A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
PROVA SOCIEDADES ANÔNIMAS A2

Pré-visualização | Página 3 de 3

decisões
relativas ao patrimônio social da pessoa jurídica, serão deliberados entre os sócios. Há três formas de integralizar o
capital social em uma sociedade anônima: dinheiro, bens ou crédito. O mais usado e menos complexo é o dinheiro.
Para a integralização de bens (móveis ou imóveis, corpóreos ou incorpóreos), é necessária uma avaliação desses
bens, de acordo com as formalidades legais. Explique como é feita a avaliação dos bens que irão formar o capital
social.
Resposta:
Justificativa: Expectativa de resposta:A Lei das Sociedades Anônimas é minuciosa. A avaliação dos bens será feita
por três peritos ou por empresa especializada, nomeados em assembleia geral dos subscritores, convocada pela
imprensa e presidida por um dos fundadores, instalando-se em primeira convocação com a presença de
subscritores que representem pelo menos metade do capital social e, em segunda convocação, com qualquer
número. Os peritos ou a empresa avaliadora deverão apresentar laudo fundamentado, com a indicação dos critérios
de avaliação e dos elementos de comparação adotados, também instruído com os documentos relativos aos bens
avaliados, e estarão presentes à assembleia quem conhecer o laudo, a fim de prestar as informações que forem
solicitadas. Se o subscritor aceitar o valor aprovado pela assembleia, os bens serão incorporados ao patrimônio da
companhia, competindo aos primeiros diretores cumprir as formalidades necessárias à respectiva transmissão. Se a
assembleia não aprovar a avaliação, ou o subscritor não aceitar a avaliação aprovada, ficará sem efeito o projeto de
constituição da companhia. Os bens não poderão ser incorporados ao patrimônio da companhia por valor acima do
que lhes tiver dado o subscritor.
0,00/ 1,50
8  Código: 27615 - Enunciado:  O estatuto da companhia pode autorizar que todas as ações da companhia, uma ou
mais classes delas, sejam mantidas em contas de depósito, em nome de seus titulares, na instituição que designar,
sem emissão de certificados. Essas são as ações escriturais, que vieram do direito norte-americano. No Brasil, várias
sociedades anônimas já adotaram as ações escriturais. Analisando as diferenças entre ações escriturais e não
escriturais, descreva em que contexto as escriturais podem ser utilizadas e cite quais são as responsabilidades
provenientes da irregularidade de sua escrituração.
Resposta:
Justificativa: Expectativa de resposta:O estatuto da companhia pode autorizar ou estabelecer que todas as ações
da companhia, ou uma ou mais classes delas, sejam mantidas em contas de depósito, em nome de seus titulares, na
instituição que designar, sem emissão de certificados, por meio de mero registro contábil. No caso de alteração
estatutária, a conversão em ação escritural depende da apresentação e do cancelamento do respectivo certificado
em circulação. Somente as instituições financeiras autorizadas pela Comissão de Valores Mobiliários – CVM podem
manter serviços de ações escriturais. A companhia responde por perdas e danos causados aos interessados por
erros ou irregularidades no serviço de ações escriturais, sem prejuízo do eventual direito de regresso contra a
instituição depositária.
0,00/ 2,50

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.