosas intermediárias, células 
poligonais com citoplasma abundante, transparente e cianofílico, 
com as bordas citoplasmáticas com pregueamentos, núcleo 
periférico e bordas bem definidas. Algumas dessas células 
apresentam vacúolos ricos em glicogênio (conhecidas como 
células naviculares), lactobacilos e citólise. As células 
endocervicais normalmente são maiores, com citoplasma 
preenchido por muco, assumindo um aspecto claro e abundante e 
núcleos são proeminentes. 
 
Estão corretes as afirmativas: 
 
 
I e II 
 
II e III 
 II e IV 
 
I e IV 
 
I e III 
Respondido em 11/10/2020 21:31:59 
 
 
3a Acerto: 1,0 / 1,0 
 Questão 
 
A coleta do material para a realização do esfregaço cervicovaginal 
é um passo essencial para leitura e interpretação correta dos 
achados celulares. Sobre a coleta do material durante um exame 
citológico, analise as alternativas e marque a opção Incorreta. 
 
 A coleta da amostra deve ser realizada por profissional qualificado para evitar 
destruição e alterações morfológicas e para ter uma quantidade e qualidade de células 
adequadas. Uma coleta mal feita e não representativa pode ser classificada como 
insatisfatória pelo laboratório, sendo preciso realizar uma segunda coleta para análise. 
Sempre que os esfregaços cervicovaginais não apresentarem os componentes da zona 
de transformação (células glandulares endocervicais e/ou metaplásicas escamosas) 
serão classificados como inadequados. 
 
Para a análise da citologia hormonal, a coleta é realizada no terço superior da parede 
lateral da vagina com a parte arredondada da espátula de Ayre, realizando a 
raspagem delicada com movimento de baixo para cima. Nos casos em casos de 
impossibilidade de coleta, pode ser coletado material do fundo do saco vaginal. A 
coleta pode ser realizada de forma individual ou seriada, onde são coletadas 4 
amostras seriadas durante o mesmo ciclo menstrual (nos dias sete, 14, 21 e 28 do 
ciclo). 
 
A urocitograma é o procedimento citológico no qual a avaliação das células escamosas 
é realizada em esfregaços confeccionados a partir dos sedimentos urinários. Esse 
exame deve ser realizado para avaliação hormonal em mulheres onde há 
impossibilidade de coleta de esfregaços, como crianças, adolescentes, virgens, 
grávidas com suspeita de abortos e em enfermas com dificuldade de deslocamento. 
 
A coleta de amostras do fundo do saco vaginal é importante nas mulheres que estão 
na pré e pós-menopausa, pois essa região funciona como um reservatório de células 
malignas oriundas de tumores de outras áreas do trato genital feminino. 
 
Na citologia líquida, a coleta é feita com uma escovinha com cerdas plásticas ou uma 
espátula de Ayre com a cabeça removível. Os instrumentos são introduzidos no canal 
vaginal até atingir o orifício externo do canal endocervical. A porção alongada da 
escova é fixada dentro do canal e, com dois movimentos de rotação em 360°, as 
amostras celulares das regiões endocervical, JEC e ectocérvice são coletadas. Em 
seguida, o material é depositado no frasco com líquido conservante. 
Respondido em 11/10/2020 21:32:12 
 
 
4a 
 Questão 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
Correlacione as colunas. 
1. Fibrossarcoma 
2. Lipossarcoma 
3. Leimiossarcoma 
4. Rabdomiossarcoma 
5. Hemogiossarcoma 
 
I. Massas de células endoteliais mostrando grande atipia celular. Pode ser encontrado células 
anaplásicas (sem diferenciação). Há presença de células gigantes e figuras de mitoses. 
II. Presença de células com estrias dentro do citoplasma fibrilar de formato fusiforme. 
III. Característico do miométrio, crescem como massas carnosas e volumosas que invadem a 
parede uterina ou massas polipoides que se projetam para dentro do lúmen uterino. 
Apresentam atipias celulares, com inúmeras mitoses, células gigantes, irregulares e núcleos 
hipercromáticos. 
IV. O tumor tende a ser monomórfico, podem apresentar aparência gelatinosa e multilobulada, 
com células arredondadas e núcleo vesicular e frequentes mitoses. Apresentam áreas de 
necrose e hemorrágicas. 
V. Aspecto histológico revela massas sem encapsulação, infiltrativa, com aspecto de ¿carne de 
peixe¿ que apresentam áreas de hemorragia e necrose. 
 
 1-V; 2-IV; 3-III; 4-II; 5-I. 
 
1-V; 2-IV; 3-I; 4-II; 5-III. 
 
1-IV; 2-V; 3-I; 4-II; 5-III. 
 
 1-V; 2-IV; 3-III; 4-I; 5-II. 
 
1-IV; 2-V; 3-III; 4-II; 5-I. 
Respondido em 11/10/2020 21:30:06 
 
 
5a 
 Questão 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
Paciente de 50 anos, foi ao dermatologista onde retirou uma lesão na face. O exame 
histopatológico revelou massas de células com um núcleo ovalado, cromatina densa, 
citoplasma escasso e basófilo, os núcleos com arranjo em paliçada. Qual o tipo de neoplasia 
verificada nessa paciente. 
 
 
Adenomas. 
 
Carcinoma epidermoide. 
 
Adenocarcinoma de células indiferenciadas. 
 
Adenocarcionma de células diferenciadas. 
 Carcinoma basocelular. 
Respondido em 11/10/2020 21:32:44 
 
 
6a 
 Questão 
Acerto: 1,0 / 1,0 
 
A inflamação aguda é a primeira resposta do organismo frente a um agente agressor, inicia-se 
em poucos minutos após a