A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Educação Especial e Inclusiva

Pré-visualização | Página 1 de 3

Questão 1/10 - Educação Especial e Inclusiva
Leia o fragmento a seguir:
“Aqueles que apresentavam diferentes manifestações de comportamento ou aprendizagem insuficiente eram encaminhados para atendimento especializado e, quando permaneciam no sistema regular de ensino, contribuíam para o elevado índice de reprovação ou evadiam-se das instituições escolares após alguns anos de tentativas fracassadas”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: LOPEZ, F. Problemas afetivos e de conduta na sala de aula. In.: COLL, C.; PALACIOS, J.; MARCHESI, A. Desenvolvimento psicológico e educação: transtornos do desenvolvimento e necessidades educativas especiais. Porto Alegre: Artmed, 2004.
No artigo 89 da LDBEN afirma-se o apoio financeiro para a iniciativa privada que ofereça atendimento à educação dessa parcela da população, desde que comprove o reconhecimento do Estado em relação à legitimidade a dois focos de lutas políticas da sociedade civil:
Nota: 0.0
	
	A
	o direito à educação de pessoas com deficiência em classes comuns, mesmo que parcial e a reorganização da escola pública
	
	B
	o direito à educação de pessoas com deficiência parcial em classe comum e a reorganização das escolas públicas
	
	C
	o direito à educação de pessoas com deficiência parcial em classe comum e a organização das Apaes.
	
	D
	o direito à educação de pessoas com deficiências em classe comuns, mesmo que parcial, e a organização do movimento apaeano.
No art. 89, explicita-se o apoio financeiro à iniciativa privada que ofereça atendimento a essa parcela, comprovando o reconhecimento do Estado em relação à legitimidade a dois focos de lutas políticas da sociedade civil: o direito à educação de pessoas com deficiências em classes comuns e a organização do movimento apeano (p. 68).   
	
	E
	o direito à educação de pessoas com deficiência em classes comuns, em regime total e a reorganização da escola pública.
Questão 2/10 - Educação Especial e Inclusiva
Leia o fragmento a seguir:
“No Brasil, diante desse cenário mundial, são criadas as primeiras instituições especializadas com objetivos e práticas semelhantes ao contexto europeu, embora a defasagem no nível do desenvolvimento das forças produtivas em relação ao capitalismo europeu determine um apelo diferenciado no objetivo da educação dispensada às pessoas com deficiência, marcada ainda por forte apelo assistencial”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: FERNANDES, S. Fundamentos para educação especial. Curitiba: Ibpex, 2011. p. 45.
De acordo com os conhecimentos adquiridos sobre a institucionalização e o modelo clínico terapêutico, analise as sentenças a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.
I. ( ) As experiências de Itard culminaram num primeiro paradigma no trato com a deficiência.
II. ( ) Pinel descreveu e distinguiu os diferentes tipos de perturbações mentais.
III. (  ) O modelo clínico terapêutico caracteriza-se pela hegemonia da área médica sobre a pedagógica.
IV. ( ) As instituições especializadas iniciam o processo de transição entre as abordagens clínicas e pedagógicas que futuramente se denominará escolas especiais.
Nota: 10.0
	
	A
	V – V – F – V
	
	B
	F – V – F – V
	
	C
	V – V – V – V
Você acertou!
todas as questões estão corretas pois tratam do histórico de como foram sendo substituídas as práticas de segregação pelo cuidado médico (p. 46,47).
	
	D
	F – F – F – V
	
	E
	F – V – V – V
Questão 3/10 - Educação Especial e Inclusiva
Leia o fragmento a seguir:
“Em síntese, a promoção do aluno para um ambiente menos restritivo, se considerada a classe regular como o nível mais satisfatório do processo, era dependente do aluno com deficiência, sendo a criança a responsável solitária por seus êxitos e fracassos na tentativa de ocupar um lugar junto aos seus pares normais”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: BRASIL. Ministério da Educação. Avaliação para identificação das necessidades educacionais especiais. Brasília: MEC; Seesp, 2002.
De acordo com os conhecimentos adquiridos sob o critério de intervenção pedagógica reafirmados nas teses de Carvalho e Montoan, analise as sentenças a seguir, assinalando V para as afirmativas verdadeiras e F para as afirmativas falsas.
I.(   ) O que determinaria a escolha do ambiente para a escolarização do aluno seriam suas condições individuais.
II.(   ) O fonoaudiólogo se tornava um aplicador de exercícios de respiração e outras práticas de reabilitação.
III.(   ) A criança surda era exposta a um treinamento intensivo de produção de fonemas.
IV.(   ) O serviço educacional prestado tem como foco a limitação gerada pela deficiência.
Nota: 0.0
	
	A
	F – F – V – V
	
	B
	V – F – F – V
	
	C
	V – F – V – F
	
	D
	V – F – V – V
as afirmativas I, III, e IV são verdadeiras. A afirmativa II está incorreta pois os exercícios eram de fala e não de respiração (p. 73).       
	
	E
	 F – V – V – V
Questão 4/10 - Educação Especial e Inclusiva
Leia o fragmento a seguir:
“Para que os alunos desfrutem de oportunidades iguais para apropriar o saber, o saber fazer e o saber ser, há que se considerar as diferenças individuais e as necessidades educativas delas decorrentes. Nesse sentido, os movimentos em prol de uma educação para todos são movimentos de inclusão de todos em escolas de qualidade garantindo-lhes a permanência, bem-sucedida, no processo educacional escolar desde a educação infantil até a universidade”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: CARVALHO, R. E. Removendo barreiras para a aprendizagem: educação inclusiva. Porto alegre: Mediação, 2000.
O livro-base Fundamentos para Educação Especial aponta para três documentos que estimulam a adoção do paradigma inclusivo pelos sistemas de ensino, pela importância que tiveram na incorporação de diretrizes no campo da legislação educacional, nas décadas de 1990 e 2000. Enumere na ordem sequencial, as explicações que se relacionam a cada um dos documentos a seguir:
1. Declaração de Jomtien (UNESCO, 1990).
2. Declaração de Salamanca (BRASIL, 1994).
3. Convenção de Guatemala (2001).
(   ) O decreto reafirma os direitos humanos e as liberdades fundamentais de pessoas com deficiência, sobretudo o direito de não serem submetidas à discriminação com base na sua deficiência.
(   ) O documento reafirma a educação como um direito de todos, destacando-se como elemento determinante no desenvolvimento social, econômico e cultural, contribuindo para a tolerância e a cooperação internacional.
(  ) O documento se refere à atenção educacional aos alunos com necessidades educacionais especiais.
Agora marque a sequência correta:
Nota: 0.0
	
	A
	1 – 2 – 3
	
	B
	3 – 1 – 2
a sequência correta é 3, 1, 2 e todos os documentos têm em comum a questão da educação como universalizadora, como educação para todos e educação sem discriminação (p. 81,82). 
	
	C
	3 – 2 – 1
	
	D
	2 – 1 – 3
	
	E
	1 – 3 – 2
Questão 5/10 - Educação Especial e Inclusiva
Leia o fragmento a seguir:
“O fundamental é entender as diferenças não em sua natureza essencializada, mas como o produto de posições históricas desiguais e mediadas por discursos e relações sociais de opressão e exploração, sob o jogo do capitalismo tardio”.
Após esta avaliação, caso queira ler o texto integralmente, ele está disponível em: MACLAREN, P. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez, 1997.
Retomando os ideais de revolução francesa, um importante documento foi promulgado em 1948 e passou a inspirar as políticas públicas e os instrumentos jurídicos da grande maioria dos países. Qual é esse documento?
Nota: 0.0
	
	A
	Declaração da Criança.
	
	B
	Declaração da ONU.
	
	C
	Declaração do Homem.
	
	D
	Declaração de Salamanca.
	
	E
	Declaração dos Direitos Humanos.
Esse instrumento é um marco no despertar de outros documentos que interviram na defesa dos direitos fundamentais dos cidadãos, ou seja, surge uma ética consensual para assegurar